Racha na base governista pode dificultar aprovação do pacotaço de maldades! de Richa

Servidores da saúde vão engrossar na terça a greve dos educadores, que paralisam nesta segunda (9) as atividades em 2,1 mil escolas do Paraná. Base governista rachou na Assembleia, o que é um mau presságio para Beto Richa que será alvo de protesto com 20 mil pessoas no Centro Cívico.

Servidores da saúde vão engrossar na terça a greve dos educadores, que paralisam nesta segunda (9) as atividades em 2,1 mil escolas do Paraná. Base governista rachou na Assembleia, o que é um mau presságio para Beto Richa que será alvo de protesto com 20 mil pessoas no Centro Cívico.

Amanhã, segunda-feira, dia 9 de fevereiro, será dia de o Palácio Iguaçu contar “garrafas” na Assembleia Legislativa do Paraná. à‰ quando a liderança governista, comandada pelo deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), tentará aprovar a admissibilidade de transformar o plenário da Casa em comissão geral visando acelerar a aprovação, na terça (10), do “pacotaço de maldades” do governador Beto Richa (PSDB).

Algumas horas após as assembleias de educadores e servidores da saúde terem aprovado a deflagração de greve, por tempo indeterminado, parlamentares e líderes de partidos governistas se apressaram a declarar voto contra a retirada de direitos do funcionalismo. Isso pode criar embaraços para Richa, pois o cheiro da derrota ronda o Centro Cívico. A praça dos três poderes deverá ser tomada depois de amanhã por mais de 20 mil manifestantes, que prometem acampar por ali até quando for preciso.

A questão econômica do calote, a falta de pagamentos pelo governo Richa, deixou de ser central devido a magnitude do ataque tucano contra o Plano de Carreira do funcionalismo. O governo do PSDB quer extinguir os quinquênios e anuênios, além de planejar o assalto de R$ 8 bilhões do fundo previdenciário — o que poderá comprometer o pagamento da aposentadoria e da pensão de milhares de servidores em um futuro não muito distante (coisa de no máximo dois anos).

Pois bem, Richa não terá 100% nos partidos que estão na base de sustentação de seu governo. Líderes do PSD, PDT, PTB e até do PPS anunciaram que não votarão contra os funcionários públicos. O PSC de Ratinho Júnior cuja bancada possui 12 deputados ainda não se manifestou sobre o tema. Já o PMDB fala em fechar questão e enquadrar a bancada na Assembleia (o que será de Romanelli?).

A educação que reúne mais de 130 mil profissionais vai puxar o ritmo da greve. Amanhã não haverá aula para 1,3 milhão de alunos da rede pública estadual. A saúde vai parar na terça e, nos municípios, câmaras de vereadores aprovam manifestos favoráveis ao movimento paredista. Deputados são pressionados em suas residências.

Há um nítido constrangimento nos parlamentares, sobretudo os 19 novatos, que perceberam reajuste de 26% nos salários — equivalente a R$ 25 mil mensais –, mas são convocados a votar projeto que reduz os salários de professores e dos demais servidores públicos. O governador também elevou o próprio salário para R$ 33 mil, o maior do país.

A crise só vale para o funcionalismo público que tem de pagar a conta? Ora, os conselheiros do Tribunal Faz de Contas (TCE) igualmente querem engordar seus vencimentos com mais R$ 4 mil de auxílio-moradia porque eles se acham juízes (quem adivinhar que Richa dará esse privilégio para o órgão que “fiscaliza” as contas ganhará um doce). Eles já têm salário de R$ 26 mil mensais.

Diante da batalha que se avizinha, há uma certeza em todas as correntes: Richa quebrou o Paraná e os servidores públicos não querem pagar essa conta.

54 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I am all new to blogging and certainly savored your blog. Probably I’m likely to bookmark your site . You amazingly have impressive writings. Many thanks for revealing your website page.

  2. Muito boa matéria, mas como cidadão não me restou outra opção de voto, haja vista que o Senhor Beto Richa em campanha sempre dizia que as contas do estado estavam saneadas. Acreditei. E votei, mas minhas opções não eram muito boas. Tinha a opção do Sr. Roberto Requião, que por 08 anos já esteve a frente do Executivo estadual, sendo um franco admirador e apoiador do MST em todas as suas invasões e quebradeiras, tinha semelhantemente a opção da Sra. Gleice petista de carteirinha, e imbuída em sua campanha em se vencedora, acabar com as polícias, com o desiderato de criar uma Polícia municipal para fazer frente a bandidagem . Cada municipio com a sua Guarda civil. Aí esta, fiquei com Richa e vamos ver onde isso vai dar.

  3. O povo Unido jamais sera vencido! Na democracia não existe ditadura quando o povo se manifesta a favor de si mesmo!

  4. Excelente matéria!! Parabéns!!

  5. Greve por tempo indeterminado. E vamos marcar os deputados que votarem contra nós funcionários públicos. Daqui a quatro anos terá eleição novamente. Ai vamos ver quem merece os nossos votos, não é mesmo traiano e romaneli.

  6. Como as coisas mudam rápido…ninguem mais defende o Richa ou a Dilma. Portanto, tá na hora de irem para casa. Quanto ao Fabio Campana, vive disso, quando mudar o governo vai puxar o saco do outro. Só pensa nele, não há ideologia por trás da sua conduta. A ideologia passa pelos R$ no bolso. Tipo Sarney, o amigão da Dilma que votou no Aecio.

  7. Só no Brasil que o líder do governo faz parte de partido da oposição….ô coisa escrota!!!

  8. CPI no endividamento do estado

  9. os professores serao a fagulha que ira explodir esse barril de polvora.Cuidado governador

  10. GREVE SIM NAO PODEMOS SOCAR ALUNOS COMO RICHA QUER 63 EM UMA SALA TEM QUE SER 25 NO MAXIMO

  11. sábado, 7 de fevereiro de 2015
    O PACOTAÇO DO RICHA PREJUDICA A EDUCAÇÃO

    Esse pacote de novos cortes enviado para apreciação da Assembleia Legislativa do Paraná é uma vergonha para nós paranaenses, e os nossos representantes na Assembleia não podem concordar com essa irresponsabilidade de um governo que quer acabar com os direitos adquiridos ao longo do tempo pelos servidores da área da educação do nosso estado, enquanto o governo a toque de caixa aumenta o seu próprio salário, da mesma maneira, quer reduzir os direitos e as poucas vantagens que os servidores da área da educação de nosso estado ainda tem de direito.

    No entendimento a que se refere a Educação, Ela, deve ser vista com responsabilidade pelo nossos políticos, principalmente daqueles que estão exercendo mandato tanto na esfera Municipal quanto Estadual e Federal, temos que investir muito mais nos nossos profissionais da área, para que no futuro possamos ter uma nação de primeiro mundo, isso, só vamos conseguir se tivermos um número expressivo de investimentos na educação, tanto no financeiro quanto no humano.
    Devemos lembrar que esse pacote da maldade do governador Beto Richa, além de estar prejudicando 900 mil alunos que poderão ficar sem aulas nesse inicio do ano letivo, também está prejudicando em todos os sentidos os mais de 70 mil profissionais, entre eles professores e servidores da área da educação do Estado do Paraná.
    Precisamos que os 54 (cinquenta e quatro) deputados estaduais do Paraná, Prefeitos, Vereadores, Presidente de Partido dos Diretórios Municipais e Estaduais, interferem junto ao Governo do Estado para que, esse “pacotaço”, não seja aprovado, agora não é hora de pensarmos em ideologia Política, mas sim, em um contexto maior da nossa sociedade que, neste momento entendo ser a educação e os profissionais da área. Faço um apelo em nome de nossos Professores e Profissionais da Educação, aos Senhores Deputados da nossa região, Douglas Fabricio, Marcio Nunes e outros que receberam votos em nosso município, para que tratem a educação com prioridade e seriedade que tantas vezes desacreditada em nosso país. Confiamos em vocês nas Eleições de 2014, pois, hoje, chegou a hora de nos retribuir, sendo contra a esse pacote de maldade que hoje está sendo imposta.

    Olimpinho
    Diretor geral da Câmara

    Municipal de Araruna

  12. como Beto Richa vai dormir essa noite, mas os deputados que aprovarem, não vão dormir pelo resto de sua vida.

  13. OS 04 DEPUTADOS QUE SÃO Contra o Povo > Elio Rusch ( DEM ) > Romanelli ( PMDB ) > Marcio Nunes ( PSC ) e Nelson Justus ( DEM ) espero que mudem a favor do povo

  14. Amanhã, segunda-feira, dia 9 de fevereiro, será dia de o Palácio Iguaçu contar “garrafas” na Assembleia Legislativa do Paraná. É quando a liderança governista, comandada pelo deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), tentará aprovar a admissibilidade de transformar o plenário da Casa em comissão geral visando acelerar a aprovação, na terça (10), do “pacotaço de maldades” do governador Beto Richa (PSDB).

    Algumas horas após as assembleias de educadores e servidores da saúde terem aprovado a deflagração de greve, por tempo indeterminado, parlamentares e líderes de partidos governistas se apressaram a declarar voto contra a retirada de direitos do funcionalismo. Isso pode criar embaraços para Richa, pois o cheiro da derrota ronda o Centro Cívico. A praça dos três poderes deverá ser tomada depois de amanhã por mais de 20 mil manifestantes, que prometem acampar por ali até quando for preciso.

    A questão econômica do calote, a falta de pagamentos pelo governo Richa, deixou de ser central devido a magnitude do ataque tucano contra o Plano de Carreira do funcionalismo. O governo do PSDB quer extinguir os quinquênios e anuênios, além de planejar o assalto de R$ 8 bilhões do fundo previdenciário “” o que poderá comprometer o pagamento da aposentadoria e da pensão de milhares de servidores em um futuro não muito distante (coisa de no máximo dois anos).

    Pois bem, Richa não terá 100% nos partidos que estão na base de sustentação de seu governo. Líderes do PSD, PDT, PTB e até do PPS anunciaram que não votarão contra os funcionários públicos. O PSC de Ratinho Júnior cuja bancada possui 12 deputados ainda não se manifestou sobre o tema. Já o PMDB fala em fechar questão e enquadrar a bancada na Assembleia (o que será de Romanelli?).

    A educação que reúne mais de 130 mil profissionais vai puxar o ritmo da greve. Amanhã não haverá aula para 1,3 milhão de alunos da rede pública estadual. A saúde vai parar na terça e, nos municípios, câmaras de vereadores aprovam manifestos favoráveis ao movimento paredista. Deputados são pressionados em suas residências.

    Há um nítido constrangimento nos parlamentares, sobretudo os 19 novatos, que perceberam reajuste de 26% nos salários “” equivalente a R$ 25 mil mensais ““, mas são convocados a votar projeto que reduz os salários de professores e dos demais servidores públicos. O governador também elevou o próprio salário para R$ 33 mil, o maior do país.

    A crise só vale para o funcionalismo público que tem de pagar a conta? Ora, os conselheiros do Tribunal Faz de Contas (TCE) igualmente querem engordar seus vencimentos com mais R$ 4 mil de auxílio-moradia porque eles se acham juízes (quem adivinhar que Richa dará esse privilégio para o órgão que “fiscaliza” as contas ganhará um doce). Eles já têm salário de R$ 26 mil mensais.

    Diante da batalha que se avizinha, há uma certeza em todas as correntes: Richa quebrou o Paraná e os servidores públicos não querem pagar essa conta.
    Compartilhe esta informação

  15. Temos que nos manifestar na segunda e continuar vigilantes, se possível fazer o impeachment, pois agora o pessoal da base governista vai começar a pular do Barco Furado e podemos aproveitar este momento para derrubar o playboy.

    • Se está tão ruim, porque ninguém sai definitivamente?
      Assim sobra para professores que sejam realmente professores e não grevistas profissionais.

    • Estarei embarcando para Curitiba logo mais e espero encontrar por lá, alguém que tenha recebido os outros 2/3 do meu salário, porque segundo nosso “amigo”FÁBIO CAMPANA ganhamos em média R$ 8.000,00

  16. companheiros policiais militares temos que lembrar que os professores paranaenses estão reenvidando o correto, e essas reivindicações também envolvem interesses da polícia militar e bombeiros, eles estão lutando contra um ditador que já comentou que o policial militar não pode entrar na pm com curso superior pois nesse caso se tornara uma pessoa insubordinada e avesso a receber e cumprir ordens superiores, não devemos em hipotese alguma nos afrontarmos com nossos amigos e educadores do parana durante essa manifestação, sejamos solidários nessa hora, estamos no interior, não nos envergonhem defendendo apenas um homem que nos ignora como seres humano, reflitam e tenham cautela nos seus atos.

  17. É hora do povo paranaense que vai pagar a conta, com o aumento dos impostos ja imposto por esse Governo, voltar pras ruas e mostrar que pode demitir por justa causa esses politicos se nao defenderem um ensino, segurança e saude de boa qualidade. Para a luta povo Paranaense!

  18. No Brasil existem duas classe politicas: os que se locupletam porque mandam e os que querem mandar para se locupletar. Daí o estado quebra e quem paga a conta é os que obedecem. Muito simples e prático. Vamos todos pagar a conta e pronto.

  19. Amanhã estaremos lá na Assembleia fazendo pressão nos Deputados…parabéns Esmael pelo seu blog, você nos mantém sempre atualizados.

  20. Funcionários cuidado! Certeza que esse mafioso do Beto Richa vai infiltrar bandidos na manifestação.

  21. Esmael, você é o melhor informante e comprometido com os cidadãos do PR. Não importa o político, o partido, está sempre nos atualizando.

  22. Parabéns… além dos excelentes comentários, você é uma pessoa informada, gosto muito de ler o que escreve, principalmente porque você, não tem “rabo preso” com ninguém!

  23. Fábio Campana continua defendendo o desGoverno do Beto Richa. Quanto esse sujeito recebe do Palácio Iguaçu para defender os tucanos?

  24. O Governador gastou demais,- at randmon – para se livrar de um problema, está sacrificando a população. Atos -ARBITRÁRIOS – Desde de o início de sua primeira gestão criou um caos na administração pública. Apertem os cintos . “Os pilotos sumiram”.

  25. Isso e uma pessoa de caráter, que merece estar na politica!

  26. ou os deputados votam contra, ou ficarão sujos com o povo paranaense.

  27. Parabéns pelas matérias que está divulgando!!!! Sou professora e eu sendo ASSALTADA, ROUBADA!!!!

  28. E ASSIM DISSE FÁBIO CAMPANA, DEFENDO DO O CHEFE BETO RICHA:

    “Aos mestres, com carinho
    domingo, 8 de fevereiro de 2015 ““ 13:00 hs. Deixe um comentário.
    Desde ontem, quando publiquei o post que informa que o salário médio do professor da rede pública paranaense, que trabalha 40 horas semanais, é de R$ 8.000,00, recebi um aluvião de e-maile, mensagens e telefonemas de pessoas indignadas. Especialmente de professores que juram que é uma inverdade. Pois bem, dever de ofício, voltei à fonte. Vi os documentos, as planilhas e os gráficos com gente séria. São técnicos da administração, têm acesso aos dados, trabalham sobre essas informações. Eles calcularam o salário médio dos professores com base na folha de pagamentos da categoria. Pois, bem, cá estou novamente com um conjunto de informações que confirmam a anterior e que devem desagradas a corporação dos professores. Imagino a grita, mas que fazer? Os fatos são os fatos. Aqui vamos nós com 12 fatos indiscutíveis.

    Professores

    * Os professores tiveram nos últimos 4 anos um aumento salarial de 60% de salário. O valor pago ao piso salarial era de R$ 2.001,87 em 2010. Hoje é de R$ 3194,74. É o maior aumento da história do Paraná.
    *O salário médio do professor paranaense é de R$ 8.000,00 para 40 horas/aula ““ dessas 14 são para hora-atividade.
    * A hora atividade, uma pauta histórica da Educação, também aumentou: hoje os professores tem 75% a mais de tempo para planejarem suas aulas.
    * Mais de 23 mil professores e pedagogos contratados nesta gestão

    Escolas

    *Hoje há mais dinheiro para manutenção e melhorias nas escolas. E este dinheiro é administrados pelas próprias escolas:
    ““ Entre 2007 e 2010: R$ 209 milhões
    ““ Entre 2011 e 2014: R$ 340 milhões
    *A alimentação está melhor e mais saudável em todas as escolas do Paraná. Os investimentos saltaram de R$ 90 milhões em 2010 para R$ 403 milhões em 2014 para a compra da merenda escolar. Deste valor, R$ 53 milhões foram destinados para comprar alimentos da agricultura familiar
    *O investimento em transporte escolar também se fez presente nos últimos 4 anos: o montante passou de R$ 118,5 milhões em 2010 para R$ 318,5 milhões em 2014

    Escolas especiais

    *Os professores e colégios com alunos com necessidades especiais também tiveram a atenção e o apoio permanente do Governo do Paraná.
    *Mais de R$ 436 milhões destinados às escolas especiais. Igual ao investimento nas demais escolas da Rede Estadual.
    Hoje, isso é lei no Paraná.
    *Só no transporte foram 180 ônibus destinados para o transporte nessas escolas, como é o caso das Apaes.

    E mais

    *No atual governo, foi regularizada a situação de mais de 30 mil professores que concluíram o curso de licenciatura no caso Vizivali
    *Além disso, aumentou também a segurança nas escolas: foi implantada a Brigada Escolar, formada e treinada em todas as escolas, que hoje também são equipadas com novos extintores e sinalização de emergência.”

    • Meu caro, sua fonte deve estar com problemas, minha irmã é professora do Estado a 10 anos tem 2 padrões que somam 40 horas e o salário dela é pouca mais da metade dos R$ 8.000,00 reais que você está tão levianamente divulgando.

    • Senhores além de se manifestarem minha sugestão é que também pressionem o Ministério Publico para averiguar ponto a ponto de tudo o que esta sendo aprovado: aumento dos impostos e o pacote milagreiro da salvação dos cofres vazios, pois há muita ilegalidade inconstitucionalidade nisto tudo, mas todos sabemos que sem pressão a Justiça também não funciona , todos ficam quietinhos subservientes como se nada estivesse acontecendo…

    • Senhor Celso Rocha, nao precisava ir atras de tantas fontes como disse, basta ir no site da APP e tirar a tabela de vencimentos, vera que para ganhar esse valor tem q estar no nivel 3, hoje poquissimos prof estao neste nivel. a maioria esta no nivel 1, pronto, agora refaça suas contas…

    • Gostaria de saber quem recebe meu salário, porque tenho quarenta horas de concurso estou quase me aposentando e não recebo essa quantia.

    • Acho que a pessoa acima não está vivendo em nosso Estado! A Classe que tem bons salários no Paraná são do quadro QPPE e não QPM!
      Outra situação: todos sabemos que os recursos do Fundo Rotativo para as escolas provem do Governo Federal, assim como a merenda escolar! Novamente volto a dizer. agora não é questão de greve por aumento salariais é por manter nosso direito adquirido provindo de uma legislação que o Governador quer passar por cima! São direitos adquiridos que ele está acabando! Férias, Quinquênios e muito mais, que é de direito do servidor público!

  29. Senhores funcionários públicos só não esqueçam do povo que é o que mais sofrem com o mal funcionamento dos serviços a discussão sempre gira em torno do gov e de seus funcionários mas o povo sofre sempre as consequências vamos pegar o desgoverno e não deixar rolar caixinha pros deputados corruptos o homem da mala de dinheiro anda fazendo visitas nas casas de nobres ppolíticos polícia federal neles

  30. Como diz o ditado: “Se der um machado nas mãos de um lenhador e ele cortará lenhas, mas se der o mesmo machado nas mãos de um tirano ele cortará cabeças”.
    Me revolta saber que 55% da população paranaense contribuiu para que o Tirana Beto Richa tenha esse “machado” nas mãos (poder). Além do mais, saber que dos 54 Deputados aproximadamente 89% dos eleitos da ALEP são COLABORADORES DO TIRANO, pois estão do lado do Governo e contra direitos adquiridos.
    Nós tivemos aula com o Beto Richa por quatro anos. Será que não foi suficiente para saber a sua metodologia?
    Os setores públicos do Paraná e seus servidores, especialmente a educação, já estavam em estado de vulnerabilidade social, política e de justiça.
    É triste ter que iniciar o ano letivo na rua, mas não em busca de melhorias na qualidade de ensino e sim na luta contra a tirania do Beto e Richa e seus comparsas, ou seja, em busca da não piora no ensino.
    É inconcebível viver em um país “democrático de direitos” e saber que até mesmo aquilo que já é garantido em LEI, um TIRANO pode a partir de uma canetada passar por cima como se fosse um trator, ou seja, promovendo os seus “tratoraços”.
    O processo de ensino/aprendizagem é um ciclo que desencadeia suas benéficas ou mazelas em sala de aula. A qualidade de trabalho, de ensino, a disponibilidade de recursos e garantia direitos também fazem parte de todo esse processo.
    Assim:
    “A aula de 2015 começa na rua. Beto Richa, A CULPA É TUA!!!

  31. Como pai, cidadão e empresário, apoio a greve dos professores. Não podemos pagar cada vez mais impostos e não ter o mínimo de organização e qualidade na gestão do estado. Se o Paraná está quebrado foi por má administração porque a arrecadação aumentou. Nós não podemos pagar por isso.

  32. MILAGRE EM BRASÍLIA                   

    O deputado federal José Antonio Reguffe (PDT-DF), que foi, proporcionalmente, o mais bem votado do país com 18,95%dos votos válidos do DF, estreou na Câmara dos Deputados fazendo barulho.

    De uma tacada só,
    Abriu mão dos salários extras que  os  parlamentares recebem (14°e 15° salários),
    Reduziu  sua verba de gabinete e o número de assessores de 25 para apenas 9.

    E tudo em caráter irrevogável (nem se ele quiser poderá voltar atrás).

    Além disso, reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado “cotão”. Os R$ 23.030,00 que teria direito por mês, reduziu para R$ 4.600. Abriu mão também de toda verba indenizatória, de toda cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia,
    Sozinho, vai economizar aos cofres públicos mais de R$ 2,3 MILHõES (isso mesmo R$ 2.300.000,000) nos quatro anos de mandato.
    Se  os outros 512 deputados seguissem o seu exemplo, a economia aos cofres públicos seria superior a R$ 1,2 BILHãO.
    “A tese que defendo e que pratico é a de que um mandato parlamentar pode ser de qualidade custando bem menos para o contribuinte do que custa hoje.

    Esses gastos excessivos são um desrespeito ao contribuinte.

    Estou fazendo a minha parte e honrando o compromisso que assumi com meus eleitores”, afirmou Reguffe em discurso no plenário.

    Todos deveriam seguir esse exemplo.
    Repasse…faça sua parte, pois a dignidade deste Sr. José Antonio
    Reguffe é respeitável, louvável e exemplar. Mais informações na ISTO É:
    http://www.istoe.com.br/assuntos/ entrevista/detalhe/104706_UM+ HOMEM+FICHA+LIMPA

    Obs.: O deputado Reguffe é filho de um oficial de Marinha, falecido.
    Vale a pena  Dar  a maior divulgação, para mostrar que ainda há esperança.

    • Concurso público, deveria valer também para os políticos, acabaria com todos estes problemas: injetar dinheiro em institutos de pesquisa, compra de votos,financiamento de campanhas aluguel de jatinhos etc..etc.. a velhas mídia e o judiciário também já estão comprados á muito tempo. O Brasil já está quase todo vendido, principalmente nos estados onde os tucanos governam. Lá se foi a Telepar, Banestado e Sanepar o próximo alvo é a Copel e a derruba da Dilma p/ entregar o pré-sal ao americanos. Acorda povo vamos perder tudo o que é nosso.

  33. O governador Beto Richa e os deputados não terão opção. Ou rejeitam esse projeto, ou não terão paz. Enfrentarão uma greve sem precedentes do funcionalismo público do estado do Paraná, serão hostilizados e levarão para sempre uma marca extremamente negativa nos seus respectivos currículos.

    • Cada deputado tem a possibilidade de incluir em sua biografia a honra de ficar ao lado dos servidores estaduais ou a vergonha de cumprir ordens de um pequeno ditador, usurpando direitos adquiridos por homens e mulheres paranaenses (inclusive aposentados e pensionista)

  34. É o momento de todas as categorias fazerem frente a este ataque neoliberal corsário, que tem o intuito de destruir todas as conquistas dos servidores, obtidas com sangue, suor e lágrimas de muitos!
    O que acontece no litoral é humilhante! Vários policiais e bombeiros tendo que pousar e comer de favor nas casas de pessoas, que penalizadas e sabedoras do valor do trabalho destes heróis, procuram ajudá-los da melhor maneira possível.
    E ainda assim sem as mereceidas diárias. Portanto, o que querem é que os policiais passem a realizar seu valioso trabalho como voluntário!!!
    Daqui a pouco, ele compra um “kit limpeza para cada escola colocar nas salas de aula, e cada professor e professora vão usá-los limpando as salas!!! VOLUNTARIAMENTE, SEM RECEBER NADA POR ISTO, E TIRANDO O EMPREGO DOS AGENTES EDUCACIONAIS I !!!
    Couro nesta gente, pessoal!

  35. Hoje ninguém conhece a força que estava adormecida, que foi estampada na mobilização dos professores, foram tantas tiranias, de tanto apanhar se levantaram. Despertaram um monstro de força, os pulhas fisiológicos de sempre, agora se voltam contra o criador, Richa vai ficar isolado, perdeu o crédito e a força, a derrota deles deve ser implacável, para nunca mais ser esquecida, é hora de vingar o 30 de agosto, que eles sejam a parte vencida, todos a greve geral e irrestrita, abaixo a politica maquiavelista dos RICHAS e dos DIAS…fora tirano…

  36. Parabéns pela matéria é um resumo claro do que está acontecendo, a sociedade precisa saber. Obrigada.

  37. Parabéns pela matéria. Segunda o paraná vai parar, os deputados e o nosso governador “playboy” vão perceber que a força do povo não é só na hora do voto.

  38. com o governo quebrado e o betinho não podendo dar uns mimos pros deputados a lógica é ser uma “oposição temporária” até o betinho molhar a mão dos deputados .

  39. Eu só não sei como este (des)governador pode dormir socegado!

    • Dorme pq é apenas uma engrenagem nessa maquina montada para assaltar o Estado do Paraná. Acho que a esta (con)gestão organizada para roubar o Estado não esta levando em consideração a questão política e somente o dinheiro no melhor estilo lernista.

  40. Parabéns pelas excelentes e verdadeiras matérias! Vivemos um momento em que o governo, além de estar tentando acabar com nossos direitos, também está mostrando o seu lado sujo, nos denegrindo através da Internet. Mais uma vez, parabéns!

    • A CRISE ECONÔMICA DO PARANÁ, OU A LÓGICA DA MENTIRA?
      *José Pardinho Souza
      A crise econômica simulada pela elite governante do Paraná tem sido discutida sob vários ângulos, interpretada por diferentes lentes ideológicas e as soluções apresentadas são muito variáveis e duvidosas. O problema motivador é: Como explicar que o Estado mais rico do Brasil chega a este estágio? E por que o peso maior dessa crise está recaindo sobre aqueles que vivem do seu trabalho, principalmente os funcionários públicos e os setores mais empobrecidos da população?
      A história do rico Paraná poderia satisfazer a todas as expectativas do povo desta terra e desta gente por ser o celeiro brasileiro. Será que está ocorrendo no Estado do Paraná é por acaso ou há forças humanas fazendo com que os fatos aconteçam? A leitura histórica nos leva a crer que a equipe administrativa deste Estado é adepta das teorias da conspiração ou está colocando em prática as ideias dos teóricos absolutistas. Se a crise de fato existe fica então a pergunta é: onde ficou capacidade gerencial divulgada antes das eleições? Será que ações como esta não seria como vender um falso produto?
      No período absolutista Maquiavel aconselhou os governantes de sua época a fazerem o mal de uma vez só e o bem deveria ser feito a conta gotas. A ideia era diminuir as resistências quando precisassem aplicar medidas impopulares e render ao máximo os efeitos de medidas positivas.
      O governo do Paraná se elegeu prometendo melhorar a qualidade de vida, mas logo que assumiu anunciou tomar medidas duras, como contenção de despesas, aumentos de impostos e outras que tais. Isso é Maquiavel adaptado a falsa democracia de acordo a interpretação neoliberal.
      Quem acompanha a história política brasileira percebe claramente que é uma regra na “negação da ética” dos políticos se elegerem prometendo mais aos pobres, mais segurança, mais saúde e mais educação, mas logo após eleitos adotam medidas que não são exatamente as anun¬ciadas. Usando a máscara ideológica justificativa que são necessárias. Por esta razão, mas mascarar a verdade empregam o termo “ajuste”, que as reduz a um conserto técnico, a um acerto no maquinário, a algo que afeta os meios, mas sem perturbar os fins. Os fins justificam os meios. Maquiavel se encarnou num nome e num lugar no Paraná.
      A sede do Governo do Paraná que deveria ser um exemplo de administração pública para os demais cidadãos do Estado e de todo Brasil, no entanto o governo paranaense conseguiu uma façanha pouco frequente na história política brasileira: colocar os piores gerentes na direção das secretarias e autarquias. Consequências: os secretários e gerentes sob o comando do governador e com apoio dos deputados da base aliada conseguiram apresentar para o povo as maiores e truculentas operações administrativas jamais vistas nos registros da história paranaense. Como conseguiram esconder uma crise durante quatro anos? Será que estas crises foram orquestradas pelas instituições que deveriam barrar o caos administrativo, ou simplesmente contribuíram para uma aparência de legalidade?
      É estranho, mas esse engodo foi a astúcia que permitiu que atual governo fosse reeleito. É inexplicável que muitos dos homens que fabricaram o desastre foram chamados agora para retomar as rédeas de postos chaves e com a missão de reparar, ao custo do bem estar da população, as consequências do caos que eles mesmos produziram. É justo?
      Há uma certa orquestração, muito bem alimentada por alguns meios de comunicação social, que coloca como elemento principal da crise o desempenho do Estado e aponta como fórmula mágica a política de privatização, cortes dos salários dos trabalhadores dentro do funcionamento pleno e livre das leis do mercado. Os neoliberais são seguidores modernos da teoria da conspiração. Produzem a desgraça e depois se apresentam como salvadores da pátria.
      Haverá sempre aqueles que vão sendo excluídos ou colocados em situação subalterna e dependente para que a elite recupere o caos que eles sabem muito bem criar.
      Nos últimos meses, as vítimas desse sistema são funcionários do Estado das diferentes áreas. A elite governante do executivo e legislativo vem culpando os trabalhadores como os responsáveis pelo descalabro econômico do Estado do Paraná, procuram encobrir a perversidade da incompetência administrativa e omitem suas próprias culpas. Apresentam-se, ao contrário, como benfeitores dos seus semelhantes. Muitos até acreditam que realmente encarnam esse papel.
      Os trabalhadores não podem e nem devem pagar com o preço a própria vida com cortes de suas conquistas que duraram décadas para os avanços. Ninguém se torna funcionário público por brincadeira, vendem a sua força de trabalho como formas de sobrevivência.
      Então o que fazer? Há como mudar isso? Se qui¬sermos viver sem o preceito de Maquiavel, a saída não é ter mais moral, mas mais racionalidade Maquiavel mostra bem os limites da moral na Política. O eleitor paranaense precisa sair da ilusão de consumidor que escolhe o produto mais apetitoso, de aparência e passar a ser cidadão, isto é, sujeito ativo da vida política, responsável por ela. Essa é a grande questão: o que o eleitor pode e quer, não o que o candidato prometeu e faz ou deixa de fazer.
      É importante lembrar que a utopia de uma nova sociedade não esmorece, as esperanças se alimentam na luta e na fé, e a caminhada prossegue, apesar dos duros obstáculos.

      *Filósofo e Teólogo ““ professor de filosofia e história

      • Comecei a ler o texto mas resolvi para já na terceira linha. O texto já começa com uma mentira então, para mim, não merece credibilidade. Desde quando o Paraná é o estado mais rico do país?