PT define 11 de abril para desembarque do governo Fruet

Deputado Tadeu Veneri e a vice Mirian Gonçalves são apontados como nomes naturais do PT à  Prefeitura de Curitiba, mas o partido não descarta composição com o PMDB de Requião Filho. No próximo dia 11 de abril, segundo fontes petistas, a tendência é que o congresso municipal aprove a entrega de cargos e secretarias que ocupa na gestão de Gustavo Fruet.

Deputado Tadeu Veneri e a vice Mirian Gonçalves são apontados como nomes naturais do PT à  Prefeitura de Curitiba, mas o partido não descarta composição com o PMDB de Requião Filho. No próximo dia 11 de abril, segundo fontes petistas, a tendência é que o congresso municipal aprove a entrega de cargos e secretarias que ocupa na gestão de Gustavo Fruet.

O Partido dos Trabalhadores (PT) definiu o Congresso Municipal de Curitiba para o próximo dia 11 de abril. Até aí nada demais, se não fosse a pauta principal do encontro que ocorrerá daqui a menos de um mês: lançamento de candidatura própria à  Prefeitura.

O partido tende a aprovar saída do governo municipal imediatamente! para trabalhar o nome da legenda. Esse é o sentimento da base da agremiação, que se regozijou com uma nota divulgada ontem pelo secretário de organização, Zezinho Vasconcelos, fazendo críticas ásperas à  gestão do aliado pedetista (clique aqui).

Caso o PT realmente rompa, a vice-prefeita Mirian Gonçalves, secretária do Trabalho, e o deputado estadual Tadeu Veneri são apontados pela militância como nomes naturais! à  Prefeitura de Curitiba em 2016.

Os petistas também analisarão no evento do mês que vem a possibilidade de aliança com os partidos da base de sustentação ao governo federal, notadamente o PMDB que deverá apresentar o deputado estadual Requião Filho para a peleja curitibana.

Portanto, o PT debaterá em abril: 1) a entrega imediata dos cargos que ocupa no governo Fruet; 2) a entrega dos cargos comissionados em dezembro; 3) a manutenção da aliança com o prefeito e, consequentemente, a vice na chapa reeleitoral; e 4) a possibilidade de aliança com o pedetista mesmo sem a vice, mas mantendo cargos e secretarias.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O eleitorado de curitiba já mostrou que prefere ser governado por uma panela do que pelo pt. Será feito um favor ao gustavo fruet se esses lançamentos “naturais” forem naturalmente expurgados da administração. Fruet terá dias melhores.

  2. Prefeito Gustavo Fruet, antes só do mal acompanhado, já vão tarde.

  3. Lamentável que o momento não é para besteiras como estas ! A sensação é que, as vaidades pessoais, falam mais alto quando a unificação deveria ser ao natural ! Uma postagem imbecil, abre espaços para insinuações que envolvem PETISTAS de verdade e com muita história de luta !

  4. 11 de abril?
    Isso dá quase 1 ano e meio para o Fruet desaparelhar
    as secretarias, e tentar salvar a sua administração.

  5. Que ironia, sai o PT, quem assume a Prefeitura, o PSC (que esta mais para puxa para cá, e o diabo que os carregue) (lógico na falta do prefeito)…acreditem o PT vai abrir a chance de governar o município, ou não teremos vice…alguém explicou isso, quando essa caterva foi eleita…COLOCA ORDEM NA CASA PREFEITO…

  6. Demorou. A ala Lula fornecer, da seccional oeste/leste, da corrente amigos do Che, apoiados pelas seções Santa Felicidade e arredores e Tatuquara unido e pela subseções Dilma D+ e Amor e Glória, devem votar pela permanência no poder para não prejudicar os irmãos e irmãs do PT em cargos comissionados.

  7. Brincadeirinhas!! O PT não larga o osso nem a pau !

  8. O PT não entregará cargo algum nem sairá da aliança. Como vão deixar a vice da qual faz parte do governo? Ela renunciará? Claro que não – na hora h a boquinha fala mais alto….esse post não tem o menor sentido.

  9. o pt cavear tem que ficar até o final com o fruet, principalmente a gleisi e o andré vargas

  10. Não gosto de clãs “político-familiares”, mas no caso
    do Requião Jr., farei uma exceção pelos bons
    antecedentes do seu pai, e pela sua atuação até o
    momento como deputado.
    Só que sem PT, é claro!

  11. Gosto do Fruet, mas acho que o Requiãozinho é a bola da vez neste momento.

  12. O PT já azedou o “Sal de Fruet”, e também vai azedar
    o Alkaseltzer do Requião Jr.
    Para o Jr.,é melhor o PT ir de candidato próprio.
    Voto no Requião Jr., desde que seja “cabeça-de-chapa”
    e não se alie ao PT.

  13. não da pra querer o pt em aliança municipal ganham juntos é depois querer romper aliança por causa da ganancia do poderm