Richa explica policiais empurrando viatura da PM: problema elétrico!

Publicado em 7 outubro, 2014
Compartilhe agora!

Em nota oficial, governo Richa nega que tenha faltado combustível em viatura da PM depois de 24 horas de reeleito; tucano também negou que pratica seja parte do treinamento; segundo o Palácio do Iguaçu, com endosso do comando da PM, houve "pane elétrica" no modelo Renault; fabricante não gostou de levar a culpa mais uma vez, cuja planta que produz o veículo fica no município de São José dos Pinhais !“ região metropolitana de Curitiba.
Em nota oficial, governo Richa nega que tenha faltado combustível em viatura da PM depois de 24 horas de reeleito; tucano também negou que pratica seja parte do treinamento; segundo o Palácio do Iguaçu, com endosso do comando da PM, houve “pane elétrica” no modelo Renault; fabricante não gostou de levar a culpa mais uma vez, cuja planta que produz o veículo fica no município de São José dos Pinhais !“ região metropolitana de Curitiba.
O governo Beto Richa (PSDB) jura que não faltou combustível na viatura da PM, marca Renault, que foi flagrada sendo empurrada por policiais no município de Pitanga. O Palácio Iguaçu garante o caixa do governo está “fofo” de dinheiro.

Sobre o post “Veja essa: 24 horas depois da reeleição de Richa, policiais voltam a empurrar viaturas sem combustível no PR” o comando da Polícia Militar enviou nota oficial que segue:

A PM esclarece que:

A viatura em questão estava fazendo PB (ponto base) – policiamento em um local específico e parado – e após o término, o policial constatou um problema elétrico, já que ela passou algumas horas com os sinais intermitentes ligados.

Quem não está gostando nem um pouco de levar a culpa — sempre pane elétrica — é o fabricante do veículo. Pela quantidade de falhas atribuídas ao modelo Duster Renault, teme-se que caia venda e impacte negativamente a produção na fábrica de São José dos Pinhais.

Reveja o vídeo:

Compartilhe agora!

Comments are closed.