Em defesa dos cargos, PT reafirma amor a Fruet, que não corresponde

fruet_richa_pt.jpgA direção municipal do PT de Curitiba está apreensiva com os próximos passos do prefeito Gustavo Fruet, do PDT. Ontem à  noite, no sótão do partido, os dirigentes resolveram tomar medidas para assegurar cargos na administração.

O resultado da reunião foi expresso no primeiro item de uma resolução aprovada depois de 4 horas de intensos debates: O PT continuará defendendo e apoiando as realizações positivas apresentadas pela administração municipal!.

Embora tenham reafirmado amor eterno, os petistas ainda não foram correspondidos por Fruet. O prefeito não sabe se vai ou se fica e por consequência os petistas não também não sabem se casam ou compram uma bicicleta.

Uma das formas de sacramentar o casório político seria o prefeito declarando apoio à  candidatura do vereador Pedro Paulo à  presidência da Câmara e sinalizando a continuidade do PT na vice, hoje ocupada pela secretária do Trabalho Mirian Gonçalves.

As dúvidas dos petistas têm razão de ser, pois o aliado pedetista anda costeando o alambrado do governador Beto Richa (PSDB), considerado inimigo número 1! do PT no documento aprovado ontem: O PT continuará sendo oposição ao governo estadual reeleito, fiscalizando e cobrando os compromissos de campanha principalmente aqueles que têm reflexo direto na vida da população de Curitiba!.

Leia a íntegra da resolução petista:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2014/11/resolucao_pt_curitiba.pdf

Comentários encerrados.