Coluna do Enio Verri: ‘Richa faz um governo conservador e autoritário’

richa_diretor_enio.jpgEnio Verri*

A banalização do termo bolivarianismo e o vulto de autoritarismo de uma elite que prega o fim dos direitos conquistados nos últimos 12 anos não só fragilizam nossa recente democracia como também escondem a pujança do conservadorismo brasileiro.

Conservadorismo este, que transparece no aumento expressivo de representantes de direita no espectro ideológico e na redução de parlamentares advindos de sindicatos, movimentos de classes trabalhadores ou minorias na Câmara dos Deputados. Um desequilíbrio considerável a democracia representativa.

A desproporcionalidade no Congresso Nacional não é nada mais do que o reflexo da nossa sociedade, que respinga diretamente nos municípios e estados, como pôde ser observado pela decisão vertical do governador Beto Richa (PSDB) de suspender as eleições para diretores nas escolas estaduais.

A indicação política para o cargo máximo nos colégios do Paraná, reproduzindo a realidade de alguns municípios paranaenses, que deve se concretizar ainda este ano, mais uma vez, fere os direitos conquistados por educadores e comunidade escolar.

O compromisso com as eleições diretas para diretor da escola, independente da esfera, atenta-se a uma triste realidade, a qual transferiu para as escolas a responsabilidade da educação e, não do conhecimento. O ato de ensinar passou a ser bem mais complexo.

Logo, pensar a Pátria Educadora é negar que a diretoria da escola seja ocupada por alguém indicado politicamente, que responde a quem o indicou em vez da comunidade. A eleição vai além do respeito à  democracia, é um mecanismo de escolha de um gestor respaldado pela comunidade escolar.

Trata-se de compreender a educação pública e de qualidade como conjunto de esforços entre poder público e sociedade civil. Uma parceria que envolve investimentos massivos, valorização de profissionais e participação ativa de todos interessados na qualidade do sistema educacional brasileiro.

O desafio é grande, mas está traçado. Com a participação da comunidade escolar e o poder público, cada dia mais, o Brasil avançará para ser um País mais justo e desenvolvido.

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. BETO RICHA TERÁ QUE ATRAVESSAR O SEU RUBICÃO!
    SÓ PARA ENTENDER O SENTIDO HISTÓRICO (E POLÍTICO) DO QUE ESTÁ POR TRÁS DA PALAVRA RUBICÃO!
    Rubicão (“Rubico”, em latim), é o antigo nome de um pequeno rio no norte da Península Itálica, que marcava a divisa entre a província da Gália Cisalpina e o território da cidade de Roma. Ficou conhecido na História, pelo fato de que a lei de Roma, no período da República, proibia qualquer general de atravessá-lo, acompanhado de suas tropas, quando retornavam de campanhas ao norte de Roma. Quando o então general Júlio Cesar (depois se tornou imperador) atravessou o Rubicão, em 49 a.C., em perseguição à Pompeu, violou a lei e tornou inevitável o conflito com o Senado. Nesta ocasião teria proferido a frase “alea jacta est”, que significa: “A sorte está lançada”.
    Até hoje, a expressão ¨atravessar o Rubicão¨ ,significa uma decisão sem volta!
    Mas para Beto Richa é e será pior!
    Tem e terá que enfrentar um “tsunami” do maremoto chamado Servidores Públicos do Estado do Paraná principalmente da parte dos Professores, Policiais Civis e Militares, Agentes Penitenciários, Funcionários da Saúde e demais quadros funcionais do estado!

  2. Ênio, ideologizar esse embate usando Beto com ícone,
    não leva a nada, e toda a generalização é falsa.
    A Direita não é essencialmente má, assim como a
    Esquerda também não não o é.
    Todos os lados tem “anjos & demônios”.
    Acontece que estamos escolhendo só os demônios, sejam
    eles de Esquerda ou de Direita.
    Só não sei se esta escolha está sendo feita realmente
    pelo povo, ou se está sendo feita pela urna eletrônica.

  3. Só sei que me apurei tudo dia 12, borrei na zorba valendo mesmo.

  4. Muita cara de pau esse deturpado. e o governo federal fazendo arrochos, tirando direito trabalhistas, nomeando ruralista e banqueiro, tudo em nome de acertar as contas… quer dizer que só o teu partido pode? ONDE E QUANDO O PT DISCUTIU ISSO COM O POVO?????? Povo só é consultado pra atacar outros partidos? Entendi então.

  5. Engraçadissimo o dep. Enio falar em indicação política de diretores para as escolas. A banalização do termo bolivarianismo, prezado Verri, decorre justamente da amizade sua e do seu governo com totalitaristas como Maduro, Cristina, etéque, etéque…Patria Educadora? O nobre parlamentar tá tirando sarro da nossa cara. Falar em Pátria Educadora com corte de 7 bi da Educação? Faz favor de não nos imaginar analfabetos funcionais.

  6. Como foi maravilhoso passarmos a votar a partir de 1989. Depois do fim da ditadura apenas os congressistas escolheram o Tancredo. Eu não aceito retroceder à “idade da pedra lascada” onde quem mandava era um troglodita.

  7. Sabe como é realizado a eleições nas escolas, um ato antidemocrático, a validade se dá de 50% para os professores e 50% para os pais e alunos, isso quer dizer o voto do de um professor ou funcionário tem um peso de mais ou menos o 17 por 1, contra o valor de um do pai ou aluno. Então 51 alunos ou pai vale por 3 professores ou funcionários.

  8. Neste momento, é prudente não agir pela emoção, esta distorção de direita conservadora colhida nas assembleias e no congresso gerou a grande crise política, mas, é um momento de buscar o entendimento, sabemos que a direita tem uma grande ansiedade em derrubar os méritos deste período de governo popular e inclusivo destes 12 anos, mas não é na paulada, usando esta mídia que eles tem promiscuidade que vão conseguir resultado, neste caminho todos perdem, vamos buscar o entendimento. A transparência, a responsabilidade. Nada de impitmeant nem do Beto, nem da Dilma, nem das câmaras , nem do Senado,vamos zelar pela frágil democracia que ainda temos. Abaixo os golpistas, vamos exercitar esta democracia nas escolas, com alunos, nas cooperativas, nas autarquias e vamos fiscalizar. Esperança e a força dos perseverantes.

    • Meu caro jovem suas ideias são interessantes, sim, de fato.
      Todavia, não é momento de romancear, a hora é de grave ataques a própria democracia que vc está defendendo no texto acima.
      Não devemos depredar, quebrar, destruir nada. Devemos cobrar tudo aquilo que nos é de direito, inclusive, a que se faça uma boa governança, correto?

      Agora, se não estas preparado para o exercício de tão alto cargo, e não cuida deste estado democrático de direito, ao contrário tu afrontas as constituições Estadual e Federal, meu querido jovem amigo vc é indigno do argo se assim procedes, logo, nada mais resta se tu cooptares os poderes legislativo e judiciário senão seu IMPEDIMENTO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Palavras duras, concordo que escrevi, mas assim que a vida se manifesta nas suas nuances atuais, só para lembrar: cada um de nós pagamos preços altíssimos por posturas políticas, inclusive a Dilma Roussef, como o beto richa. Cada qual no seu espaço institucional, mas deve-se pagar o preço das suas decisões…o que não podemos aceitar nem da dilma, nem do beto, nem de nenhum prefeitinho é seus desmandos, sua ignorancia, sua falta de preparo, seus descompromissos eticos e morais, como temos visto imediatamente neste estado. POr isso, não espere por seres iluminados trazendo a boa governança pra estas terras das araucarias, saímos da imbecilidade e da ingenuidade, como assim temos feito desde a semana passada, se preciso for IMPEDIMENTO SIM !!!!
      Um abraço .

    • Fardim…
      Da tua familia tive meu primeiro professor… Hoje estou me aposentando e defendendo nossa categoria… Mas onde fica quem ensinamos? Hoje somos baderneiros e nao professores? Um dia isso tem que acabar. Ainda somos e sempre seremos tudo na educacao…Talvez nem como no Japao onde o Imperador so se curva diante de um professor. Em que dia chegaremos la?