10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
32 Comentários

Greve e acampamento de funcionários públicos na Assembleia continuam, diz presidente da APP-Sindicato

acampamento_alepO presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, nesta noite (10), afirmou ao Blog do Esmael que cerca de mil pessoas estão acampadas dentro da Assembleia Legislativa do Paraná, que foi tomada hoje à  tarde durante votação de pacotaço de maldades do governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
52 Comentários

‘Placar da Vergonha’: Veja como votaram os deputados no fracassado pacotaço de Richa

Clique na imagem para ampliar.

Clique na imagem para ampliar.

Blog do Esmael divulga o “Placar da Vergonha” com os nomes dos deputados que votaram “SIM” (verde), a favor do pacotaço, e “NàƒO” (vermelho), contra o pacotaço do governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
76 Comentários

Assembleia Legislativa do PR é ocupada por funcionários públicos em greve

ocupacao_alepProfessores e funcionários públicos em greve tomaram a Assembleia Legislativa do Paraná, por volta das 17h50, nesta terça (10), depois que os deputados aprovaram por 34 a 19 votos a transformação do plenário em comissão geral (tratoraço). ... 

Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
8 Comentários

Pressionado, Richa pode RETIRAR “pacotaço de maldades” contra servidores

richa_sciarraNos bastidores do Centro Cívico diz-se que o governador Beto Richa (PSDB) não aguentou a pressão e vai “afrouxar a tanga”. Isto é, retirar o pacotaço de maldades contra os funcionários públicos em greve geral desde ontem. ... 

Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
10 Comentários

Em nota, senadores e deputados federais condenam ‘aniquilamento’ da Paranaprevidência

senadores_deputadosOs senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) subscreveram nesta tarde, em Brasília, ao lado dos deputados federais João Arruda (PMDB), Cristiane Yared (PTN), Toninho Wandscheer (PT), Enio Verri (PT) e Aliel Machado (PCdoB), uma Nota Oficial contra o Em nota, senadores e deputados federais condenam ‘aniquilamento’ da Paranaprevidência.

Leia a íntegra da Nota Oficial Conjunta: Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

OAB-PR lança manifesto contra pacote de Beto Richa que extingue fundo previdenciário

O presidente da OAB-PR, Juliano Breda, divulgou nesta terça (10) manifestação da entidade contra a tramitação sumária (tratoraço) do “pacotaço de maldades” do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná.

A OAB, que em 2013 impediu na Justiça a criação do Caixa Único (CU) de Richa, afirma que o fundo previdenciário foi constituído para desonerar o Estado do encargo de pagamento de proventos e de pensões.

“O desequilíbrio das finanças do Estado não pode ser equacionado com uma oneração excessiva à  população e aos funcionários públicos”, diz um trecho da nota, que ainda roga para que os deputados estaduais “rejeitem o projeto de lei em exame”.

Leia a íntegra do documento da OAB:

NOTA PÚBLICA

!‹!‹A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL !“ SEà‡àƒO PARANà vem publicamente manifestar-se de forma absolutamente contrária ao regime de tramitação sumaríssimo, incompatível com a magnitude dos temas, e ao mérito do projeto de Lei 60/2015, do Governo do Estado, que provoca radicais alterações orçamentárias com profundos impactos sobre direitos adquiridos, em razão dos seguintes fundamentos.

!‹!‹O projeto é permeado pela diversidade das matérias, muitas delas totalmente desconexas. Vai desde uma simples campanha para incentivar a população a pedir nota fiscal até a polêmica medida de desvirtuar todos os fundos públicos existentes, acabando com a destinação específica dos valores que os compõem, e que justificaram suas criações, para permitir que sejam empregados no pagamento de qualquer item orçamentário, projetando, sobretudo, um inaceitável retrocesso no sistema previdenciário paranaense.

!‹!‹O PARANà PREVIDàŠNCIA foi criado para desonerar o Estado do encargo de pagamento de proventos e de pensões. Um dos poucos, senão o único projeto de real planejamento de longo prazo que já existiu no Estado. A fusão dos fundos previdenciário e financeiro praticamente retira o sentido da existência da entidade, e, no futuro, corremos o risco de voltar a situação anterior a 1998, quando sabia-se do esgotamento do modelo de contribuição e partiu-se para o modelo de capitalização.

!‹!‹Inadmissível a redução do valor das RPVs de 40 salários mínimos para R$ 12.000,00, ou seja, dívidas que devem ser pagas em 60 dias após a expedição da requisição de pequeno valor. Isso significa que condenações impostas contra o Estado que ultrapassarem o novo limite terão que ser submetidas ao regime dos precatórios, também seriamente comprometido pelo seguido inadimplemento do governo com sua obrigação constitucional.

!‹!‹O desequilíbrio das finanças do Estado não pode ser equacionado com uma oneração excessiva à  população e a Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
42 Comentários

Assista: “Deputados vão apanhar nas ruas se votarem contra os funcionários públicos”, prevê Requião

requiao_tv15O senador Roberto Requião (PMDB), em debate na TV 15, ao analisar a greve geral do funcionalismo público do Paraná, fez um prognóstico sombrio acerca da reação da sociedade se aprovado o pacotaço do governador Beto Richa (PSDB): ... 

Leia mais

10 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
22 Comentários

Cardozo sobre a Lava Jato: Não há nenhum envolvimento de Dilma

do Brasil 247

cardozo_dilmaDiante da queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff na pesquisa Datafolha, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, saiu em defesa do governo.

Segundo ele, a presidente Dilma Rousseff não tem qualquer vínculo com as denúncias investigadas na Lava Jato e afirma que, desde o início do caso, ela tem tomado todas as medidas necessárias contra a corrupção.

“à‰ natural quando você vê líderes partidários tentando vincular a presidenta à  essa situação, isso é um jogo político. Me espanta porque algumas dessas pessoas que tem falado de impeachment são pessoas que, no passado tinham um profundo espírito democrático”, disse em entrevista ao Globo. Leia mais