Aécio “afrouxa o sutiã” e diz que não há fato para impeachment de Dilma

dilma_aecio.jpgEu fui o candidato das liberdades, da democracia, do respeito. Aqueles que agem de forma autoritária e truculenta estão em outro campo político, não estão no nosso campo político!, declarou Aécio Neves, candidato do PSDB derrotado à  Presidência da República, ao chegar ontem (4) no Congresso Nacional pela primeira vez depois da eleição. Ele condenou as manifestações de rua que pedem a volta dos militares ao poder no país.

Na semana passada, o tucano havia consentido ao PSDB iniciar movimento pela recontagem de votos do segundo turno e, consequentemente, questionar a legitimidade da reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT). No entanto, pela fala de ontem, ao que parece, Aécio agora “afrouxou o sutiã”. A medida foi encarada como “golpe” do partido, por isso do recuo.

A declaração do senador mineiro coincidiu com a saraivada de críticas à  auditoria nas urnas eletrônicas e com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que rejeitou 3!º turno proposto pelo PSDB.

Embora condene publicamente movimentos golpistas, simpatizantes de Aécio programam novo protesto pelo impeachment de Dilma no próximo dia 15 de novembro. No Paraná, gente graúda do tucanato e aliados se uniram para esse esforço de mobilização anti-PT.

Com informações de agências de notícia.

Compartilhe agora

Comments are closed.