Gaeco complica vida de Richa: ‘Primo do governador preso por corrupção mandava nas polícias do PR’

Segundo as investigações do Gaeco, Luiz Abi tinha poder e influência nas polícias civil e militar; nas fotos, no sentido horário, o parente do tucano aparece ao fundo do primo governador Beto Richa em evento da Polícia Civil e o fotógrafo Marcelo Tchello Caramori, o taradão do Palácio Iguaçu, aparece em trajes da PM.

Segundo as investigações do Gaeco, Luiz Abi tinha poder e influência nas polícias civil e militar; nas fotos, no sentido horário, o parente do tucano aparece ao fundo do primo governador Beto Richa em evento da Polícia Civil e o fotógrafo Marcelo Tchello Caramori, o taradão do Palácio Iguaçu, aparece em trajes da PM.

A influência de Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB) na estrutura de poder do Estado é mais forte do que se imaginava a vã filosofia.

A partir de depoimentos de Marcelo “Tchello” Caramori, o Taradão do Palácio Iguaçu, sabe-se agora que os tentáculos do parente do tucano controlavam até mesmo as forças de polícia.

Os investigadores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) lançaram olhos sobre a força de Luiz Abi em indicar ou manter os comandantes da Polícia Militar e da Polícia Civil na região de Londrina.

Chama a atenção do Ministério Público o poder de nomeação e veto do primo do governador na área da Segurança Pública.

Agora faz sentido a profética frase do deputado João Arruda (PMDB), recém-eleito coordenador da bancada federal em Brasília: “O Paraná ficou sem ‘governador’ com a prisão de Luiz Abi”, disse ao saber da prisão do primo de Richa.

Um exemplo desse poder de Luiz Abi, segundo um promotor do Gaeco, é a longevidade do delegado à frente da Polícia Civil em Londrina. É o único chefe de Subdivisão Policial da Civil no interior que dura desde janeiro de 2011, início da gestão de Beto Richa. Todos os demais chefes da Polícia Civil no interior do Estado já foram, em algum momento, substituídos.

Além disso, o Gaeco teria horas de vigilância na rua onde mora Luiz Abi, mostrando imagens de chefes das polícias entrando lépidos e faceiros todos os sábados em almoços de confraternização na casa dos Abi.

Pior que isso, o Gaeco teria reunido provas e depoimentos mostrando que Luiz Abi tinha até poder de veto sobre policiais militares requisitados pelo Gaeco.

Os promotores do Gaeco cogitam convocar para depor os quatro secretários de segurança na gestão Beto Richa, para que se expliquem sobre este assunto. São eles: Reinaldo de Almeida César, Cid Vasquez, Leon Grupenmacher e Fernando Francischini.

Pelo jeitão da coisa, se confirmadas as suspeitas do Gaeco sobre controle da polícia, o caso de Luiz Abi e Beto Richa deixará de ser de família, para ser de “famiglia”.

25 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Sem os dados acima, acho que nem lerão ou publicarão… só pra acrescentar na podridão ele tem uma espécie de chácara que usam para jogar os “presentinhos” dos seus fãs e esse presentes incluem animais, de todas as raças que só não morrem porque os seguranças do local dão alimentos e água para eles. O povo bate panelas por interromperem seu programa de tv, mas pouco se importam com a educação. O que pra mim, mostra mais burrice ainda!! O Richa, sua esposa, seu filho Rodrigo e a irmã Joana são tão podres que isso é só um tico do mal da escolha política nesse país!

  2. Infelizmente nosso Paraná se tornou o estado mais corrupto do Brasil. Em todos os níveis – Executivo, legislativo e judiciário. Não é à toa que a Lava-Jato teve início aqui. Estamos mergulhados num mar de lama promovido por estas famílias que comando o estado há décadas. Acredito que esteja chegando a hora da “limpeza”.

  3. quero ve a entrevista do francischine

  4. E agora onde é que o Abi primo Beto Richa vai assinar o ponto?

  5. Conheço o Cel. Bondaruk ex chefe da polícia militar, ainda na gestão Pinóquio. Ele desistiu do cargo por causa do Luiz Abi, diz ele que mandava mais que o Cel. E por princípio desistiu.
    Vamos a fundo sobre os combustíveis, aí está a mais escabrosa fraudulência. Requião Filho combustíveis e o Pinóquio sai do palácio da mesma forma que os deputados entraram na assembleia.

  6. Patricia! vejo que você não tem noções da realidade, não são mentiras ,são verdades! acorda para a realidade!Ah!vai estudar!!! muitas palavras erradas!!não é ISMAEL é ESMAEL!!!

  7. Vestidos com a farda da Policia, esses vagabundos, eles não sabem o que é uma escola de policia, tristeza para os policiais que permitiram isso, alias a policia há muito tempo vem permitindo tantas coisas escabrosas, exemplo são os policiais calça curtas, que na sua maiorias tem fichas corridas, são verdadeiros bandidos respondendo processo, e não tem formação para tal função, são muitos por ai.

  8. Todos sabem que um contrato de manutenção de vtrs não aconteceria sem o aval do secretário de segurança. A gestão da sesp que aprovou o contrato das oficinas do Abi com certeza esta sob suspeita. O secr não aceitaria um contrato destes se não tivesse “interesse”.

  9. A QUESTÃO E A LÓGICA BÁSICA É O SEGUINTE: Dar o exemplo BONS não é a melhor maneira de influenciar os outros. É a única. Pois, quando vires um homem bom, tenta imitá-lo; quando quiseres imitar ou se aliar há um homem mau, examina-te a ti mesmo.

    Esmael e demais, é preciso que a pessoa que se coloca na condição de Comandante de uma força policial (NO CASO EM QUESTÃO CÚPULA DA POLÍCIA MILITAR E DA POLÍCIA CIVIL), realmente tenha autêntica liderança diante de seus subordinados, o que, obviamente, não se obtém por decreto, portaria, arrogância, vaidosismo e egocentrismo mas pelas qualidades pessoais, livres de hipocrisia e de erros.
    O bom Comandante Militar é aquele que consegue:
    Influir sobre as idéias dos subordinados;
    Exercer sua autoridade pela admiração;
    Unir seus comandados pela força de um ideal:,
    Solicitar, catequizar e conduzir pelo coração, pela fé, pelo entusiasmo e pela compreensão.
    Agir sem levar em conta interesses subalternos e exigir que seus subordinados também o façam.
    Manter seus subordinados sempre bem informados, ouvindo-lhes a opinião e a orientando no sentido correto sem politicagem.
    Não aceitar nem usar a lisonja política.
    Cumprir fielmente a palavra empenhada para agradar o coletivo e não alguns por política.
    Usar de sinceridade com os subordinados em todas as circunstâncias. Independência política acima de tudo.
    Atender aos imperativos do dever sem apego a posições, cargos ou honrarias e, especialmente, sem se preocupar em ser agradável aos políticos.
    Fazer o que acredita certo e sem receio a injúrias com consequências até de ordem pessoal.
    Dar a cada um o que lhe é de direito livre de pressões políticas. Julgar subordinados e fatos segundo a lei, os regulamentos decorrentes não seguindo só a sua própria consciência.
    Tratar igualmente seus subordinados, obedecendo a um só critério no julgamento de seus direitos e deveres e na concessão de punições e recompensas.
    Usar, de início, de benevolência para com os subordinados, como estímulo à recuperação dos mesmos e não com punições indevidas.
    Confiar em si próprio e conquistar e assegurar a confiança dos seus subordinados para o bem coletivo.
    Pensar em agir sempre coerentemente com os pontos de vista que, ensina e exige, permitindo assim ao subordinado saber “a priori” quais as suas reações diante de problemas rotineiros ou imprevistos dentro da verdadeira realidade das ruas.

    RESUMINDO: Se não queres que ninguém saiba, não faça.

    • Muito interessante o texto.
      Faz lembrar do Coronel que comandou a PM no período de 1961 a 1965 e que conquistou diversos benefícios para seus comandados.Seu principal Projeto foi a construção de moradias populares para soldados, pois eram os que tinham mais dificuldades devido ao baixo salário da época.Mesmo depois de ir para a reserva visitava p Conjunto e dava apoio aos moradores.
      Infelizmente, depois do seu falecimento em 1988, tudo ficou abandonado.

  10. EI FALA SÉRIO, CADÊ VOCÊ? Vem aqui defender teu patrão, ídolo e chefe! Se também tem o nome dele tatuado na bund….?

  11. É impressionante o cinismo que todos estes fatos estão ocorrendo no Paraná e o Beto “fingindo que nada sabia” – se fosse no Japão políticos nestas condições, com vergonha do eleitor cometeria haraquiri. Ontem mesmo na Alemanha em reunião ministerial, dois ministros saíram algemados pela policia por denúncia de corrupção; porque aqui é diferente?

  12. Ismaél, para de publicar essas mentiras deslavadas. Voces perderam a eleição pro Beto e agora estão morreno de inveja e ficam enlamiano a honrra do dos vitoriosos.

  13. Se começarem a soltar os ladrões de banco é menos revoltante do que ver o que está acontecendo hoje com o Paraná. Justiça não existe quando há ricos e influentes cometendo crimes.

  14. NOSSA o que é isso! Não existe nada mais execrável que “delegar” o poder da polícia.
    O que e o quanto há embaixo desse tapete?

  15. Bhá!!! >> Quanta Lameira!!!!!

  16. O DESGOVERNADOR ESTA APENAS COLHENDO O QUE PLANTOU. E A COLHEITA PARECE QUE VAI SER DAS GRANDES PARA O BEM DO PARANA. O BOM MOÇO DA FAMILIA RICHA ESTA SENDO DESMASCARADO E COM ELE A TUCANADA TODA

  17. e´uma tristeza que um corrupto primo do govenador tenha acesso e influência na polícia o paraná virou uma terra sem lei.