Governo federal oferece verbas para aeroportos, mas Beto Richa refuta

aerob.jpg

O deputado federal João Arruda (PMDB) ocupou a tribuna da Câmara nesta quinta-feira (06) para falar sobre o Programa de Investimentos em Logística do governo federal que, segundo o parlamentar, vem possibilitando a realização de importantes obras de infraestrutura como rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.

Mas, segundo o parlamentar, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e seu irmão, o Secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, preferem refutar a ajuda federal e depois se fazem de discriminados pela União. à‰ o que aconteceu no caso recente envolvendo a possibilidade de estruturação dos aeroportos de Bandeirantes e União da Vitória.

O governo federal pretende investir mais de R$ 7 bilhões para alavancar a aviação regional. Esse recurso servirá para melhorar a infraestrutura, a qualidade dos serviços e ampliar a oferta de transporte aéreo à  população brasileira nos aeroportos regionais. Atualmente, o Paraná conta com 44 aeroportos e somente cinco (Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina e Maringá) oferecem voos regulares.

Mas o governo do Paraná informou que os dois municípios não preenchem um dos requisitos do Plano Geral de Outorgas que é ter um PIB superior a R$ 1 bilhão. Segundo o deputado João Arruda, o critério existe, mas não é determinante para inclusão dos municípios no plano, e caberia ao governo do Estado criar as condições para a efetivação das obras.

Para o deputado, o governo da presidenta Dilma quer ampliar os investimentos e estabelecer parceria com o Parana, mas falta boa vontade ao governo do Estado, que deveria pensar em alternativas para gerenciar todos os aeroportos no Paraná, como a criação de um Departamento Aeroviário Estadual, uma Subsecretaria de Gestão de Aeroportos ou até mesmo a Secretaria dos Aeroportos!, afirmou.

Comentários encerrados.