Palácio Iguaçu dá “olé” em Rossoni e Sciarra, que lutam pela Casa Civil

beto_rossoni_sciarra.jpgO governador em exercício e presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), sonha em ocupar a chefia da Casa Civil no segundo mandato de Beto Richa (PSDB).

O ainda deputado federal Eduardo Sciarra (PSD), que coordenou a campanha do governador, também é cotado para a Casa Civil. Ele desistiu de uma reeleição certa à  Câmara para dedicar-se à  reeleição do tucano.

Rossoni desconfia que se for a Brasília será mais um entre 513 deputados, haja vista que o projeto Aécio Neves (PSDB) bateu na trave. Lá, não terá caneta nem holofotes que tem por aqui. Por isso luta pela Casa Civil.

O cargo na Casa Civil, atualmente, é ocupado pelo “pacato” guarapuavano Cezar Silvestre (PPS) cujos passos e rotinas são acompanhados diuturnamente pelos homens mais chegados a Richa. Essa conformação nada atrapalha o triunvirato formado no Palácio Iguaçu entre os secretários Marcelo Cattani, Deonilson Roldo e Ezequias Moreira.

A chegada de Rossoni ou Sciarra derrubaria o triunvirato ao chão pelo perfil e virtudes que cada qual tem. Por isso os dois parlamentares, do PSD e PSDB, seguem levando “olé” do governador aliado.

Sciarra e Rossoni lutam entre si, conforme lista vazada pelo Palácio Iguaçu, mas devem ficar chupando dedos ao final da peleja. Silvestre pode continuar na pasta, pois representa menos perigo! ao status quo.

Do Caribe, em alto mar, rumo a Disney World, em Orlando, Estados Unidos, Richa recebe diariamente “boletins” sobre o engalfinhamento.

Comentários encerrados.