Coluna do Marcelo Araújo: Fruet põe interesse público na privada

marcelo_fruet_ducci_pollo.jpgMarcelo Araújo*

O fechamento de uma área no Alto da XV que até então era usada pelo público, denominada e mapeada como Rua Flávio Dallegrave no trecho entre a Rua Dias da Rocha Filho e a Prof. Brandão, (nos fundos do Pollo Shop) e outro na Prof. Brandão até a quase confluência com a Rua Camões, causou estranheza e indignação aos moradores da região que há quase seis décadas utilizavam como via aberta e agora se descobre até prova em contrário que é área privada pertencente ao empreendimento comercial.

Fácil dizer que sendo particular o proprietário poderia a qualquer momento exercer seu direito de propriedade, fechar a passagem e até cobrar pelo uso da área. Difícil é entender que só agora foi “autorizado” pela atual administração seu fechamento. Esta decisão (autorização) foi duramente criticada pelo ex-prefeito e deputado Luciano Ducci, que nunca cedeu. Ao contrário do atual, Gustavo Fruet, que põe o que é público na privada.

Difícil explicar que por tanto tempo o proprietário pagou os tributos dessa imensa área sem exclusividade de uso nem extrair receita de seu uso, além de aparentemente ter ganhado o asfaltamento da área. Estranho também que o trecho após a Prof. Brandão, que não está nos fundos do shopping, em outra quadra, também seja parte da área e até então estava disponível ao público.

A administração do empreendimento reclama que pela implantação da “faixa” (e não via) exclusiva dos coletivos na XV e implantação do EstaR na região estaria fazendo as pessoas que não são clientes usassem a área. Esquece que ao ser edificado sem dispor de área de estacionamento privado (e com responsabilidade civil) também obrigou os moradores a suportarem a geração de trânsito na região. Me parece que o rumo tomado trará mais problemas no sistema viário em prejuízo da população, e não seria ousadia ter sido feita a desapropriação.

Imagine se o Shopping Estação resolver cobrar “pedágio” pelo uso da via de acesso que une a Av. Sete de Setembro com a Rua Rockfeller para aqueles que não adentrarem seu estacionamento?

De multa eu entendo!

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas segundas-feiras para o Blog do Esmael.

26 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. no local já foi multado e guinchado vários veículos , então a rua é pública. o gustavo fruet é prefeito dos ricos, não que os ricos sejam ruins, mas o prefeito tem que ser prefeito de todos e não apenas de um segmento.

  2. John, from USA. Do hemisfério Norte você não acompanhou detalhes da minha principal função foi implantar a Setran, ou seja, a fundação do prédio que é a parte que menos aparece mas que sustenta o edifício. Realmente não tive tempo de fazer 1/10 do que gostaria. Voltando a ser cidadão comum faço o que fazia desde 1993 quando escrevi o primeiro artigo criticando a sinalização do EstaR. Uma coisa eu provei, que sei falar e sei fazer, e tenho quatro encadernações de notícias que provam.

    • Fez somente 1/10 porque foi logo exonerado, já que não servia como exemplo. Afinal, como um secretário de trânsito continuava dirigindo mesmo com a carteira cassada? Também não pôde continuar porque Ducci não foi eleito para o senhor continuar. Quanto à criação da Setran, isso foi interesse financeiro, já que a Urbs não tinha mais direito de multar.

  3. Se o nobre colunista tem tantas sugestões para solucionar os problemas do trânsito da capital, por que não transformou Curitiba em uma Suiça quando esteve à frente da pasta do trânsito???? Tá ficando chato, com cara de recalque…

  4. ERRATA.
    Na 7ª linha.
    NÃO abre onde foi aplicada a grana.

  5. O problema é que NEM Fruet e NEM Richa explicam a
    entrega de patrimônio público a apariguados, ou o
    sumiço de dinheiro.
    Um, sequer dá satisfação sobre essa “doação” de
    terreno, o outro, só enrola dizendo que a brutal
    dívida do estado acompanha a crise nacional, mas
    abre onde foi aplicado a grana.
    Garanto uma coisa: se em 2001 a Copel tivesse sido
    vendida, seria apenas mais dinheiro que sumiria
    pelo ralo, e nunca saberíamos onde foi parar, pois
    o Lerner nunca sequer foi questionado a respeito
    do abismo financeiro em jogou o Banestado.
    Assim também é Richa que pertence ao mesmo GRUPÃO:
    Se pegar a grana (8 bi) da Paraná Previdência,
    ADEUS TIA CHICA!!!
    Enquanto isso, nosso prefeito fica “dando” por aí.

  6. Então, de multa o senhor entende, e continuar dirigindo com a carteira cassada também! Onde começa e onde termina o interesse público? E por que essa fixação em Fruet, quando na verdade quem o exonerou foi o Ducci? Aliás, o que um tucano como o senhor faz neste blog?

  7. Na verdade o Shop inteiro esta irregular. O código de edificacoes da prefeitura estabelece que toda construcao comercial deve ter uma vaga de carrao para cada 100 m2 de construcao. Este shop nunca teve vaga alguma e deve ter conseguidoa alvara de modo irregular. Antes de funcionar o shop naquele local, havia uma transportadora que usava o barracao como deposito e sempre existiu a rua. Esta conversa de que a rua é propriedade do shop é balela para enganar o povo. Só se a prefeitura vendeu a rua, senão o alvará foi concedido com algum jeitinho (verdes $$$$) quanta vergonha os desmandos da prefitura em favor de “amiguinhos abonados”.

  8. Esse Varçalo Araújo é a Geni do teu blog Esmael. Ele só se presta a esse tipo de papel indigente e comezinho. Procurando intrigas e tretas com quem tá quieto. Quando chegar a campanha de 2016 aí ele vai poder se locupletar de tanto estrume que vai cair na (ou da) cabeça dele .

  9. engraçado que uma área de estacionamento da universidade positivo que era pública e foi cedida, pelos estão prefeitos Ducci e Richa, àquela universidade com posterior venda por preço de bananas o sr. colunista não tem nenhum comentário sobre isso ou não tem interessa

  10. Joana Martins, não se trata de uma fixação pelo Fruet, e sim uma missão para a qual fui convocado por ele mesmo no momento que me usou para acusar de omisso o Ducci. A qualquer momento ele pode me liberar dessa missão numa manifestação publica de desculpas, como fez na época da eleição para acusar. Portanto que fique claro que não elejo os assuntos para contentar A ou B, pois tenho personalidade para escrever o que eu acredito. Estou apenas ensinando o verdadeiro significado de ‘omisso’. Também não tenho pretensão de ser santificado apanhando e dando a outra face. Bateu leva! Não tenho o rabo preso.

  11. 202 pontos na CNH MARCELO ARAÚJO ? REALMENTE DE MULTA VC ENTENDE !

  12. Esmael, o Ducci esta querendo por as manguinhas de fora, mas porque ele não conta o porque a divida milionária que deixou para o Fruet, e também, quando ele vetou a possibilidade de mais de 2.300 ruas sem saída pudessem também terem seus portões por questão de segurança, administrarem a segurança dos seus familiares e dos seus patrimônios? O Ducci não teve coragem de abrir as ruas fechadas pelos moradores sem tocar as que já existiam porque nestes locais moram pessoas poderosas do nosso município.Ele como prefeito foi um bom medico pediatra.

  13. Ao poucos, o prefeito Fruet vai vendendo a cidade. Lamentável. Obrigada pelas explicações Mareclo Araújo.

  14. Fruet mete os pés pelas mãos. “Confunde” interesses. Vai na contramão da população. Talvez por isso, sua desaprovação já alcance níveis jamais vistos na capital do estado… tá feia a coisa.

  15. Esse Marcelo Araújo é pau mandado do grupelho do Richa… Ridículo demais!!!

  16. Se é propriedade privada, o dono tem que tomar posse.
    Esse Marcelo deve ser petista, quer invadir tudo !!

  17. Kaká, sua opinião merece algumas ponderações. Durante a gestão anterior a manutenção da rua aberta era condição para renovação do alvará. O interesse público está acima do interesse privado. Eu possuía um terreno que às margens da antiga BR-116 (Linha Verde) onde foi construído o viaduto que une o Bacacheri ao São João (sobre a Linha Verde). Para tal a prefeitura precisava de 400m2 do terreno para fazer o laço de saída. Eu cedi esse espaço para as obras mesmo antes do processo de desapropriação e indenização, cujo valor avaliado eu não contestei. A Câmara Municipal, pelo Vereador Jair Cezar (da região) me concedeu o título de Vulto Emérito da Cidade, que recebi com humildade pois entendi que não fiz nada de mais. De multa eu entendo! De interesse público em detrimento do particular eu entendo um pouco, e já provei.

  18. Enquanto isso, a Prefeitura quer abrir ruas passando pelo meio das praças dessa mesma região…
    Quanta contradição…

  19. Essa é uma das regiões que mais votos deram ao Gustavo Fruet. Esse tipo de medida só confirma o que toda população vem falando, um desastre a administração atual. Defender os interesses de particulares em detrimento a população. Gustavo Fruet o prefeito que acabou com a integralização dos ônibus, o prefeito de um mandato somente. Que Deus nos ouça.

  20. O não exercício do direito não quer dizer que ele não existe. O que precisamos é que as autoridades municipais expliquem a situação, se é área pública ou particular. O resto é elocubração. Agora, quanto ao Dr. Marcelo entender de multas temos plena consciência disso.

  21. Sou absolutamente contra essa situação, acho inclusive ridiculo bloquear a “rua” mas Luciano Ducci falar que é errado ceder a pressão e liberar a cobrança, mas ele não foi um dos que eram a favor da desapropriação dos imoveis ao redor da baixada? não foi ele um dos responsáveis por ceder o potencial construtivo? não foi ele um dos maiores responsaveis pela injeção de recursos publicos em algo privado? Então otimo, é o muito sujo falando do mal lavado, publicação politica puxando o saco de determinados politicos, vamos ver se meu comentario vai ser publicado.

  22. Bom dia Esmael, td balela esta discussão relativo o fechamento da rua Flavio Dalegrave, ao lado do Shoppin (alto da XV). Esta rua sempre foi estacionamento, o acesso era muito difícil ao pedestre. To achando palhaçada dessa cambada …. Falando demais. Antes ninguém tocava no assunto … vão lamber sabão seus bostas.

  23. Como que um arrivista sem moral defensor do francischini ainda tem espaço nesse blog? Isso é democratismo, isso é baixar o nível do blog.

  24. O terreno é do cara, ele faz o que quiser com ele. A função da prefeitura é cuidar de vias públicas, que é onde o povo tem que passar. Vamos cuidar primeiro do que é público? Que já tá de bom tamanho… de “multa” você entende. E só.

  25. Este cara tem fixação no Fruet. Não sei não. Ele não tem outro assunto prá comentar???