Advogado lidera lista tríplice na disputa pela Ouvidoria de Curitiba

clovis_aguayo_fruet.jpgO advogado e professor Clóvis Augusto Veiga da Costa, 40 anos, especialista em direito processual e administração esportiva e mestre em direito do Estado, lidera a lista tríplice na disputa pela Ouvidoria Municipal de Curitiba. O órgão foi criado no ano passado pela lei 14.223/2013.

O advogado foi eleito ontem (11) com seis votos pela comissão eleitoral cuja função é ajudar na escolha do novo ouvidor.

Além de Clóvis, a comissão elegeu a jornalista Diocsianne Correia de Moura (quatro votos) e o advogado Maurício de Santa Cruz Arruda (três votos). Arruda é genro do vice-governador Flávio Arns (PSDB).

Na segunda-feira (15), os três “sobreviventes” serão sabatinados pela Câmara Municipal de Vereadores.

Durante o processo, a comissão eleitoral informa que inquiriu 32 dos 33 postulantes ao cargo.

O presidente da ABRAR (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Fábio Aguayo, ao Blog do Esmael, disse que “por questão técnica e de currículo” defende que o escolhido pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT) seja o mais votado.

“Por questão técnica e de currículo, eu defendo que o escolhido da lista tríplice [pelo prefeito Gustavo Fruet] para o cargo de ouvidor seja o mais votado. Isso é uma tradição no Judiciário e no Ministério Público”, declarou Aguayo.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Marcia Helena,
    Achei exatamente ao contrário.
    Achei lega a posição dela em colocar a sua formação e tentar, se posicionar, pois o que se mostra nessa matéria do blog é uma informação tendenciosa.
    Fábio Aguayo é uma liderança na cidade, mas a foto que deveria ilustra a reportagem seria dos três candidatos.
    Com relação ao prefeito ter o curriculo dela, duvido muito.
    Clovis é uma raposa velha, conhecida no meio político, assim como o Mauricio. Cheio de vícios e influências, que tanto falam em combater. Os dois tem seus padrinhos. Indicações assinadas e entregues nos gabinetes dos vereadores.
    Pode ser que a jornalista não tenha a “experiência”, que alguns dizem ser necessário ter para ocupar o cargo, mas de acordo com sua apresentação, ela, que até então era uma anônima, uma simples cidadã curitibana, morou sempre na periferia, estudou em escola pública, usa o transporte coletivo. Acho que para ocupar o cargo em questão, essa experiência vale mais do que um bom sobrenome e uma lista de padrinhos.

  2. O comentário que a jornalista que ficou em 2º lugar fez aqui, pedindo para inserir qualificações dela, que não foram citadas pela matéria de Esmael Morais, revela o grau de imaturidade que possui para assumir um cargo tão delicado. Soou ridículo! Se o Prefeito é quem vai escolher, pressupõe-se que ele tem o seu currículo, Diocssiane (é assim a grafia?).

  3. eleição chapa branca a câmara sempre submissa ao prefeito de plantão.

  4. Só queria entender, ou saber, o que o Fabio Aguayo tem haver com isso?

    • Esse fabio aguayo é um peru, se mete em qualquer assunto é só tá nessa pq Clovis é comissionado na cmc

    • O Fábio Aguayo faz o mesmo que eu, você e todos os cidadãos e cidadãs que tem opinião. Divulga-na. Eu apoio o Dr. Clóvis porque o conheço e o admiro e acho que ele tem perfil e experiência para o cargo. Acontece que o Fábio Aguayo é uma liderança municipal importante.

  5. Recentemente, o jornal Folha de S. Paulo noticiou que a Odebrecht procurou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) para tentar se blindar e esvaziar a CPI da Petrobras. Segundo a denúncia, Aécio teria escalado dois senadores ““ Alvaro Dias (PSDB-PR) e Mario Couto (PSDB-PA) ““ para “fazer circo”. Então, Esmael, parece que as investigações não vão atingir todos os envolvidos no Lava-Jato. Esta informação vale um post.

  6. Boa tarde

    O ideal mesmo, na minha pudica opinião seria a criação de conselhos regionais, ” não confundir com a porcaria bolivariana dos conselhos populares”.

    Composta basicamente por membros dos conselhos comunitários de segurança… evitaria assim mais gasto de dinheiro público, sem contar a agilidade nos processos que requerem a atenção do soporífero poder público municipal.
    E que a indicação dos membros passe longe da caneta capenga do Fruet.

  7. Caro Esmael, parabenizo seu Blog e trabalho. Se puder acrescentar em minha descrição que sou especialista em gestão da comunicação empresarial e mestre em comunicação, com um histórico de gerenciamento de crises nas relações entre instituições privadas e públicas e forte atuação no trabalho voluntário. Desde já, agradeço e fico ao seu dispor. Abs,

  8. Penso que uma jornalista, pelo seu ecletismo
    intelectual, seria a escolha ideal.
    A questão é de análise de conhecimentos,
    habilidades, e porque não, currículo.
    Senão, para que lista tríplice?
    Só para chancelar um vaticínio?
    + 1 post corporativista, Esmael.