Deu chabu durante governo itinerante de Beto Richa em Londrina

por Samara Rosenberger e Vitor Ogawa, da Folha de Londrina

Confusão com filho de ex-vereador de Londrina marca protesto de estudantes da UEL, durante instalação do governo itinerante de Beto Richa. O município do Norte do Paraná completa hoje 80 anos. (Fotos: Ricardo Chicarelli/Equipe Folha de Londrina).

Confusão com filho de ex-vereador de Londrina marca protesto de estudantes da UEL, durante instalação do governo itinerante de Beto Richa. O município do Norte do Paraná completa hoje 80 anos. (Fotos: Ricardo Chicarelli/Equipe Folha de Londrina).

Na manhã desta quarta-feira (10), estudantes da Universidade Estadual de Londrina (UEL) protestaram contra cortes de verba nas Instituições Estaduais de Ensino Superior (IEES) no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), em Londrina, local onde o governador Beto Richa abriu os trabalhos do Governo do Estado. A concentração também contou com a presença de professores do ensino médio.

Os manifestantes exigem o pleno funcionamento da universidade com dinheiro público e livre da privatização. Eles também questionam o discurso de crise de arrecadação e reivindicam uma série de medidas: o imediato repasse do orçamento à s IEES-PR; a abertura de concursos públicos; política efetiva de permanência estudantil para todas as IEES-PR, com RU a preço acessível e de qualidade; moradia estudantil de qualidade e com vagas suficientes; ampliação das bolsas de pesquisa/extensão; autonomia universitária com gestão democrática e participativa e financiamento integralmente das IEEs pelo Estado, com verba pública.

A manifestação foi marcada por uma confusão envolvendo Rubens Caldarelli, filho do ex-vereador Oswaldo Caldarelli, e uma estudante do Serviço Social da UEL.

Os universitários faziam um cordão humano e tentavam impedir a entrada de pessoas no Iapar quando Caldarelli pegou um guarda-chuva e agrediu a universitária Thais Ferreira. Ela sofreu cortes na mão e foi à  delegacia registrar boletim de ocorrência. Além disso, Caldarelli ofendeu verbalmente o fotógrafo da Folha de Londrina, Ricardo Chicarelli, que tentava registrar a agressão. Rubens foi encaminhado ao 6!º Distrito Policial (DP) por policiais militares.

Agressor e vítima assinaram termo circunstanciado e foram liberados no local.

O secretário de Ciência e Tecnologia, João Carlos Gomes, dialogou com os estudantes e prometeu aumentar em 15% a verba de custeio das universidades em 2015. Em breve entrevista coletiva, Richa defendeu o pacote de austeridade aprovado ontem pela Assembleia Legislativa e disse que protestos de estudantes “sempre irão acontecer”.

Comentários encerrados.