Presidente da APP-Sindicato defende greve geral dos servidores para barrar o desmonte do Estado

Em meio a uma crise sem precedentes no governo do Paraná, os servidores públicos se mobilizam para defender seus direitos e o próprio Estado do desmonte promovido pelo governo Beto Richa (PSDB). Nesse cenário, o presidente da APP Sindicato, Hermes Silva Leão, defende em artigo exclusivo para o Blog do Esmael, a Greve Geral para barrar a sanha destrutiva do governo Beto Richa(PSDB)!. Leia abaixo.

Em meio a uma crise sem precedentes no governo do Paraná, os servidores públicos se mobilizam para defender seus direitos e o próprio Estado do desmonte promovido pelo governo Beto Richa (PSDB). Nesse cenário, o presidente da APP Sindicato, Hermes Silva Leão, defende em artigo exclusivo para o Blog do Esmael, a Greve Geral para barrar a sanha destrutiva do governo Beto Richa(PSDB)!. Leia abaixo.

Greve Geral! Barrar o desmonte da Escola Pública no Paraná

Professor Hermes Silva Leão*

Só a mobilização imediata com uma GREVE GERAL por tempo indeterminado poderá barrar a sanha destrutiva do governo Beto Richa(PSDB) sobre a educação do Paraná! Ele foi eleito Governador, não Imperador!

Os(as) Trabalhadores(as) em Educação Pública do Paraná, através da APP-Sindicato, vem há décadas lutando intensamente pela ampliação de seus direitos, por melhores condições de trabalho e consequentemente por uma escola pública de mais qualidade. Juntamente com colegas educadores(as) de todo o Brasil reunidos na CNTE !“ Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, travamos uma luta por um sistema público de educação e por valorização dos profissionais da Educação que remonta aos tempos do Brasil imperial.

Assim pensando, lutando e resistindo, avançamos coletivamente nos últimos anos em conquistas importantíssimas como: Planos de carreira de Professores(as) e Funcionários(as), equiparação salarial do magistério !“ não faz tempo os professores recebiam salários muito mais baixos que os demais servidores aos quais também é exigido nível superior para ingresso no mundo do trabalho público paranaense !“ 1/3 de hora atividade para professores(as) !“ tempo destinado ao trabalho docente fora da sala de aula – eleição para diretores(as) de escolas, além de manter uma luta permanente pelos direitos de uma aposentadoria digna depois de uma vida laboral dedicada aos fazeres do ensino-aprendizagem das gerações.

A reeleição em primeiro turno do governador do estado promoveu uma verdadeira guinada no comportamento de um político que afirmou com todas as letras que não mediria esforços para a valorização da escola pública e de seus Educadores. Em debate com os demais candidatos na APP-Sindicato no dia 19 de agosto, durante a campanha eleitoral, assumiu compromissos com uma pauta extensa que estava até agora em processos de debates, em grupos de trabalho, construção esta que vai por terra com as ultimas medidas adotadas.

Foram inúmero ataques até agora:

– Cancelamento do processo de eleição dos diretores e diretoras das escolas !“ o governador juntamente com um grupo de deputados estadual, desfez a própria resolução que havia desencadeado todo o processo. As escolas já tinham realizado assembleias, eleito comissões eleitorais e chapas já haviam se inscrito para o pleito marcado para o final de novembro/2014.

– Tarifaço final de ano !“ Além de penalizar toda a população paranaense com aumentos do IPVA, e a tarifa de ICMS de mais de 95 mil produtos, atacou a previdência pública, taxando em 11% o salário dos aposentados do estado bem como criou o fundo complementar para os futuros servidores públicos, estes fundos tem sido criticados mundialmente especialmente pela insegurança que geram quanto ao futuro pois quebra princípios caros na cultura previdenciária brasileira como o da solidariedade entre ativos e inativos.

– Impedimento de matrículas para 6!º anos do Ensino Fundamental e 1!º ano do Ensino Médio em muitas escolas de pequeno porte, especialmente as escolas do campo, em curto período em escolas estarão fechadas para sempre, novamente sem ouvir a comunidade escolar nem os diretores.

– Decretos da posse !“ Não bastasse os mais de 20 projetos de lei do pacotaço, em plena data da posse o governador anuncia um conjunto de decretos que promovem uma não assumida reforma de estado.

Outras dívidas com a Educação:

– 29 mil professores(as) PSS !“ contratados temporários !“ com atrasos de pagamento, sem acertos da rescisão, demitidos sumariamente.

– 10 mil funcionários(as) de escola afastados com a promessa de corte de 30 % deste efetivo !“ as escolas do Paraná carecem de mais funcionários(as) para atender adequadamente os(as) estudantes.

– Não pagamento (conforme o governo anunciara) de 1/3 das férias !“ cerca de R$ 150 milhões.

– Não pagamento de promoções e progressões de professores(as) e funcionários(as) durante todo o ano de 2014, direito esse garantido pelos Planos de Carreira dos dois segmentos. Essa dívida já soma 90 milhões.

– Atraso sistemático no repasse de parcelas do fundo rotativo !“ esse recurso são utilizados para a manutenção e pequenos reparos nas escolas.

– atrasos do pagamento de convênios com escolas, entidades da educação especial, escolas itinerantes da reforma agrária.

– cancelamento da distribuição de aulas feitas em dezembro.

– Retomada de portaria antiga sobre o porte de escola !“ portaria esta que reduz horas para direção das escolas, número de pedagogos e pedagogas, funcionários(as) em número insuficiente para manter as escolas em condições de atender adequadamente os(as) estudantes.

– Superlotação de alunos(as) em salas de aulas.

Não bastasse todo o DESMONTE que denunciávamos como o caos instalado na educação do Paraná, veio mais um pacote de maldades divulgado nesta quarta-feira pela ALEP !“ Assembleia Legislativa do Paraná!

As mensagens de lei 01/2015 e 02/2015, enviadas pelo governador Beto Richa, se aprovadas pelos deputados(as), promoverão um tão retrocesso nas escolas que não serão recuperados senão em longo prazo. Gerações serão penalizadas com a precarização da escola pública.

Essas mensagens promovem um ataque com retirada de direitos de todos os segmentos dos Trabalhadores(as) em Educação, inclusive os(as) aposentados(as).

GASTOS DO ESTADO !“ Temos avaliado que a crise financeira do Paraná, passa principalmente pela péssima gestão desta área no governo Richa. Retrocessos na transparência tornam cada vez mais difícil estabelecer uma avaliação adequada e mais precisa. Porém ações governamentais apontam a opção clara deste governo neoliberal, promover estado mínimo com enriquecimento da parcela encastelada no poder: mais de R$ 400 milhões, em publicidade e propaganda, aumento de mais de 4.000% em processamento de dados, rompendo a política de software livre; aumento de 295% para salários dos cargos comissionados; antecipação de receitas extraordinárias que farão faltas futuramente; renegociou precatórios.

Assim sendo, com o agravamento da crise generalizada no interior das escolas paranaenses, iremos para a assembleia estadual no sábado(07), em Guarapuava, num consenso preliminar de que não há mais um dia sem iniciar a greve geral.

O esforço e a pauta central da greve será exatamente lutar para derrotar este pacotaço de desmonte geral dos direitos dos(as) TRABALHADORES(AS) EM EDUCAà‡àƒO bem como barrar o DESMONTE ORGANIZATIVO E ADMINISTRATIVO DAS ESCOLAS.

*Hermes Silva Leão, professor de Educação Física e Pedagogo, é Presidente da APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná

32 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. NA DA PARA ENTENDER FALA QUE ESTADO PARANA, ESTA ROMBO EM SUAS FINANÇAS, MAIS DESDE DIA PRIMEIRO JANEIRO O SALARIO DE BETO RICHA, FOI AUTOMATICAMENTE AUMENTADO DE R$ 29,4 MIL PARA 33.7 MIL MAIOR SALARIO GOVERNADOR BRASIL, QUEREM ACABAR COM PARANAPREVIDENCIA, TEM FUNDO PREVIDENCIA, QUE SERVE COMO POUPANÇA PARA FUTUROS APOSENTADOS. ELE E SUPERAVITARIO E TEM ATUALMENTE R$ 8 BILHOES EM CAIXA. RICHA QUER SACAR ESTE DINHEIRO QUE E DOS INATIVOS, PARA TAPAR O ROMBO FINANCEIRO DO ESTADO. E DESTA FORMA ACABA COM APOSENTADORIA DOS SERVIDORES. UM DESGOVERNO QUE NAO SABE GOVERNAR UM ESTADO QUE E QUINTA MAIOR ECONOMIA BRASIL. BEM FEITO PARA POVO PARANANENSE QUE VOTOU BETO.

  2. TEMOS QUE ENFRENTAR ESTE TIRANETE COM AS ARMAS QUE DISPOMOS! ELEGERAM ESTE MOLEQUE PRÁ GOVERNADOR, JAMAIS COM IMPERADOR! SUJEITO DECRÉPITO!

  3. tropa de ladrão filho das putas assaltam o povo e agora querem tirar das costas do povo como sempre os desvios e corrupção em todas as esferas deste país , o povo não aguenmta mais e naõ pode arcar com as mazelas destes individuas incompetentes de ma fé de vagabundos de politicos sem compromisso com o povo e com a sociedade, e povo tem a sua parcela de culpa por eleger vagabundos que n~~ao tem responsabilidade alguma com a sociedade.

  4. Tamanha maldade só poderá ser aplacada com a Greve Geral!Estamos na Luta!

  5. No Hospial mais de 80 funcionários manados em bora sabem por ue traiano não é mais o dono da empresa que ganhou alicitação… tratoraço em todos os níveis

  6. O governador do Paraná está tratando os professores da rede pública como seus oposicionistas. Esse governo deve ter esquecido que um dia ele também foi aluno, talvez não tenha sentado em um banco de escola pública, porque sabe-se lá se o pai dele não meteu a mão nos cofres públicos para dar a educação péssima que ele tem. Esse governo não é só mentiroso é corrupto traiçoeiro, caloteiro e mau caráter, por isso ninguém ou a maioria do povo paranaense não sabe se quer qual é o nome dele.

  7. Agora é hora nos unirmos contra todas as barbáries desse governo, não importa de que lado votou estamos todos ferrados, até os eleitores que votaram nele, funcionários do estado ou não, povo paranaense é hora de darmos um basta em tudo isto, Greve já

  8. A Educação.
    A educação é sequenciada e o ensino básico, ensino fundamental, ensino médio e ensino superior, dependem um do outro. Sendo assim, a educação deveria ser unificada e não deveria haver separação entre as esferas administrativas. É inadmissível um professor ser diferenciado do outro simplesmente por que um atua no município e o outro no estado, diante disto, acredito que todos os professores deveriam ser tratados com igualdade e para isto faz-se necessário à federalização da educação.
    Sou a favor das paralisações, mas os nobres colegas professores do estado também deveriam defender a educação em nível de município e jamais esquecerem que seus filhos, netos, e afins estão sobre os cuidados destes heróis municipais que engolem tudo guela abaixo pelo simples fato de não quererem problemas para suas vidas.
    Alguma coisa esta errada e esteve errada durante muito tempo! As leis educacionais são as mesmas em todas as esferas, mas alguns maus feitores da política que em prol de votos aproveitaram-se para se beneficiar de uma classe que por sua vez é dividida em professores da rede publica e professores da rede privada, além da divisão em professores da rede municipal, professores da rede estadual e professores de nível superior.
    Quanta incoerência para com a educação e se refletirmos bem a fundo são possíveis observar que esta havendo um pouco de egoísmo por parte de alguns colegas do setor da educação.
    Agora é preciso união para corrigir os erros do passado e unificar a classe de professores das diversas esferas administrativas.
    Pensar, refletir, argumentar, fundamentar, entre tantos outros verbos que poderiam aplicar-se acerca da reflexão sobre a educação deveria ser levados em consideração para a defesa da educação de qualidade e para a valorização do processo educacional como um todo.
    Reflexão, reflexão, reflexão…palavra significante para dar significado e de extrema importância para todos aqueles responsáveis em definir os passos futuros da educação.

  9. Acabou a história, do.. eu votei no fulano, você no ciclano, o outro no alano e outro no beltrano, esta todo mundo levando chumbo do governo, quem votou errado paciência, vamos consertar isso agora, com uma bela resposta ao governo Richa, quem esta organizado que vá para as ruas e pare tudo de vez, é agora ou nunca…

  10. O POVO O COLOCOU LÁ, O MESMO POVO PODE E DEVE TIRÁ-LO DE LÁ. QUANDO NÓS CIDADÃOS RESPONSÁVEIS POR NOSSOS ATOS NOS APOSSARMOS DE NOSSA FORÇA E NÃO ESPERAR QUE OUTROS LUTEM POR NÓS TUDO PODE SER FEITO. VAMOS FAZER COMO NA ARGENTINA, LÁ NINGUÉM FICA DE BRAÇOS CRUZADOS QUANDO TEM RAZÃO. CHEGA DOS BRASILEIROS SEREM TÃO PASSIVOS. VAMOS A LUTA, O MAL VEM DE CIMA PRA BAIXO. IMPITIMAN NA DILMA E NO BETINHO JÁ.

  11. EU FICO TRISTE PELOS PROFESSORES E POR TUDO OQUE ESSE CRAPULA ESTÁ FAZENDO MAS COMO BOM PARANAENSE DEVO LEMBRAR QUE OS ELEITORES DO PARANA SABIAM DAS CAGADAS DO HOMEM E MESMO ASSIM ELEGERAM O CARA NO PRIMEIRO TURNO.

  12. Essa é a hora de realmente mostrar união e entrar em greve geral por tempo indeterminado. Aqui na região de Umuarama, minha cidade é cerca de 45 km estamos todos mobilizados para uma greve já.
    A APP já passou da hora de tomar providencias sérias a respeito. Vamos fazer valer nossos direitos.

  13. Pessoal, vamos assinar e ajudar a dar início ao PROCESSO DE IMPEACHMENT CONTRA GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, BETO RICHA (PSDB) ) por descumprir a Constituição, onde não cumpriu o índice mínimo de 12% de receita do governo do estado na saúde nos anos de 2011, 2012, 2013 e 2014. Bem como requerem a criação de uma CPI para apurar as razões de não estar pagando as contas do estado, por não pagar os direitos dos policiais militares, não pagar direitos dos funcionários públicos, por não cumprir os acordos com transporte coletivo, por aumentar o próprio salário estando em crise de caixa. por que autorizou pagamento de aluguel de 8 (oito) veículos pagando uma verdadeira fortuna. Para apurar ainda onde foi parar a arrecadação do Estado e os motivos que a receita não está sendo suficiente para cobrir as despesas, bem como as razões de do Estado não ter dinheiro para honrar os compromissos. Para apurar todas as irregularidades que vem sendo noticiado na mídia. Para apurar finalmente se houve ou não desvios de recursos do tesouro público para outros fins. URGENTE.
    Link do site para assinatura:
    https://secure.avaaz.org/po/petition/AO_DEPUTADO_TADEU_VENERI_ALEP_ASSEMBLEIA_LEGISLATIVA_DO_ESTADO_DO_PR_ABERTURA_URGENTE_PROCESSO_DE_IMPEACHMENT_DO_GOVERNA/

  14. LONDRINA E REGIÃO DEVE ESTAR FELIZ PELO GOVERNADOR QUE ELES ELEGERAM. ESTA AI O RESULTADO. TODO O PARANA PAGA.

  15. Greve geral já, ou continuaremos a caminhar passivamente para o matadouro? Vem tratoraço por aí moçada !!! Vamos fazer o chão tremer na Alep !!!

  16. Nós professores de São Mateus apoiamos a Greve Geral, como iremos pagar nossas contas? Como vamos atender bem nossos alunos? A classe que forma cidadãos é a mesma que sofre hoje pelo desmonte de condições de trabalho. Em nossa cidade foi confirmada a abertura de uma turma de 70 alunos e ainda com um aluno deficiente físico que necessita de atendimento especial. O direito dele e dos outros não serão cumpridos! Precisamos da ajuda de toda a comunidade escolar: Professores, pais, alunos… A educação paranaense pede socorro!

  17. Sou funcionário publico a trinta e sete anos, não aposentei por amor ao serviço. Mas hoje, fico triste em saber que estamos sendo roubado em nossos direitos, direitos estes adqueridos ao longo dos anos. Senhor governador e senhores deputados, se o governo não pode dar nada, ao menos não retire o que é nosso de direito. GREVE GERAL JÁ, e vamos mobilizar para tirar este almofadinha do governo. E Volta REQUIÃO!!!!!

  18. GREVE GERAL JÁ. NO DIA 09/02 NÃO HAVERÁ AULA NAS ESCOLAS ESTADUAIS DO PARANÁ. FORÇA APP, FORÇA PROFESSORES(AS) E AGENTES EDUCACIONAIS.

  19. Boa tarde, tem tantas colocações em questão de legalidade dos professoresentrarem em greve, pela questão das 72 horas, fica a pergunta no ano passado, os professores voltaram da greve na condição de ficarem em ESTADO DE GREVE,se o governo do Estado não cumprisse as reivindicações, portanto por que esperar por 72 horas após a Assembleia em Guarapuava, será que o sindicato não acompanhou o que aconteceu no ano passado, esta assembleia deveria ter sido feita em Dezembro de 2014, para defender os PSS. Pessoal do sindicato esta dormindo de toca ……

  20. O governador e seu bando, são as pessoas medíocres e sem caráter, pois não cumprem com o que prometem…

  21. 4 mil reais de auxílio-moradia para juízes. 350 milhões para os acionistas da Copel. E para os professores nada. Beto Richa tem que ser afastado do cargo por improbidade administrativa. Também deveriam ser afastados todos os deputados que aprovaram os pacotes contra o povo do Paraná. Greve Geral já!

  22. Professores e funcionários do Colégio Estadual TIMBU VELHO, Campina Grande do Sul, são 100% favoráveis à greve.

  23. Greve já!!! Todos devemos nos unir em prol desta causa!

  24. O caminho para acabar com a imagem do governo é a greve. Vamos ver se a APP tem capacidade de mobilização.

    • Não queremos que essa responsabilidade de mostrar a indignação ao retrocesso no País seja somente da educação, por isso todos devemos nos unir e nos manifestar, repudiar,as péssimas administrações que temos. Nosso País não seria esse miserável se não tivesse essa praga chamada CORRUPÇÂO.

  25. AQUI EM ANTONINA NO COLÉGIO PROFESSORA MARIA ARMINDA O CAOS ESTÁ INSTAURADO SEM FUNCIONÁRIOS,SEM MERENDA SEM MATERIAL DE EXPEDIENTE E DEVENDO PARA O COMERCIO LOCAL, BETO DEPOSITE O DINHEIRO DAS ESCOLAS

    • Um governo que não prioriza a educação não merece o apoio das famílias paranaenses. Convoco os copelianos, celeparianos, saneparianos, policiais e todos os demais paranaenses para a Greve Geral contra Beto Richa e deputados que votaram contra os interesses do povo do Paraná.

    • Sem merenda? Na escola q trabalho não tem gás pra produzir a merenda e nem papel higiênico pra irmos ao banheiro. tá um absurdo isso