É de perder as contas: Gaeco prende mais 16 por corrupção na Receita Estadual do Paraná

gaeco_richa.jpgO Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu na manhã desta sexta-feira (20), na região de Londrina, mais 16 pessoas investigadas por corrupção na Receita Estadual do Paraná.

Dentre os detidos hoje estão o delegado da Receita Estadual, Dalton Lázaro Soares, e o policial civil André Santelli.

Os promotores que cuidam do caso estimam que as fraudes possam ultrapassar os R$ 500 milhões.

Na Assembleia Legislativa, deputados governistas avaliam que a instalação de uma CPI para investigar a corrupção no governo Beto Richa (PSDB) fica cada vez mais “inevitável”.

Os casos de corrupção nas licitações de oficinas mecânicas, de fraude na Receita Estadual e de pedofilia, ao que parece, se entrelaçam porque seriam as mesmas pessoas envolvidas em crimes diferentes.

Daqui a pouco, a partir das 10 horas, ao vivo de Londrina, o Blog do Esmael e a TV 15 atualizam as informações dessas e de outras prisões efetuadas pelo Gaeco com entrevista exclusiva com o promotor Cláudio Esteves.

Abaixo, assista às primeiras explicações do promotor sobre as novas prisões:

Com informações do portal Bonde.

Comentários encerrados.