Corrupção na Receita: “CPI do Brimo” agita a Assembleia Legislativa do PR

O inspetor de fiscalização da Receita em Curitiba, Márcio Albuquerque de Lima, é parceiro de equipe do governador Beto Richa na corrida de 500 Milhas de Londrina. "Aos poucos vai se desvendando uma teia de estranhas relações ligando servidores estaduais e o governador Beto Richa", discursou Requião Filho, autor da CPI do Brimo! na Assembleia.

O inspetor de fiscalização da Receita em Curitiba, Márcio Albuquerque de Lima, é parceiro de equipe do governador Beto Richa na corrida de 500 Milhas de Londrina. “Aos poucos vai se desvendando uma teia de estranhas relações ligando servidores estaduais e o governador Beto Richa”, discursou Requião Filho, autor da CPI do Brimo! na Assembleia.

O vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Requião Filho (PMDB), iniciou coleta de assinaturas nesta terça-feira (10) para instalar a “CPI do Brimo”, que visa investigar esquema de corrupção na Receita Estadual em Londrina.

De acordo com o peemedebista, sete colegas de parlamento já assinaram o pedido para investigar prejuízo que pode chegar a R$ 500 milhões aos cofres públicos do Paraná.

Requião Filho disse ao Blog do Esmael que o ex-secretário da Fazenda, hoje deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB), teria montado uma equipe técnica a partir de indicações políticas de um primo do governador Beto Richa (PSDB) chamado Luiz Abi.

“Temos que investigar a fundo quem é esta equipe política, quem faz parte, e também que força é esta que protegia a quadrilha e quem está por trás do esquema”, afirmou o deputado do PMDB.

De acordo com o Gaeco, um grupo de auditores cobrava propina de R$ 200 mil para dar baixa em dívidas milionárias de empresas, referentes a impostos que deixaram de ser recolhidos.

O parlamentar cita a proximidade entre um dos investigados, Márcio Albuquerque de Lima, com o governador Beto Richa (PSDB).

Quem é Márcio Albuquerque Lima? Por que a Secretaria da Fazenda informou que não sabe sequer onde ele trabalha? O governo não sabia que existia um esquema tão grande de corrupção dentro na Delegacia da Receita Estadual de Londrina?!, disse o deputado Tadeu Veneri (PT), líder da oposição, ao destacar que Lima e Richa são parceiros de equipe e disputam juntos a corrida 500 Milhas de Londrina.

“Aos poucos vai se desvendando uma teia de estranhas relações ligando servidores estaduais e o governador Beto Richa”, discursou Requião Filho.

Assista ao discurso de Requião Filho:

Comentários encerrados.