Ratinho Jr e Gustavo Fruet ensaiam acordo político para 2016, sem o PT

fruet_ratinho.jpgO vereador Ailton Araújo, do PSC, poderá presidir a Câmara Municipal de Curitiba no biênio 2015/2016. A reviravolta pode significar um novo rearranjo político do prefeito Gustavo Fruet, do PDT, com o grupo do governador reeleito Beto Richa, do PSDB, e, consequentemente, afastamento do PT.

O PSC do deputado estadual eleito Ratinho Júnior tem a maior bancada no legislativo municipal curitibano com seis vereadores. Ex-candidato e ex-adversário do pedetista na eleição de 2012, o parlamentar agora tem o radar ligado em direção ao Palácio Iguaçu. Ele só pensa na sucessão de Richa em 2018.

O PT tem a vice-prefeita Mirian Gonçalves, que também comanda a Secretaria Municipal do Trabalho. O partido pensava em ampliar seu espaço lançando o vereador Pedro Paulo à  presidência da Câmara, mas a movimentação do aliado! é no sentido contrário.

Com o avanço do PSC de Ratinho em Curitiba, em parceria com Fruet, é possível que o PT inicie um projeto autônomo na capital paranaense. Dois nomes despontam na legenda para a disputa de 2016: a própria Mirian e o deputado estadual Tadeu Veneri.

Comentários encerrados.