Verão começa com obras inacabadas e promessas não cumpridas no Litoral

via Blog Balanço da Canoa

verao.jpgO Verão começa oficialmente hoje à s 21 horas e 3 minutos. à‰ a estação mais alegre do ano. Boa parte da população entra em férias e desce para o Litoral. A estimativa é de que as praias do Paraná recebam 9 milhões de visitantes até o final da temporada.

O Jornal Gazeta do Povo traz na edição deste domingo (21) uma matéria sobre os problemas de infraestrutura da orla, relembrando promessas do governador do Estado, Beto Richa (PSDB), que não foram cumpridas a tempo. Seriam intervenções nos calçadões, obras de esgoto, construção de quiosques, proteção da restinga, entre outras obras mais que necessárias para o conforto dos veranistas e a preservação ambiental.

Isso sem falar nas estradas, como a PR 407 que há décadas pede duplicação. Os engarrafamentos na rodovia que liga a BR 277 à s praias de Pontal do Paraná já começaram no sábado (20) e vão se repetir até o carnaval. A duplicação iniciada há alguns meses será somente do trecho urbano da rodovia em Paranaguá e deve resolver o problema dos moradores daquela cidade. O restante da rodovia permanecerá simples e engarrafada.

Vale lembrar que pelos contratos de concessão do pedágio, a PR 407 deveria ter sido duplicada há anos, mas adendos secretos aos contratos firmados pelos deputados estaduais desobrigaram as concessionárias de executar diversas obras como essa.

Há também a necessidade urgente da duplicação da PR 412, rodovia que margeia as praias de Pontal a Guaratuba; e com ela, a tão aguardada ponte entre Matinhos e Guaratuba.

As cidades de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná são as que recebem o maior número de veranistas nessa época e vivem um certo frenesi que dura pouco mais de dois meses. A superlotação sobrecarrega as estruturas dessas cidades, que passam o verão no limite, como!  se fossem metrópole, e vivem o resto do ano quase desertas.

Na quinta-feira (18), o governador esteve em Guaratuba para “inaugurar” a minguada “operação verão”, que é praticamente só o reforço no policiamento e disponibilização de salva vidas nas praias. Vergonha.

Mas mesmo com todos os problemas, as belezas naturais, as delícias da culinária caiçara, a alegria e a simpatia do povo superam qualquer contratempo. Mesmo com todos os problemas, vale muito a pena curtir o Litoral do Paraná, e vejam bem: quem está dizendo isso é um catarinense que se criou nas praias de São Francisco do Sul, Barra do Sul, Barra Velha, Piçarras e por aí vai…

Comentários encerrados.