Por Esmael Morais

Um estranho caso de violência e invasão na hora do parto

Publicado em 12/12/2014

O caso foi relatado em uma longa matéria do jornal Gazeta do Povo, que inclui depoimentos da mulher que sofreu o constrangimento relatado, da sua mãe, e até do médico, que também se sentiu mal com a situação ao ponto de considerar a decisão judicial agressiva.

Após o exame de DNA a paternidade alegada foi confirmada, mas permanece a pergunta: qual argumento convenceu um magistrado a forçar a presença de um estranho no momento do parto?

Por certo existem maneiras seguras de se confirmar a paternidade sem que a mãe seja submetida a violência ou condição vexatória, como foi o caso relatado.

O pai da criança, que é advogado, teria ingressado com seis ações na Justiça contra mãe e avó. Por isso, elas deverão representar nos próximos dias o galalau na Comissão de à‰tica da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).