Coluna do Enio Verri: Beto copia Lerner ao atacar democracia e pôr fim à  eleição para diretor de escola

richa_alep_enio.jpgEnio Verri*

Nos melhores moldes de Jaime Lerner e do extinto Partido da Frente Liberal (PFL), atual Democratas (DEM), o governador Beto Richa (PSDB) coloca em risco a democracia nas escolas estaduais. à‰ repeteco de uma história lamentável do nosso Estado.

O tratoraço aliado à  violência contra profissionais da educação na Assembleia Legislativa, que suspendeu as eleições para diretor que estavam marcadas para a próxima semana, não somente demonstra a forma truculenta dos tucanos governarem, mas a despreocupação com o diálogo com a sociedade.

Descompromisso este, que além da tentativa de enfraquecer o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP), entre outros movimentos interessados, tenta impor suas vontades goela abaixo. O projeto foi aprovado por 33 a 13 votos.

Sem receio de desagradar aos profissionais da educação, o projeto de lei consistiu em rever a forma de escolha de diretores em um período supostamente mais adequado e sem os riscos das paixões partidárias e posicionamento no segundo turno presidencial.

à‰ como um filme de suspense em que já sabemos o fim. Utiliza-se de argumentos democraticamente duvidosos em prol de uma suposta democracia escolar. No final das contas, os fantasmas do passado é que podem estar de volta.

Remonta-se a episódios lamentáveis da nossa história adormecidos com Jaime Lerner e que se reascende com Beto Richa: o autoritarismo nas escolas estaduais e o distanciamento da comunidade escolar na educação paranaense.

Mais uma vez, o diretor estará a serviço do governador e não da população.

Os ventos sopram para o fim das eleições diretas para diretor das escolas estaduais e a retomada de critérios subjetivos que fortalecem a indicação política. Cabe a nós pressionar e garantir a democracia na educação paranaense.

*Enio Verri é deputado estadual, deputado federal eleito, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.

16 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Está correta a ação do governo em acabar com as eleições pra diretores de escola. O candidato ao cargo deve estar apto a assumir a função, ter formação, comprovar estar preparado, concorrer por competência, não por simpatia como muitas vezes é o critério. Quanto a APP, quem tem conhecimento sabe como as coisas funcionam lá dentro e quais são os principais interesses. Iniciativa apoiada.

  2. E OS PROCESSOS CONTRA O BETO RICHA ESTÃO PARADOS, PORQUÊ? QUANDO PREFEITO, DESVIOU DINHEIRO DA SAÚDE PARA OUTROS FINS,E NAQUELA ÉPOCA JÁ NÃO CUMPRIU O MÍNIMO DE 12%. OS PROCESSOS DE CAIXAS 2 DAS ELEIÇÕES DE 2000, 2004 E 2008, COMO É QUE ESTÃO: ENIO VERRI, POR FAVOR RESPONDA.

  3. Nem devia existir eleição em escola.

  4. Diretor legal ou não, concurso, eleição….tudo balela. A prorrogação foi engana bobo…vamos prorrogar,desta forma não será preciso pagar férias e outros acertos de contas. E a diretora da caiu igual patinho. Obrigado diretor pelego, graças a vc terei meu décimo na conta…kkkkk

  5. Enio nao adianta, Beto é o governador eleito pelo povo, ademais, em 1° turno!
    Chupa essa manga!

  6. Gozado Esmael ; eu não vejo esse formigão depilado falar da roubalheira da Petrobras , nesses assuntos ele senta em cima do rabo ,esse cara de peroba .

  7. Quem trabalha em educação sabe que esse modelo eleitoral está falido, o diretor ganha por ser amiguinnho desse ou daquele, trabalho em uma escola que da vergonha dos diretores, um mais incopente que o outro.

  8. Lamentável e a roubalheira do seu partido PT

  9. O governo está correto em acabar com as eleições para diretor de escolar. O candidato tem que ser avaliado e estar apto a exercer a função. Ter qualificação para tal. Hoje, muitas vezes, elege-se aquele candidato mais simpático ou menos exigente. E outra, o governador não tem que agradar esse ou aquele seguimento ou sindicato, tem que administrar com responsabilidade e eficiência, afinal quem prestará contas é ele ao final do seu mandato.

    • Não é só a comunidade eleger o diretor e pronto. O governo tem que aatravez de seu sistema educacional fiscalizaar os diretores e é isso que o Beto não está fazendo. Por isso acontece muita evasão. A comunidade não é e nunca deve ser responsabilizada palo mal desempenha das escolas não fiscalizadas pelo governo. A verdade é que o governo Beto e seus puxa saco não tem interesse em intruir o povão. Povo quanto mais ignorante é mais fácil de ser manipulado, e é esse a içntenção deste governo psdb,dem,pp e outros partiçdos do mesmo balaio. Um povo mal instruido politicamente mesmo bem letrados torna-se destruido por politicos e grandes consentradores de rendas mal intencionado, é o caso desses partidos que citei acima. O sidadão, diretor, quanto a sua capacidade educacional cabe ao governo avaliar se é competente pra tal função. Caso não apto para tal lfunção deve ser esclarecido a comunidade e retira-lo da fuknção, a comunidade entenderá.

  10. É verdade! São profissionais da corrupção. Merecem um diploma de Honra ao Mérito. Formam uma sociedade bem comportada e perfeitamente estabilizada, todos com suas economias bem guardadas no exterior: quando vão à Europa desfrutam das maravilhosas noite de poder! Diante disso vem aí uma tal de Dilma, desconhecida que se fez Presidenta por causa de um “maloquero” que queria por queria que ela fosse Presidenta, dizendo “doa a quem doer” dando a entender que nós, gente finíssima, de muitos idiomas e viagem no exterior, estamos metidos até a jugular nessa história! “Ora, direis ouvir estrelas” (Olavo Bilac), quem é essa mulher dizendo isso?! Assim não dá! “Impeachment” nela, joga-se tudo sob o tapete e avida vai continuar linda para “nosotros”! Coxinha do Brasil uni-vos!