Reacionária, Curitiba envergonha o país sem feriado da Consciência Negra

Mesael Caetano dos Santos, o

Mesael Caetano dos Santos, o “Advogado dos Pobres”, presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB Paraná, negro, nordestino e pobre, luta pelo reconhecimento do feriado de Zumbi dos Palmares em Curitiba.

Quando se fala que a capital paranaense é conservadora não é apenas retórica. à‰ fato. Vide o exemplo do feriado da Consciência Negra, nesta quinta-feira, 20 de novembro, defenestrado no ano passado pelo Tribunal de Justiça do Paraná e confirmado pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

As entidades Associação Comercial do Paraná (ACP) e do Sinduscon, símbolos do capitalismo e da supremacia branca, argumentam que a data comemorativa dos negros traria prejuízo de R$ 200 milhões ao comércio da capital paranaense.

Estima-se que a população afrodescendente curitibana é de 23,4%. Quase um quarto.

As cidades do Rio de Janeiro e São Paulo entenderam ser importante homenagear o guerreiro e líder dos escravos Zumbi dos Palmares, morto a 20 de novembro de 1695, portanto há 319 anos.

A lei sancionada em 11 de janeiro de 2013, pela Câmara de Curitiba, estabelecendo o feriado da Consciência Negra, é uma espécie de “expiação” dos pecados cometidos pelo legislativo municipal que, segundo a História, a partir de 1746, recebeu autorização real para marcar escravos fugitivos.

O que esperar de uma sociedade mesmo depois de 126 da abolição da escravatura que trata os trabalhadores domésticos como se ainda fossem escravos, sem direitos e vantagens consagrados pelas leis laborais?

72 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I’m all new to blogs and certainly loved you’re web site. Most likely I’m want to bookmark your website . You certainly have excellent stories. Appreciate it for revealing your web site.

  2. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    WattsApp: (11)9845-80831

  3. Todos vocês, com todo respeito, antes de se atacarem dessa forma, assistam a palestra “HISTÓRIA NUA E CRUA DA ESCRAVIDAO DO BRASIL” – por Hélio Couto, e depois sim, voltem a postar os seus comentários. Se ainda não percebem nada disso terminou e somos escravos também, independente de raça. Mas a manipulação nos dias atuais é outra. Quem tiver olhos que veja e quem tiver ouvidos que ouça.

  4. Tem cada comentário que dá ânsia de vomito ao ler. Tem gente que primeiramente fugiu da aula de história ou não estudou adequadamente, porque lá no fundo, até “alemão” nascido no Brasil tem seu pé na senzala. Se for tirar um DNA não vai dar errado. A homenagem é válida e deve ser nas escolas estuda as causas da escravatura no Brasil, não como foi no tempo do ensino da Ditadura, mas como ela de ser estudada. Onde o negro foi sequestrado de sua terra natal, a África e trazido ao Brasil para trabalhar nas plantações de cana de açúcar nos tempo de colonia e no império nas lavouras de café, e tem gente que acha que eles não devem ser homenageados. Pois nós brasileiros devemos é desculpas a está raça pelo que nossos antepassados fizeram a eles.
    E se tem gente que no lugar de massa cinzenta tem marrom na cabeça, isso não é culpa dos afrodescendentes e sim da mãe natureza.

  5. Só disseram bobagem acima. Deveriam mesmo é criar mais um feriado por semana, da consciência de qualquer coisa e teriamos quase mais dois meses de férias. E ainda se caisse na terça ou na quinta tinha que emendar a segunda ou a sexta respectivamente. A economia e o Estado que se lasquem.

  6. E complementando o que eu já disse com uma concentração de renda absurda e um egoísmo que chega até dar nojo eu sou a favor de reduzir a jornada de trabalho para 6 horas e com muito mais feriados.

  7. A questão é que não temos uma distribuição de renda justa então gerar riqueza para quem.se fosse como no Japão eu era a favor de trabalhar até domingo mas não é .O Brasil ainda tem uma mentalidade do português colonizador explorador e escravocrata.

  8. E nao tem q ter mesmo feriado. Senão deveria haver dia da conciencia branca, parda, amarela, etc.

  9. Quando os portugueses iniciaram a colonização do Brasil, não existia mão-de-obra suficiente para a realização dos trabalhos manuais. Diante desse problema, o governo português passou a escravizar indígenas com o propósito de força-los a trabalhar nas lavouras. Porém, a prática não prosperou no Brasil e os portugueses passaram a buscar escravos africanos para submetê-los ao trabalho escravo em sua colônia.

    Assim, desde o início do período colonial, a mão-de-obra predominante no Brasil foi a escrava. Atenta a tudo isso, em meados do século XIX, a Inglaterra, principal parceiro econômico do país, passou a pressionar Dom Pedro II para que o imperador acabasse com o regime escravocrata.

    Apesar dos ingleses alegarem razões humanitárias para defenderem o fim da escravidão, a verdade é que a escravidão representava um impedimento aos interesses ingleses no Brasil. Pois, enquanto o maior número de trabalhadores brasileiros fossem escravos, não haveria mercado consumidor para os produtos ingleses no Brasil. Pois, como todos sabem: escravo não recebe salário, portanto, não consome.

    Com isso, em 1845, o governo inglês aprovou a Lei Bill Aberdeen, essa lei autorizava a marinha inglesa de capturar ou afundar navios negreiros com destino ao Brasil. Na prática o que aconteceu foi que dezenas de navios negreiros foram aprisionados ou afundados pelos ingleses, gerando grandes prejuízos ao Brasil.

    Sem alternativa, o governo brasileiro passou a aprovar, gradualmente, uma série de leis e tratados que limitavam a escravidão no país.´

    Para maiores informações assistam História nua e crua da escravidão do Brasil por Helio Couto – youtube

  10. Quando teremos cotas para negros na Camara Municipal de Curitiba, para a Assembleia Legislativa e para o Congresso Nacional? São 38 vereadores em Curitiba, 54 deputados na ALEP e 513 deputados na Camara Federal. Impor cotas para a sociedade é fácil, fazer festas com o chapéu alheio, dizer que é contra raciscmo, levantar camiseta dizendo que é crime, tudo isso é muito bonito na mídia. Quero ver 20% dos negros na parcela de cotas na política. Quando isso for aprovado aí sim, vou começar a acreditar que realmente temos justiça racial. Ainda tem os GLBT, os índios, as mulheres, vamos ter cotas pra todo mundo na política.

  11. Onde a raça branca predomina sempre vai haver sentimento de discriminação ao negro
    Onde a raça negra é a maioria sempre vai haver dicriminação ao branco.
    Mais a discriminação mesmo é contra o branco feio e o negro feio e tambem ao pobre
    Se você tem , por exemplo, uma loja não vai colocaar uma negra feia ou uma branca feia de vendedora, e isso sempre acontece dos dois laldo (preto e branco)
    Se vc não concorda com isso é porque vc é um tremendo dum hipócrita
    Se vc se sente discriminado aconselho a frequantar uma igreja ande vc encontrar o minimo de discrimanação, quidado que até em igreja tem um pouquinho disso
    O homem(a) muito poucos consegue viver longe da discriminaçao (é diabólico) só Deus pode amenizar esse sentimento impossível de dominar
    Deus ama vc independente de raça. Mais Ele que ver vc llendo suas palavras contida na bíblia, não é religião isso (ler a íblia)
    Feriado não vai funcionar, vai causar mais polelmica entre as raças!

  12. Existe algo de errado não relatado sobre Zumbi dos Palmares, omitem este fato na história dos escravos no Brasil.
    Mito 1: Palmares era um quilombo baseado em princípios democráticos e Zumbi, seu líder, era um mártir da resistência contra a escravidão.

    Zumbi estava longe de ser um herói da democracia. “Mandava capturar escravos de fazendas vizinhas para que eles trabalhassem forçados no Quilombo dos Palmares. Também sequestrava mulheres, raras nas primeiras décadas do Brasil, e executava aqueles que quisessem fugir do quilombo”. A vocação para o poder de Zumbi vinha de família. Ele descendia dos imbangalas, considerados os “senhores da guerra” na África Centro-Ocidental. Ou seja, nada mais natural que se considerasse no direito de ter seus próprios servos.

    • Observador você está enganado, Zumbi era um polaco, o Polaco da Nhanha, que se pintava com Nugget preta para se camuflar a noite e dar umas palmadas nas moçoilas. Suas palmadas as deixavam com calombos. Daí o termo Calombo das Palmadas foi evoluindo através dos séculos até ser conhecido historicamente como Quilombo dos Palmares. Vá estudar história seu analfabeto presunçoso!

  13. Como os comentários dos colegas anteriores, sou totalmente contra o aumento de feriados no Brasil. Vamos trabalhar que é melhor. Sou também contra qualquer discriminação racial, portanto também sou contra as cotas de negros em concursos público. Eu estudei em escola pública, consegui vencer não foi por falta de oportunidades, pois meu pai era operário metalúrgico como o lula só que ele trabalhou 35 anos e depois mais 10 após a aposentadoria.

  14. O que envergonha o país é esse monte de feriado e gente folgada querendo ainda mais. Se para demonstrar respeito tivesse que implantar feriado teríamos que fechar tudo no dia do italiano, do alemão, etc, etc..

  15. Aqui nóis fais parte da republica do Paraná! Sumo tudo elite! i branca.

  16. Em quem os 23% dos afrodescendentes de Curitiba votam? Onde estão os vereadores e deputados eleitos por eles? Os negros são os mais racistas. Eles não votam neles mesmos. Prova: Na Camara Municipal de Curitiba temos apenas Mestre POP negro, que tem sua base na região do Tatuquara onde a população é branca, ou seja, não foi eleito por seus pares. Quem é o representante do negro na ALEP???? Se querem exigir direitos elejam seus representantes!

  17. Quando é feriado do polaco ou do italiano ou do ucraniano ou do japonês? O que tem de inferior essas raças ou esses povos comparado aos negros? O melhor reconhecimento do valor de cada raça é gerar empregos para que todos possam sobreviver.

  18. Bem, se ACP e outros alegam que isto irá ter prejuízo financeiro, podemos sim fazer a nossa parte. Vamos nesta data, hoje ou nas próximas, VAMOS EVITAR DE GASTAR UM CENTAVO, assim iremos manifestar nossa indignação! Se o comércio e o lado financeiro falam mais que a data comemorativa, o significado, mesma moeda!!!!

  19. Isso é uma vergonha! Onde se viu criar um dia da conciência negra se não existe o da da Conciência Branca, da Conciência Lemão, da Conciência Istaelita, da Conciência Ucraniana e das outras raças que realmente construíram esta nação. Tem que criar um dia para cada um, aí eu concordo, mas não pode privelijiar uma só etinia.

    • PATRICIA, ONDE VC ESTUDOU HISTÓRIA? GAZEOU ESSA AULA? MENINA! VAI ESTUDAR , SE INTEIRAR ANTES DE FALAR TANTA BESTEIRA SEM FUNDAMENTO.QUERIDA, A RIQUEZA DESSE PAÍS FOI CONSTRUÍDA PELAS MÃOS DE AFRICANOS TRAZIDOS A FORÇA DA ÁFRICA!AQUI MESMO EM CURITIBA TEM MUITA CONTRIBUIÇÃO DOS NEGROS, VC SABIA QUE OS ENGENHEIROS REBOUÇAS ERAM NEGROS? RAROS, QUE SE FORMARAM E CONTRIBUÍRAM PRA ESSA CIDADE. SABE TBEM QUEM FORAM OS VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA? DO SUL DO PAÍS AQUI É ONDE TEM O MAIOR CONTINGENTE DE NEGROS!OS NEGROS SAÍRAM COM UMA MÃO NA FRENTE E OUTRA ATRAZ,NO ENTANTO ESSES QUE VC DIZ QUE “CONSTRUIRAM” A RIQUEZA FORAM OS QUE GANHARAM TERRAS POIS O INTUITO DOS PODEROSOS ERA EMBRANQUECER A TERRA BRASILIZ. HOJE SE TOMAMOS BANHO OU LAVAMOS ROUPA SAIBA QUE APRENDEMOS COM OS NEGROS E INDÍGENAS. O QUE ME ESPANTA É QUANDO HÁ FESTA DE ETNIAS E A COMUNIDADE NEGRA NÃO ESTA INSERIDA! CURITIBA É RACISTA, PRECONCEITUOSA E MAL INFORMADA.

    • Londrina também não parou apenas nos funcionários públicos tivemos esse privilégio. Encanto meus irmãos estão no tronco eu estou aqui tomando uma cerveja em memória deles

    • Como disse Cony a “internet desnuda toda a imbecilidade humana”. Os comentários de algumas pessoas primam pela pobreza de conhecimentos históricos, sociológicos, antropológicos e sobretudo sentimento de humanidade. Muitos deveriam estudar. Os analfabetos políticos com diplomas de cursos superiores existem em abundância. Como disse Lincoln “Deus deve amar os medíocres, pois criou tantos”.

  20. Vão trabalhar vagabundos. Vocês são daqueles que querem trabalhar um tempo, depois botar a empresa no pau dizendo que eram explorados. E ficam ganhando seguro desemprego trabalhando sem carteira assinada. Vagabundagem e pouca. Queria saber o que esses defensores do feriado fariam senão simplesmente pegar o carro e ir pra praia, sem nem saber quem foi zumbi dos palmares.

  21. Infelizmente a ideologia burguesa trinfou. A exaltação e a sacralização do trabalho está estampada na maioria dos comentários acima. O triste é que muitos são empregados que alegremente se propõe em aumentar a mais-valia dos seus patrões. Trabalham alegremente acreditado que farão parte da classe dominante, não farão, no máximo pertencerão a uma classe média consumista, fascista e analfabeta em termos políticos. Temos uma dívida imensa com os africanos que durante três foram escravizados. O 20 de novembro deve ser um dia para reflexão e para o combate a todas as formas de preconceito. Viva Zumbi dos Palmares! Viva André Rebouças, Luiz Gama, Cruz e Souza e todos os negros da imensa nação brasileira!

  22. Não vejo o motivo da não comemoração ao Zumbi dos Palmares que lutou pela liberdade de seu povo que foi trazido ao Brasil a força, nada mais justo homenagear este povo que na época da colonia e império, fizeram aparecer a economia brasileira. Mas como tem gente reacionária e racista nesta Curitiba e Paraná, vai esperar o que deste povo que até apoia a volta dos militares. Só podia ser isso que estamos vendo. Uma vergonha para os paranaenses coerentes e racionais.

  23. Parabens Curitiba! Aqui respeitamos e convivemos com todas as cores, religiões, opções. Não precisamos desta vagabundagem de instituir feriado para mostrar respeito á história dos negros brasileiros. Viva Curitiba, terra de trabalho e desenvolvimento!

  24. O povo curitibano é tão contra feriado que basta ir a praia, nos feriados para constatar, carnaval então? A cidade fica as moscas. Cidade de comédias.Aqui não se pode falar em negro, índio, pobre, petista que dá alergia em boa porte dos entendidos que reelegem um governador que conseguiu a proeza de quebrar o Estado em três anos, mesmo com aumento de arrecadação, tarifaços Detran, Sanepar, Copel, corte de gastos com saúde, educação, segurança pública. Pergunto esta ameba tucana fez o que como prefeito? Como governador? Não merecia ter sido reeleito.

  25. No Brasil somos iguais perante a Lei??? Faz me rir…pra mim soa como utopia…Ex: uma representante do Poder Judiciário solicitou com toda a delicadeza para dar atenção especial a um caso onde trabalho, pois a família tem muitas posses e poderia causar constrangimento na cidade…ou seja, quando é pobre pode até noticiar pelos quatro ventos…somos muito iguais perante a lei…

  26. Quero um feriado da CONSCIENCIA MINEIRA a quem este estado deve boa parte da sua punjança.

  27. Maringá também. E a vergonha é que aqui, quem ajudou a barrar foi um negro.

  28. Me orgulha ainda mais a minha cidade! Chega de feriados e vamos trabalhar!!!!

  29. Saiu chorume pela tela, nunca vi alguém escrever tanta besteira em tão poucas palavras…

  30. E qual a programação dos ativistas do movimento negro para comemoração da data?

  31. Curitiba Reacionária? Não se identifica uma cidade e seu povo com essa declaração, acredito que isso sim é uma forma de descriminação. E se tivermos um feriado para cada povo sofrido, abusado em seus direitos, vamos folgar por 10 anos consecutivos…

  32. No Brasil, todos são iguais perante a lei. É constitucional. Na mesma escola pode estudar: brancos, negros, índios dentre outras etnias, podem participar de qualquer concurso público, frequentar qualquer clube, não há restrições em matricular-se em qualquer escola ou universidade, somos uma nação livre, o grande JOAQUIM BARBOSA ex-presidente da Corte Suprema é um exemplo de esforço e realização. Ele venceu por seus méritos.

  33. Concordo com os reacionários curitibanos, vamos acabar com todos os feriados que somente causam prejuízos a nós os sofridos empresários enquanto a patuleia fica em casa dormindo. Minha sugestão é essa.
    Que tal começarmos pelo, Natal, Confraternização Universal ou 1º de Janeiro, Sexta-feira da Paixão (18/04), Corpus Christi (19/06), Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (08/09), Dia do Trabalho (01/05), Independência do Brasil (07/09, Nossa Senhora Aparecida,
    Finados (02/11, Proclamação da República (15/11)entre outros dias de ócio e vagabundagem?

    • Vá, vá rapaz. Sofrido empresário o cacete. Quer dizer então que acaba o arroz e feijão em casa, bem no dia do feriado, eu não vou comprar em outro dia? Balela, conversinha, dados estatísticos de subtração e divisão, somente isso, ninguém deixa de comprar em dia de feriado e não compra em outro dia. Sem falar que nos dias de feriados os shopping´s lotam com almoço, jantares e etc… E a turma que desce pra praia tomar cerveja? Gasolina? Não gastam? Eu presto consultoria a supostos empresários como você. Exploradores de funcionários e sonegadores de impostos. O resto é balela. 40 horas já.

      • Kaká, acho que você não entendeu a minha crítrica e ironia, mas está desculpado, afinal, não podemos esperar que um tucano coxinha saiba entender o que ele lê. São analfabetos funcionais.

      • Essa é pra rir mesmo. O cara defende o feriado para que as pessoas possam ir no shopping fazer compras, tomar cerveja na praia a abastecer os carros? Se é feriado, quem vai vender nas lojas do shopping e atender nos postos de combustíveis?? Hein seu idiota??

        • Ow Valter, idiota é tua mãe que resolveu ter filho com qualquer um. Deu nisso daí. No mais, você é burro porque não sabe que shopping abre qualquer dia, bem como postos de gasolina e boteco ou está de sacanagem. E, Luiz Pereira, se foi ironia, me perdoe, e estou longe de ser coxinha da raça tucanalha. Sou do outro lado, e de carteirinha.

    • Empresário continuam tratando funcionários como escravos, tomara que venha uma falência pra você

  34. EU CONCORDO COM DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA, MAIS O DIA DEVE SER UM DIA DE PALESTRA, FILMES, PEÇAS DE TEATROS, DOCUMENTÁRIOS , SHOWS, EXPOSIÇÕES, FEIRA GASTRONOMICA E NÃO FERIADO PARA APENAS APROVEITAR UMA FOLGA, O DIA É JUSTO, O FERIADO NÃO..

  35. Curitiba reacionária? Somente porque o povo daqui tem um mínimo de dissernimento e não elege o PT? Tem meio Brasil para viver, ninguém te obriga a ficar aqui!

  36. Isso é um absurdo…foram mais de 400 anos de escravidão e até hoje as marcas disso são sentidas por essa população. É uma vergonha que nossa cidade fique de fora dessa comemoração. como disse Darcy Ribeiro: “O Brasil foi forjado a sangue negro e índio”, mas até hoje essas populações sofrem com nosso descaso.

  37. Feriado? Tem que se diminuir o número de feriados, não aumentá-los. Comemorar esse ou aquele dia faz parte das tradições e movimentos. Vamos parar de hipocrisia. Acabaram com vários feriados religiosos e agora aos poucos querem substituí-los. O país precisa produzir, trabalhar.

    • No Reino Unido feriado é respeitado, se cair no sábado ou domingo é comemorado na segunda-feira, e o número é bem maior que o nosso e mesmo assim é um país R.I.C.O., nós sempre vamos ser pobre, mesmo os ricos porque dependemos do governo com ou sem bolsa.

    • Qual feriado religioso acabou?

  38. Sou contra essa banalização de feriados e pra ter consciência de alguma coisa não precisamos ficar dormindo em casa!