APP desmente líder do governo Richa: “A greve continua!”

hermes_educadora_romanelli.jpgA direção e o comando de greve da APP-Sindicato, depois da terceira rodada de negociações com o Palácio Iguaçu, pelas redes sociais, desmentiu o líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB). Segundo a entidade, “a greve e a luta continuam!”.

Romanelli (PMDB), em discurso de 15 minutos, no início da sessão na Assembleia, havia antecipado acordo! entre Richa e a APP-Sindicato que teria colocado fim à  greve da categoria que já dura há 17 dias (clique aqui).

Segundo o deputado Professor Lemos (PT), a categoria se reunirá ainda hoje para decidir se as propostas do governo são suficientes para encerrar a greve.

A seguir, leia a íntegra da informação no Facebook da APP:

Terceira rodada de negociações terminada. A greve continua!
Mobilização, organização e unidade da categoria fazem a pauta avançar. Vamos debater amplamente e coletivamente as propostas apresentadas.

Há 17 dias, permanecemos firmes na luta e já obrigamos o governo a recuar no seu projeto de destruir nossas carreiras, fizemos com que ele assuma o compromisso de debater amplamente com todos(as) os(as) servidores(as) qualquer possível alteração na previdência.

A greve e a luta continuam!

60 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Eu tenho uma história verídica! Quando eu estava terminando o curso de licenciatura em matemática, tive que fazer o projeto comunitário. Escolhi dar aulas de reforços de matemática numa escola pública.
    A duração era de quase duas semanas, todos os dias, a manhã toda. Quando cheguei na escola, tive que juntar-me com dois rapazes que faziam Direito (último ano).Eles escolheram essa opção para logo ficarem livres desse projeto comunitário ( Nem sei como eles conseguiram entrar na área de exatas…). Nos primeiros dias, os dois rapazes, mal deixavam eu dar aulas, estavam afobados em escrever no quadro e explicar, sendo que no começo nós tínhamos feito uma divisão de tarefas . Depois, eles começaram a ficar mais tempo sentados e eu estava lá escrevendo no quadro e explicando a todos, depois eu estava atendendo aluno por aluno, nas suas carteiras, com toda a paciência , mesmo com dores nas costas, as pernas formigando de ficar muito em pé.Mas em nenhum momento tive dúvidas, se era isso que eu queria. Pois, ser professor(a) é um dom de Deus !Teve uns dias que os tais rapazes estavam sem paciência, só ficavam reclamando de dores nas costas. No último dia, eles chegaram a mim e disseram: ” Olha, depois dessa nós passamos a entender porque os professores precisam de férias, aposentadoria, assistência a saúde, entre outros auxílios. Passamos a entender porque a profissão de professor tem que ser uma das mais valorizadas”. Portanto, saibam que ser professor(a) não é para qualquer um. No entanto, no nosso estado temos muitos professores. Graças a Deus que existem muitos de nós professores, mesmo com tanta desvalorização na nossa profissão. O que seriam de todos sem professores ??!!

  2. Gente, temos q focar no MOVIMENTO. Nao tirem o foco falando d partidos e tal. A nossa luta é pelos nossos DIREITOS. Não podemos abrir mão deles pq o governo não cumpre promessas. Concordo com tudo por escrito.

  3. Desejo saber se teremos segurança com pouco servidor

  4. Nessa greve vai sair de tudo….interesses sempre vão existir…sindicatos filiados ao pt…quase q na totalidade são… O q define mesmo a paralização ou greve como queiram é a luta daqueles envolvidos DIRETAMENTE portanto não opine se não sabe…cada classe vai defender e ir a luta…apóio e se precisar um di defender ming classe o farei….

  5. Nao podemos esquecer que existem promessas feitas na ultima greve e que não foram cumpridas.

  6. Não aceitamos acordo, o assunto previdência deve ser retirado da assembleia e não mais voltar a pauta. Sabemos que no caso de votação na alep eles, os deputados contra a educação são maioria.

  7. Na minha opinião, só resta o “impeachment” do Betinho.
    VAMOS LEVAR ESTA IDÉIA A TODAS AS REDES SOCIAIS.
    FORA RICHA!!!

  8. Apenas de boca não dá para confiar, haja visto o CALOTEEEEIRO! Tem que virar Lei, caso contrário haverá calote mesmo. E os 8 bi?

  9. Boa noite. Trabalho na SEAB e hoje em nossa Assembléia decidimos que a partir de amanhá também estaremos em GREVE. Beto Caloteiro, tira a mão no meu dinheiro!

  10. Lamento e lamento, mas estamos no crepúsculo do tempo…uma coisa é certa, a garra a vontade e força dos servidores, em especial dos educadores, foi, é, e será um marco na história dos movimentos populares no BRASIL…todavia uma hora tem que acabar…alguns ganham…outros não ganham e também não perdem…e outros saem perdendo, entre os educadores os professores PSS, pelos números divulgados pela APP (diga-se números também do governo Richa), aproximadamente 19 mil professores temporários ficarão sem aulas em 2015, desde que confirmado o retorno dos 12 mil imprestáveis professores (segundo o governo Richa), que estavam nos núcleos e retornam para as salas de aula…SÓ VOCÊ PROFESSOR PODE MUDAR ISSO, infelizmente todos sabíamos que os temporários eram e serão a parte frágil do movimento…ABAIXO O GOVERNO RICHA…SÓ PELA VITÓRIA TOTAL…ASSIM A GREVE DEVE CONTINUAR…

  11. Greve sem prazo para acabar, professores insatisfeitos, alunos insatisfeitos, pais nervosos e preocupados, governo com desgaste político. Culpa do FHC…

  12. Já está na hora de voltarmos…

  13. Mal terminou a reunião e o sr. Carlos Alberto Richa já divulgou o resultado em seu face e também no site da SEED. Como gosta de se autopromover nosso governador.Muito cuidado nessa hora. Como disse outro dia um renomado economista: “Na guerra e na política, a verdade é a primeira que cai”.

  14. Se for para aguardar que todas as reinvidicações da APP Sindicato sejam cumpridas, já será mês de Abril, e um bimestre sem aulas. Logo a seguir começam as discussões sobre os reajustes salarias. Mais desacordos, com forte tendencia a nova greve. Ou seja, 2015 já era.

  15. Só foi apresentado PROMESSAS…Não se faz acordo em cima de promessas…Não se pode aceitar o término da greve, por favor, não caim nessa balela de novo. Não se pode confiar nesse DESgoverno! A APP não pode se vender, senão será o fim desse sindicato. Haverá desfiliação em massa!!

    • Alerta para os colegas de luta! Concordo com liz! no estado vizinho foi implantado este mesmo pacote, pelos demotucanos, resultado: saque da poupança previdenciária, fim da licença prêmio, prof c/ faltas, não avançava nas diagonais e congelamentos de salários por 8 anos etc… etc…, tudo foi sendo implantado por fatias.Não vamos deixar a peteca cair, se não vamos viver 4 anos de trevas na educação, ele já mostrou p/ que veio. calote…calot…calot, marca registrada.

  16. Caro Bruno, já deveria ter ficado claro que essa greve é apartidaria. A APP está lutando por todos, independentemente de partido político. Além disso, as propostas do governo só servem a ele. Ele adiou o psgamento de progressões referentes à outubro de 2014 para agosto de 2015. Sou professora e não gostei dessa proposta. Muita gente não gostou, então é preciso discutir muito ainda pra ver o que todos acham e depois encerrar a greve.

  17. Os professores do Paraná que participaram de um movimento extremamente forte, organizado e que contou com o apoio da sociedade. Não devem retroceder e voltar ao trabalho, pois o governo não apresentou nada de concreto e mais uma vez trás um conjunto de promessas.
    A greve tomou uma dimensão nacional, e poderá servir de estímulo para outras categorias e para os professores de outros estados.
    Não posso acreditar que iremos terminar algo que ainda nem começou, ou seja, fazer um movimento que aprofunde debates sobre o estado, seus gastos, suas prioridades.
    E, um debate profundo sobre a educação pública.
    A greve deve continuar!!!!

  18. Espero que a APP, não recue diante de acordos, isso já aconteceu no ano passado e o final foi Beto Richa tirando sarro dos professores, dizendo que enfrentou uma grevinha. Não cumpriu o que prometeu, e terminou o ano colocando a população contra nós com a história mentirosa de que recebemos aumento de 60%. Espero sinceramente que a APP não decepcione os 50mil que tem mostrado ser unidos, que hoje caminhou junto embaixo de sol e gritou na mesma voz estamos na luta.

  19. Está greve e uma vergonha, professores ligados ao PT quem não estiver contente e fácil muda de profissão ou são incapaze?

    • Vergonha é o sinhô criticá sem cunhecê e mar sabê iscrevê!

      • Estou com você, Fernando…. O “cumpadi” aí nem ao menos sabe escrever…. Acho que teremos que ensiná-lo… Quem sabe ele dará mais valor.

    • QUERIDO ANDRÉ NÃO DIZ COISA QUE VOCÊ NÃO SABE. SOU PROFESSORA A 24 ANOS, FIZ 5 ANOS DE FACULDADE, PÓS GRADUAÇÃO, E VOU DEIXAR A MINHA PROFISSÃO QUE EU ESCOLHI E CAPACIDADE PARA IR FAZER OUTRA COISA ESTUDEI PARA ISSO. NÃO DO PT E DE NENHUM PARTIDO POLÍTICO, ESTOU LUTANDO POR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PARA OS FILHOS DE TRABALHADORES QUE LHE É DE DIREITO, E CONDIÇÕES DE TRABALHO E NÃO POR AUMENTO DE SALÁRIO E SIM POR AQUILO QUE EU JÁ CONQUISTEI. MAS PARECE QUE VOCÊ ESTUDOU EM ESCOLA PARTICULAR. NÃO VENHA DIZER QUE OS PROFESSORES SÃO PETISTAS NÃO ACEITO E DEIXO AQUI MEU REPÚDIO.

    • Não consigo acreditar no que li! Mas como professor respondo seu comentário horroroso.

      Não sou filiado a partido nenhum e não tenho interesse político a não ser a restauração e manutenção de direitos básicos dos servidores públicos.
      A greve é uma vergonha? então não sei em que país vc vive, mas o servidor público estatutário não recebe FGTS, e por isso possui uma seguridade muito grande através de concurso público. Não recebemos outros tipos de direitos trabalhistas, mas ao longo dos anos através de muitas lutas, conseguimos construir direitos que vieram na forma do plano de carreira e do ParanáPrevidência. Pois então, eu professor, que passou alguns anos dentro da sala de aula construindo uma carreira e contribuindo para uma aposentadoria digna, acordo num belo dia com a noticia de ter meus direitos demolidos através de um tratoraço. Bem se é ser PTista ficar indignado com isso, então tenho que correr e me filiar ao PT, por que nesse seu discurso pequeno e pífio parece que é esse o partido que luta por direitos, enquanto é o PSDB que tira.

      Porém como brasileiro tenho minha confiança na política um tanto ferida e não sou capaz de dizer que confio mais no PT do que no PSDB.

    • Ignorante, não tem outro adjetivo pra ti.

    • Não seje tongo piá. A maioria é tucana desde criancinha. Mas tenho esperança que com isso agora percebam quem defende os interesses dos trabalhadores.

    • André deixa de ser ridulo, vc deve estar brincando para postar uma besteira dessas.

    • Caro André Santos se vc não sabe o que esta acontecendo com os profissionais da educação é bom vc ficar quietinho no seu canto não de palpites porque vc está dando bom dia inútil. Os professores agora no momento não estão ligados a partidos políticos meu caro, estão defendendo o que é de direito. Se vc não é professor não se intrometa onde vc não é chamado. Tenho dito

    • Não vamos mudar de profissão, é a que escolhemos e amamos. Apenas não vamos nos curvar diante de um governo incompetente e tirano que quer cobrar de nosso bolso as dívidas que ele mesmo criou. Beto Richa ESTÁ governador. Nós SOMOS professores. E desistam, DESISTAM de usar o argumento de “vínculo partidário” para defender o esse governo imundo.

    • Bem se vê que você precisava de ter mais conhecimento das coisas, penso que lhe faltou professores competentes e críticos, foi uma pena! você ter se tornada num adulto manipulável pelos meios de comunicação e pelo estADO, não tem opinião própria e coerente. Tenho pena de você ser tão obtuso desse jeito.

  20. A grande questão é o que se vai fazer com nossa previdência. Haverá debate amplo, mas a maioria ainda vota com o governo na ALEP. Então todo cuidado é pouco. Mesmo que se encerre a greve, o risco continua. Tinha que haver um acordo pra tirar de vez esse assunto da pauta, senão a greve não terá cumprido com seu propósito.

  21. Não sei não…o discurso de alguns integrantes da cúpula da APP teve um que de “despedida”…uma pena se for verdade.

  22. É complicado, mas vale salientar que a APP é um sindicato vinculado ao PT, o que com certeza vira um jogo político.

    • Concordo com vc Bruno, os interesses me parecem que mudaram.

      • Têm que ver se esse governo assume o que fala APP têm pedir por escrito. Se assim governo assumir eu acho que podemos voltar as aulas

      • Então todos os professores são PTistas? a façam um favor, parem de falar besteira. Não sei porque mas, parece que tudo gira em torno ou do PT ou PSDB, tem muita gente desmerecendo o movimento dos professores dizendo que é isso ou é aquilo. Só falta dizem que os caminhoneiros que estão em são paulo são PTistas e os que estão parados no rio grande são PSDBistas, quanta bobagem.
        Segundo algumas pessoas, os brasileiros são burros e incapazes de lutar pelos seus direitos sem ter algum partido politico por traz tentando ferrar um ao outro.
        Esse tipo de comentário é lamentável.

        • Concordo plenamente com você ZÉ!

        • Concordo, Zé. Não temos que ser rotulados. Saímos à luta, ao contrário destes intelectuais de poltrona que tem opinião formada sobre todas as coisas mas não dão um passo pra mudar sua realidade. Pena dessa gente.

        • Concordo Zé, estamos lutando pelos nossos direito, e não cabe aqui defender partidos.Independente de quem colocou esse sujeito para governar,agora é hora de defendermos a educação pública e nossos direitos conquistados por anos de luta.e não compete ao governo e sua cambada de ladrão querer decidir o futuro do funcionalismo público.

        • Concordo com você Zé, a luta dos professores e funcionários é justa e necessária pois está reivindicando o minimo do básico para as escolas funcionarem com dignidade. Quem não sabe do assunto não deveria dar pitaco.

        • Então foram os professores que badernaram na ALEP? Amigo, em momento algum foi dito que os professores são petistas, mas o sindicato no qual está vinculado é, meu amigo o que foi aquilo na ALEP, duvido que professores badernaram ali, creio que pelo mínimo de educação e competência não fariam aquilo. Como o blog só sabe falar mal do Governo do Paraná, por oposição, e não fala do que corre no Brasil esse sindicato APP é até parceira da CUT, e o que aconteceu na manifestação no Rio? Baderna também, onde está o direito de expressão? Meu amigo, acorda, seja bem vindo ao Brasil.

    • Política é a base da vida humana meus filhos!!

    • Larga se ser babaca, sou secretario do PSDB no meu município, e filiado a APP, se vc não conhece cala a boca.

    • Bruno. São os professores que decidirão, em assembleia e após analisadas as negociações, pelo fim da greve.

    • Bruno! Não sou professor mas acredito que Você deve ser comissionado ou nunca trabalhou na vida. A luta e a persistência são metas de quem deseja vencer na vida, e isso não está em nenhum partido político.

    • Discordo Bruno, a APP Sindicato é um dos muitos sindicatos filiados a CUT. A CUT é uma das Centrais Sindicais e o PT é um dos muitos Partidos Políticos assim como o PSDB, DEM, PPS PSC, PP, PR, PROS, SDD, etc. Mas que a APP não deve confiar neste moleque que brinca de governar, isso eu concordo. Esse pivete não ttem credibilidade. Tenho dito!

    • Existe algum sindicato ligado ao psdb que defenda o trabalhador?

      • Aproveitando, os sindicatos estão fazendo algo contra o corte de 7bilhoes para educação feito pela Dilma?

        • Exatamente Juca, é complicado. Aí vem um tal de Pelé abaixo que não sabe o que fala. Isso mostra falta de respeito e caráter com o próximo, o que fico me perguntando, tenho ou não liberdade de expressão?

    • Bruno você é um idiota. Não vamos voltar, tenho experiência nisso tudo. Ele não vai cumprir. Promessas com este mentiroso nem pensar. A luta companheiros, ele já pegou os 8 bi e agora quer apenas aprovar a fraude. Fora Beto e já.
      Quanto a você Bruno. Ah! esqueça você não é nada.

    • Bruno, não há possibilidade de não vincular sindicato com jogo político, afinal o que está em jogo são as mudanças em relação à tomada e manutenção do poder (que pode ser o democrático). Dependendo da forma como é tratado o jogo político mencionado por você, é importante não naturalizarmos as questões políticas pois é o instrumento que temos para as ações por melhorias e até mesmo transformações sociais. Não tem como tratarmos as coisas com neutralidade, chega um determinado momento em que é necessário tomar partido, ir de encontro com os interesses que podem ser de ordem pública ou privada. Há a possibilidade da existência de uma crise, mas uma crise politica, pois há a possível percepção de que as pessoas não sabem desvincular a aparência da essência e os meios de comunicação de massa estão conseguindo fechar o objetivo. Sem futurologia, vamos aguardar o movimento da roda da história.

    • Não sou do PT e quem manda na greve não é o sindicato, e sim os professores em votação na Assembleia. Somos muitos e vejo pouquíssimos defendendo o PT, quase ninguém. Queremos apenas nossos direitos. Nenhum direito a menos. O governo tem mentido na imprensa, falando de aumentos e benefícios concedidos que não existem na realidade. Espero que o povo comece a ser esperto e vá caçar a verdade na fonte e enxergue além da nuvem de fumaça PT/PSDB. O que acontece no nosso estado é grave demais!

    • você está enganado sou sindicalizada e nem por isso sou Petista. Se ser petista e colocar o direito da coletividade acima de meus próprios interesses. então serei petista. Tem gente que confunde alhos com bugalhos.

    • Gente, temos q focar no MOVIMENTO. Nao tirem o foco falando d partidos e tal. A nossa luta é pelos nossos DIREITOS. Não podemos abrir mão deles pq o governo não cumpre promessas. Concordo com tudo por escrito.