Hermes Leão: Greve na educação do PR vai mobilizar 100 mil na quinta”

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, em artigo especial para o Blog do Esmael, informa que a categoria vai mobilizar 100 mil educadores e servidores nesta quinta-feira, dia 19, em atos públicos em mais de 30 cidades do Paraná. Segundo o dirigente da maior entidade sindical do estado, a greve nas 2,1 mil escolas continua até o governo Beto Richa atender à  pauta de reivindicação da categoria.

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, em artigo especial para o Blog do Esmael, informa que a categoria vai mobilizar 100 mil educadores e servidores nesta quinta-feira, dia 19, em atos públicos em mais de 30 cidades do Paraná. Segundo o dirigente da maior entidade sindical do estado, a greve nas 2,1 mil escolas continua até o governo Beto Richa atender à  pauta de reivindicação da categoria.

Hermes Leão*

O enfrentamento visto na primeira semana da greve da Educação Pública no Paraná é a resposta da categoria e da sociedade paranaense à s medidas autoritárias que o governo Beto Richa (PSDB) impôs à  educação e ao conjunto dos servidores do estado.
Foram centenas de atos regionais, atos estaduais e ocupações da Assembleia Legislativa. Tal empenho e mobilização dos(as) trabalhadores(as) em educação, em conjunto com diversas categorias dos(as) servidores(as) e movimentos sociais organizados, levou a uma importante vitória: a retirada dos projetos de lei que atacavam as carreiras e a previdência dos servidores.

O recesso de carnaval não diminuiu o ânimo do movimento, ao contrário, os(as) servidores(as) públicos(as) juntamente com a sociedade e mesmo a mídia acompanharam as ações no acampamento estadual e nas regiões do estado. A turma continua mobilizada em pleno reinado de momo. O bloco do camburão, alusão à  forma desastrosa em que 34 deputados(as) estaduais entraram na ALEP, serviu de conteúdo para a criatividade no período carnavalesco.

A próxima quinta será mais um dia de mobilização geral para acompanhar a primeira mesa de debates da pauta da greve. O comando estadual de greve definiu por realizar um ato em Curitiba defronte ao Palácio Iguaçu, acompanhado de atos regionais em todas as cidades sedes dos Núcleos Regionais de Educação no Paraná. A Mobilização dos 100 mil! tem o objetivo de pressionar o governo a dar respostas efetivas à s reivindicações.

No próximo sábado (21) haverá reunião do Conselho Estadual da APP-Sindicato, em Curitiba. Além de avaliar as duas semanas da greve, a direção do movimento irá deliberar os encaminhamentos para o próximo período.

A direção da APP-Sindicato agradece o grande apoio da sociedade paranaense – em particular dos pais, mães, responsáveis e estudantes. A união de todos e todas é fundamental para garantir a qualidade da Educação Pública do Paraná e que o respeito não seja apenas discurso de campanha eleitoral.

*Hermes Silva Leão é presidente da APP-Sindicato, pedagogo e professor de educação física da rede estadual de ensino.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Justiça seja feita: o Pinóquiio do Batel tem um mérito nessa história: mobilizou todos os professores, como a muito tempo não acontecia! Aliás desde 88, com o rei do botox, colocando a cavalaria em cima dos professores…
    Impressionante como estão tendo carreiras políticas semelhantes!
    Só falta o Beto limpinho, no ano que vem, depois do impeachment (que sonho, tomara!!!), querer ser o candidato “modelo” da nação, como o pai político dele vende a imagem…
    É greve, os professores não vão pôr o galho dentro (desistir) e o piá de predio sifu, graças aos seus financiadores de campanha!
    Fica a lição: contra o povo, ninguém pode! Nem tú, playboy de Porto Belo…

  2. BETO RICHA TERÁ QUE ATRAVESSAR O SEU RUBICÃO!
    SÓ PARA ENTENDER O SENTIDO HISTÓRICO (E POLÍTICO) DO QUE ESTÁ POR TRÁS DA PALAVRA RUBICÃO!
    Rubicão (“Rubico”, em latim), é o antigo nome de um pequeno rio no norte da Península Itálica, que marcava a divisa entre a província da Gália Cisalpina e o território da cidade de Roma. Ficou conhecido na História, pelo fato de que a lei de Roma, no período da República, proibia qualquer general de atravessá-lo, acompanhado de suas tropas, quando retornavam de campanhas ao norte de Roma. Quando o então general Júlio Cesar (depois se tornou imperador) atravessou o Rubicão, em 49 a.C., em perseguição à Pompeu, violou a lei e tornou inevitável o conflito com o Senado. Nesta ocasião teria proferido a frase “alea jacta est”, que significa: “A sorte está lançada”.
    Até hoje, a expressão ¨atravessar o Rubicão¨ ,significa uma decisão sem volta!
    Mas para Beto Richa é e será pior!
    Tem e terá que enfrentar um “tsunami” do maremoto chamado Servidores Públicos do Estado do Paraná principalmente da parte dos Professores, Policiais Civis e Militares, Agentes Penitenciários, Funcionários da Saúde e demais quadros funcionais do estado!

    • o tucanalha never fez uma devassa na educação mineira, limpou os cofres, congelou os salários dos prof. por 8 anos.Os prof deu o troco nas urnas elegeram o PT,o partido que implantou a Hora Atividade em 2008.Acho que o Brazil é o único país que pobre vota em partido da elite(Direita), PSDBosta, partido anti-pobre_ PT partido
      do bem estar-social.Infelismente vamos ter que pagar um preço muito alto, o por falta de politização e Informação dos 80% do povo paranaense, que votou em Beto e Aécio, por pouco o massacre seria maior ainda, este plano de desgoverno seria implantado em todo o Brasil, provocaria uma guerra civil. Voto tem consequência, boa ou ruim.

  3. O Ministério Público precisa verificar os fatos acima divulgados pela i9!

  4. Game Over Beto Richa!

  5. Acabou pra você Beto.

  6. Pode contar comigo nesta mobilização, faça chuva, faça sol e pode chover até canivete que eu estarei por lá!!!

  7. Parafraseando o Betinho: “o melhor está por vir”…aguardem, tanto os 34 traidores do povo, quanto esse desgovernador e sua vice.

  8. Infelizmente, este canalha do Beto Richa nos força à greve. Não podemos perder o foco e nem desmobilizarmos agora. Os 8 BILHÕES da nossa Previdência precisam da nossa defesa.

  9. E isso é só o começo…