Richa enfrentará plebiscito! em 2016

beto_praia_requiao.jpgOs 7,8 milhões de eleitores paranaenses adiaram! o plebiscito sobre o governo de Beto Richa (PSDB) para 2016, quando voltam à s urnas para escolher os novos prefeitos dos 399 municípios.

A eleição plebiscitária foi decida pelo tucano ao puxar a maioria absoluta dos prefeitos e anunciá-los como seus apoiadores na reeleição de outubro.

Até as pedras de paralelepípedos que calçam as ruas das cidades do interior sabem que Richa prometeu, assinou convênios, fez festa de lançamentos de obras, mas deu calote nos atuais prefeitos. A dificuldade de caixa no governo do estado tende a se agravar nos próximos meses e anos, portanto…

Eleito! como principal oposicionista no estado, o senador Roberto Requião (PMDB) afirmou ao Blog do Esmael que vai ao Vietnã no fim deste mês em busca de inspiração. Na volta do continente asiático, o peemedebista diz que vai se debruçar sobre o projeto eleitoral de 2016.

Aqui abro um parêntese. Vietnã é a terra do revolucionário comunista Hồ Chí Minh [“aquele que ilumina”]. Fecha parêntese.

Requião deverá propor a formação de uma frente de esquerda no Paraná formada inicialmente pelos seguintes partidos: PMDB, PT, PDT, PTN, PCdoB e PV. O leque de alianças poderá se abrir ainda mais à  medida que vai chegando 2016.

A ideia funcionaria mais ou menos assim: onde um partido for mais forte seria o cabeça de chapa com os demais da frente apoiando em eleição plebiscitária contra o candidato do “mula manca”, como diz o colunista e deputado eleito Requião Filho (clique aqui).

Comentários encerrados.