Dilma anuncia mais 14 ministros e fecha equipe

do Brasil 247
dilma_ministrosCom o anúncio de mais 14 ministros, a presidente Dilma Rousseff fechou, nesta quarta-feira, sua equipe para o segundo mandato.

Na nova lista, a principal novidade é a indicação do embaixador Mauro Vieira, que sai de Washington para assumir o Itamaraty.

No Ministério do Trabalho, onde havia uma disputa entre PT e PDT, prevaleceu a posição dos pedetistas e o partido segue com Manoel Dias, no cargo.

Além deles, permanecem nos cargos vários outros ministros, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), Thomas Traumann (Secom) e Arthur Chioro (Saúde).

Confira, abaixo, a lista completa:

– Advocacia-Geral da União: Luís Inácio Adams

– Assuntos Estratégicos: Marcelo Néri

– Casa Civil: Aloizio Mercadante

– Comunicação Social: Thomas Traumann

– Desenvolvimento Social: Tereza Campello

– Direitos Humanos: Ideli Salvatti

– Gabinete de Segurança Institucional: Jose Elito Siqueira

– Justiça: José Eduardo Cardozo

– Meio Ambiente: Izabela Teixeira

– Micro e Pequena Empresa: Guilherme Afif Domingos

– Políticas para Mulheres: Eleonora Menicucci

– Relações Exteriores: Mauro Vieira

– Saúde: Arthur Chioro

– Trabalho: Manoel Dias

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A vaca tossiu e o número de ministros, donos de ministérios imprestáveis e inservíveis, verdadeiros cabidões, não diminuiu.

  2. E o Aécio Néver ainda não se conformou com a derrota.

  3. Sei não… já não acredito em mais nada.

  4. Os marginais agradecem a permanência de Ideli Salvatti nos Direitos Humanos.

    Daqui uns dias as polícias usarão pistolinhas d’agua para combater o crime (alusão aos usos menos letais de força – contra o forte poderio e avanço da criminalidade)

    Avante paraná, avante Brasil.

    • Fica tranquilo que aqui temos o batman … vai dar cinto de utilidades a todos os “puliça” e, no governo, como governador, o robin mas, “robin” tudo. Ou vendam. Pra ajudar o mais canalha de todos, Ricardo Barros como vice-governador.