“Eu tirei a Câmara de Curitiba das páginas policiais”, diz Salamuni

salamuni_ratinho_fruet_araujo.jpgO vereador Paulo Salamuni (PV), presidente da Câmara Municipal de Curitiba, afirmou ao Blog do Esmael que encerrará o mandato de dois anos com a sensação do dever cumprido. “Eu tirei a Câmara de Curitiba das páginas policiais”, repetia ontem (9) como se fosse um mantra.

Salamuni se referia à  antiga gestão de João Cláudio Derosso, ex-PSDB, que terminou com investigações no Ministério Público e cassação de mandato do ex-vereador que comandou a Casa por 15 anos.

Perguntado pelo Blog do Esmael sobre a sua sucessão, Salamuni confirmou que tudo caminha para a eleição do vereador Ailton Araújo, do PSC, no próximo dia 16.

A reaproximação do partido de Ratinho Júnior com o prefeito Gustavo Fruet (PDT) vem dando azia nos petistas curitibanos.

O PT tem hoje a vice-prefeita Mirian Gonçalves na aliança, mas a tendência é o cargo parar na mão do PSC em 2016. Essa seria a segunda etapa de um acordo político com Ratinho, que embarcaria de vez no projeto reeleitoral de Fruet.

Em contrapartida, o secretário Ratinho Jr. receberia o apoio do prefeito da capital para a disputa do Palácio Iguaçu em 2018.

O PSC é a maior bancada na Câmara Municipal de Curitiba com seis vereadores.

Comentários encerrados.