Hermes Leão: Greve na educação do PR vai mobilizar 100 mil na quinta”

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, em artigo especial para o Blog do Esmael, informa que a categoria vai mobilizar 100 mil educadores e servidores nesta quinta-feira, dia 19, em atos públicos em mais de 30 cidades do Paraná. Segundo o dirigente da maior entidade sindical do estado, a greve nas 2,1 mil escolas continua até o governo Beto Richa atender à  pauta de reivindicação da categoria.

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, em artigo especial para o Blog do Esmael, informa que a categoria vai mobilizar 100 mil educadores e servidores nesta quinta-feira, dia 19, em atos públicos em mais de 30 cidades do Paraná. Segundo o dirigente da maior entidade sindical do estado, a greve nas 2,1 mil escolas continua até o governo Beto Richa atender à  pauta de reivindicação da categoria.

Hermes Leão*

O enfrentamento visto na primeira semana da greve da Educação Pública no Paraná é a resposta da categoria e da sociedade paranaense à s medidas autoritárias que o governo Beto Richa (PSDB) impôs à  educação e ao conjunto dos servidores do estado.
Foram centenas de atos regionais, atos estaduais e ocupações da Assembleia Legislativa. Tal empenho e mobilização dos(as) trabalhadores(as) em educação, em conjunto com diversas categorias dos(as) servidores(as) e movimentos sociais organizados, levou a uma importante vitória: a retirada dos projetos de lei que atacavam as carreiras e a previdência dos servidores.

O recesso de carnaval não diminuiu o ânimo do movimento, ao contrário, os(as) servidores(as) públicos(as) juntamente com a sociedade e mesmo a mídia acompanharam as ações no acampamento estadual e nas regiões do estado. A turma continua mobilizada em pleno reinado de momo. O bloco do camburão, alusão à  forma desastrosa em que 34 deputados(as) estaduais entraram na ALEP, serviu de conteúdo para a criatividade no período carnavalesco.

A próxima quinta será mais um dia de mobilização geral para acompanhar a primeira mesa de debates da pauta da greve. O comando estadual de greve definiu por realizar um ato em Curitiba defronte ao Palácio Iguaçu, acompanhado de atos regionais em todas as cidades sedes dos Núcleos Regionais de Educação no Paraná. A Mobilização dos 100 mil! tem o objetivo de pressionar o governo a dar respostas efetivas à s reivindicações.

No próximo sábado (21) haverá reunião do Conselho Estadual da APP-Sindicato, em Curitiba. Além de avaliar as duas semanas da greve, a direção do movimento irá deliberar os encaminhamentos para o próximo período.

A direção da APP-Sindicato agradece o grande apoio da sociedade paranaense – em particular dos pais, mães, responsáveis e estudantes. A união de todos e todas é fundamental para garantir a qualidade da Educação Pública do Paraná e que o respeito não seja apenas discurso de campanha eleitoral.

*Hermes Silva Leão é presidente da APP-Sindicato, pedagogo e professor de educação física da rede estadual de ensino.

Comentários encerrados.