Após calote, servidores da saúde podem retomar greve contra Fruet

fruet.jpgOs servidores municipais da área da saúde de Curitiba poderão retomar a partir do dia 26 a greve suspensa no início de fevereiro, pois, segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc), a Prefeitura não está cumprindo o acordo que pôs fim à paralisação.

A direção do Sismuc esteve reunida na manhã de hoje com representantes da Secretaria de Recursos Humanos para tentar esclarecer por que os valores resultantes do acordo não constam do contracheques distribuído no final da semana passada.

Segundo o acordo, a folha de março deveria trazer os novos pisos salariais e reajustes retroativos, mas na reunião Caio Zerbato afirmou, em nome da Secretaria de Recursos Humanos, que os novos valores só serão pagos a partir de abril.

Por isso, a direção do Sindicato está convocando os servidores para uma assembleia para o dia 26 de março, às 19 horas, no Centro de Convenções de Curitiba. A pauta é deliberar sobre a retomada da greve na Secretaria de Saúde.

Segundo Irene Rodrigues, coordenadora do Sismuc, “a postura do RH comprova que nunca houve disposição da Prefeitura em cumprir os acordos registrados na ata da negociação do dia 03/02/2015. Essa atitude só reforça a crise de credibilidade dos servidores com a atual administração municipal”.

Com informações do Sismuc.

Comentários encerrados.