Osmar Dias quer ser “o homem” da presidenta Dilma no Paraná

dilma_osmar_requiao_gleisi.jpgO ex-senador e vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias, tem feito articulações no Palácio do Planalto para assumir a condição de “homem” da presidenta Dilma Rousseff no Paraná.

Presidente licenciado do PDT paranaense, Osmar argumenta com petistas que a senadora Gleisi Hoffmann (PT) saiu chamuscada da eleição e das investigações da Lava Jato e que o senador Roberto Requião (PMDB) já está prestes a pendurar as chuteiras.

De olho em 2018, o pedetista quer cheque branco da presidenta e do PT para fazer política no estado, ou seja, pretende se assenhorar de “bondades” em forma anúncio de obras e serviços do governo federal nas terras das araucárias.

Entretanto, setores do petismo veem Osmar com muita desconfiança. Acham que o político do PDT, numa eventual crise, pode fazer o jogo do irmão, senador àlvaro Dias (PSDB), em detrimento do projeto do aliado. Os petistas usam como exemplo a eleição deste ano, quando Osmar “amarelou” para não atrapalhar o mano.

Comentários encerrados.