Nomeação prometida por Richa não sai e 463 professores ficam a “ver navios”

463.jpgÉ uma novela igual as da TV. Tem reviravoltas, clímax, anticlímax, vilões cruéis que parecem se divertir com a desgraça alheia e tudo mais. Assim é a situação da educação no Paraná. Quem mais sofre são os estudantes que perdem em qualidade de ensino e aprendizado. Mas um grupo de professores, “os 463”, merece um capítulo à parte e aquela expressão máxima: “ninguém merece!”

Em matéria publicada na semana passada o Blog do Esmael relatou que a nomeação dos 463 professores restantes aprovados no concurso público vigente seria efetivada na última sexta-feira (20). A nomeação não aconteceu, ficou para o fim do mês. Será?

De calote em calote, o governo Beto Richa (PSDB) vai levando os educadores no bico e descumprindo o acordo que pôs fim à greve de um mês.

Para que os leitores entendam melhor o caso e o desrespeito que esses professores vem sofrendo desde o ano passado, publicamos a seguir um e-mail enviado ao Blog do Esmael pelo professor Milton Giaretta, um dos 463 que aguardam a nomeação:

Boa tarde, Esmael.

Meu contato objetiva buscar o apoio do “Blog do Esmael”, importante voz na política paranaense, para a nossa causa.

Me chamo Milton Giaretta, sou professor e faço parte do chamado “Grupo dos 463” professores que foram convocados para a distribuição de aulas no final de 2014 e depois foram esquecidos pelo Governo do Estado.

Muitos de nós, assim como eu, pediram demissão de seus antigos empregos a fim de assumir padrão na Rede Estadual de Ensino. Afinal, mesmo não estando nomeados oficialmente, nem a mais sádica das almas imaginaria que, após termos assumido as aulas, sermos encaminhados às escolas, nos apresentado aos diretores, o governo apareceria com um boné virado na cabeça, dizendo: “Pegadinha do Malandro, ié, ié!!” Mas foi bem isso que ocorreu.

Uma das pautas imprescindíveis da greve dos professores era a nomeação de todos os convocados no final de 2014. O governo havia empossado cerca de 4.500 professores, faltando ainda 1.500, aproximadamente. Ao final da greve, foram empossados mais alguns, atendendo parcialmente ao compromisso assumido com os grevistas diante do Judiciário. Faltaram 463, cuja nomeação ocorreria na semana seguinte, o que não se confirmou.

No dia 12 de março (se não estou enganado) a chefe de Recursos Humanos da SEED, Graziela Andreolla, em entrevista ao Paraná TV – primeira edição, afirmou categoricamente que seríamos nomeados na segunda-feira seguinte, para imediatamente tomarmos posse, já que há falta de professores em toda a rede. A promessa não se cumpriu. Alcançada por uma professora que faz parte dos 463, via mensagem telefônica, ela informou que o processo sofreu um pequeno atraso e que, no máximo até sexta-feira passada, iríamos “ver os nossos nomes publicados no Diário Oficial do Estado. O DiOE de sexta saiu na quinta à noite. E nada de nomeação.

Na sexta-feira entramos em contato com a APP, com deputados, com a SEED e agora a promessa é de que até o final de março seremos nomeados. A APP perdeu força no nosso caso, já que se o governo simplesmente não nos nomeasse, ela não teria apoio para uma nova greve. Muitos de nós estiveram lutando pelos direitos dos demais professores. Mas os professores não lutarão pela nossa causa. No máximo se farão solidários, mas jamais sairão às ruas por 463 não nomeados.

Temendo uma eventual artimanha do nosso governador ou de seu secretário E.T., peço que nos ajude. Sua voz é muito importante pra nós.

Um forte abraço!
Milton Giaretta
Professor desempregado

17 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Também sou um dos esquecidos por este governo. Duas vezes escolhi turma, foi o concurso mais concorrido da história do magistério paranaense. Sinto-me totalmente desrespeitado.

  2. Vamos voltar para a greve!!!!! Esse (des)governo “turcolento” só vai “funcionar” na base da pressão… vamos mandar todos pro camburão de novo!!!!!!!!e o tio Richa..ah esse aí merece de quebra um óleo de peroba….

  3. Estou a 1 ano e 4 meses esperando uma nomeação para o cargo de professor universitário numa universidade estadual. Concurso que foi realizado em 2012, convocado em 2013 e até hoje nada de nomeação!

  4. Entrei no Estado em 1996 no inicio do Governo Jaime Lerner. Passei em dois concursos, mas por erro não sei de quem (mesmo no número se vagas) não fomos convocados.Enfim, perdemos o concurso. Em 2010 consegui minha dobra de padrão, graças a quem? Roberto Requião. Diga-se de passagem quem também aprovou nosso plano de carreira. Agora eu só gostaria que alguem respondesse uma coisa: como alguem tao sem escrúpulos como esse Beto Richa consegue se reeleger ainda no primeiro turno? Esse cara e sua corja ta desgracando com a vida de um monte de gente.E saber que ainda temos 4 anos pela frente…Jesus…misericórdia!!!!!

  5. Fico a perguntar tanta propaganda do nada,é obrigação de qualquer agente público, atender as necessidades da população. A não nomeação de qualquer servidor, como professor é um crime de improbidade administrativa.
    Ahhhh….. Lembrei menos no Paraná, pois aqui tudo é pontual, não existe falta de nada.
    Falando em falta, quando o governo vai liberar o fundo rotativo das Escola, tão alardeado pós greve,oito milhões de reais, contudo, nunca chegou nas escolas, a última parcela utilizada foi em Julho de 2014 e mais nada.
    Agora os professores devem prestar um sacrifício para ajudar o Estado do Paraná.
    Professores, cada um de nós deve comprar giz, apagador, papel diversas qualidades, pois o Estado do Paraná está passando por uma dificuldade pontual.
    Lá no Palácio Iguaçu.

  6. Voltem pra Frente do Palácio e ALEP e joga todos no Camburão!!

  7. Informações sobre a nomeação dos(as) 463 professores(as)

    Sefa solicitou informações que faltavam no processo e as mesmas já foram encaminhadas pela Secretaria de Educação

    A direção da APP-Sindicato entrou em contato, na tarde de hoje (19), com o Grupo de Recursos Humanos Setorial da Secretaria de Estado da Educação (GRHS/Seed). O motivo foi saber o andamento do chamamento dos(as) 463 professores(as) que ficaram de fora do decreto de nomeação dos concursados, feito pelo governo estadual, no início deste ano. Nas negociações da greve, a direção estadual da APP exigiu que estes(as) educadores(as) fossem chamados(as).

    De acordo com as informações passadas pelo GRHS, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) fez a solicitação de complementação de informações sobre o processo destes(as) educadores(as). A Seed já respondeu ao pedido. Agora, o processo seguirá para a Secretaria de Estado de Administração e Planejamento (Seap) e, em seguida, para a Casa Civil, para a nomeação em breve.

    De acordo com o presidente da APP, professor Hermes Silva Leão, a entidade está acompanhando de perto a questão. “Esta é uma pauta importante, que conquistamos através da nossa greve, e que precisa ser concretizada o quanto antes. E a entidade está pressionando para que o decreto de nomeação saia o mais rápido possível, inclusive por conta da angústia das pessoas, que saíram dos seus antigos trabalhos para assumir o concurso”, explica Hermes.

    Sobre a distribuição de aulas – O indicativo dado pela Secretaria é que a posse e exercício deverão ocorrer nos municípios onde houve a distribuição de aula, no início do ano, para essas pessoas. Além disso, após exercer a posse, será aberta uma Ordem de Serviço para este grupo. “É possível que haja ajustes, mas a APP acompanhará todo o processo”, afirma o presidente da entidade.

    http://www.appsindicato.org.br

  8. Pois é, sou um dos 463. Agora desempregada, com as contas batendo na porta, a angústia no coração e uma vontade de chorar incessante. Tudo graças ao descaso do Governo com a vida dos outros.

  9. E O MERITÍSSIMO DO PODER JUDICIÁRIO QUE ACOMPANHOU O ACORDO DO BETO RICHA COM OS PROFESSORES, INCLUSIVE FIRMOU SUA ASSINATURA, DANDO O AVAL, O QUE DIZ DA ATITUDE DO GOVERNADOR?

    • O judiciário está desmoralizado com o tal auxílio moradia, não fará nada contra o desgovernador e se possível dirá que professor é chorão e que engula seco seu choro.

  10. A APP tem que agitar e mostrar que o Beto Richa não merecedor de nenhum crédito, fazer manifestação em frente a RPC, pois se fazer no Palácio do Iguaçu não sai na mídia.

  11. A família já é do lado obscuro da sociedade… cuidado gente!

  12. Estou na mesma situação. Imagine o desgovernador te convoca pra escolha de vagas, aparentemente está tudo certo, vc deixa o emprego antigo, muda de cidade, faz contrato de aluguel e compra móveis pra vis a surpresa inesperada da não nomeação, e o pior ficam te enrolando com a sema a que vem atando nossos braços. Ele endividou o estado e esta endividando a gente também, essa situação deixou de ser novela para um filme de terror

  13. BETO RICHA VOCE ESTÁ BRINCANDO COM OS PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS PÚBLICO. CUIDADO, QUE ELES VÃO VOLTAR, DAÍ NÃO TEM CHORO, VÃO TODOS PARA O CAMBURÃO DE NOVO.

  14. Mais uma vez. O cara mente descaradamente!!!!!