Por Esmael Morais

Lobista do PMDB diz que começou a operar na Petrobras no governo FHC

Publicado em 21/11/2014

baiano_fhc.jpgO empresário Fernando Antonio Falcão Soares, o Fernando Baiano, apontado pela Operação Lava Jato como lobista do PMDB na Petrobras, em esquemas de propinas e corrupção, afirmou nesta sexta-feira (21), em depoimento na Polícia Federal, que começou faz negócios com a estatal ainda no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB), no ano de 2001.

Por volta do ano de 2000, ainda durante a gestão Fernando Henrique celebrou um contrato com uma empresa espanhola, de nome Union Fenosa!.

Baiano disse que fez doações para campanhas políticas a pedido de Alberto Youssef, mas negou que tenha “operado” para partidos ou repassado valores ao doleiro.

Fernando Baiano revelou que conheceu Nestor Cerveró, da àrea Internacional da Petrobras, ainda no governo Fernando Henrique!.

A Polícia Federal tenta encontra elo entre compra da refinaria Pasadena, nos Estados Unidos, Cerveró e Baiano.

Com informações do Estadão.