Palácio Iguaçu escala comissionados para enfrentar servidores efetivos nas galerias da Assembleia

Publicado em 6 fevereiro, 2015
Compartilhe agora!
Charge de Simon ilustra bem a preocupação do governo Richa com os servidores públicos estaduais. Palácio Iguaçu determina que os comissionados atuem na segunda-feira 9 como bucha-de-canhão nas galerias da Assembleia durante as votações que retiram direitos dos trabalhadores. Estratégia política genial ou irresponsabilidade?
Charge de Simon ilustra bem a preocupação do governo Richa com os servidores públicos estaduais. Palácio Iguaçu determina que os comissionados atuem na segunda-feira 9 como bucha-de-canhão nas galerias da Assembleia durante as votações que retiram direitos dos trabalhadores. Estratégia política genial ou irresponsabilidade?

O governo de Beto Richa (PSDB) não está prosa, segundo informações repassadas por um orelha seca do Blog do Esmael instalado no Palácio Iguaçu.

A ordem palaciana é para que os ocupantes de cargo em comissão enfrentem os servidores efetivos nas galerias, já na segunda-feira, dia 9, durante a votação da admissibilidade de comissão geral na Assembleia Legislativa.

Ou seja, os comissionados serão utilizados como bucha-de-canhão pelo governo Richa para garantir a aprovação de projetos que reduzem salários dos funcionários públicos estaduais.

Pelo script governista, o tratoraço! será acionado na segunda, mas completará o serviço! na terça pelos deputados estaduais que reajustaram este ano seus salários em 26% e planejam reinstituir aposentadoria complementar para eles.

Por que o governador tucano não reduz seu próprio salário, o maior do país, que também teve um aumentão no mês passado?

Por que não proíbe os secretários de acumularem jetons de estatais, como Copel, Sanepar, etc., o que os fazem engordar os salários em mais R$ 10 mil por mês? (Caso dos titulares da Educação, Fernando Xavier, e da Fazenda, Mauro Ricardo).

Por que não diminui os vencimentos dos comissionados?

Por que Richa não abre mão de sua aposentadoria que usufruirá em futuro não muito distante em nome do bom exemplo?

O governo antipopular e antipovo de Beto Richa quer reduzir os salários servidores e ataca a educação, mas reajustou a água, a luz, IPVA, pedágio, ICMS dos materiais escolares e combustíveis, enfim, vem arrancando o couro dos paranaenses com sucessivos tarifaços.

Compartilhe agora!

Comments are closed.