Por Esmael Morais

Quatro deputados de olho na presidência da Assembleia Legislativa

Publicado em 07/10/2014

Disputa entre governistas pela presidência da Assembleia Legislativa do Paraná promete ser a mais cruenta de todos os tempos; quatro deputados pró-Richa estão de olho na cadeira de Rossoni, entretanto, apenas dois verbalizam a condição de pré-candidatos: Plauto Miró e Ademar Traiano; Ratinho Jr e Alexandre Curi analisam o quadro antes de anunciarem condição de candidatos; bancada de oposição reduzida! quer tirar proveito dessa contradição governista.

Disputa entre governistas pela presidência da Assembleia Legislativa do Paraná promete ser a mais cruenta de todos os tempos; quatro deputados pró-Richa estão de olho na cadeira de Rossoni, entretanto, apenas dois verbalizam a condição de pré-candidatos: Plauto Miró e Ademar Traiano; Ratinho Jr e Alexandre Curi analisam o quadro antes de anunciarem condição de candidatos; bancada de oposição reduzida! quer tirar proveito dessa contradição governista.

Promete ser renhida a disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Paraná. Até agora, dois deputados se colocam abertamente na condição de candidatos ao comando da Casa entre 2015 e 2017: Plauto Miró Guimarães (DEM), atual primeiro secretário e o líder do governo Ademar Traiano (PSDB).

Também estão namorando a cadeira que pertence a Valdir Rossoni (PSDB), eleito para a Câmara Federal, os deputados Ratinho Júnior (PSC) — o mais votado do Sul do país com 300 mil votos — e Alexandre Curi (PMDB) — quarto mais votado do Sul do país com 115 mil votos.

Mesmo com pequena bancada na legislatura do ano que vem, a oposição deverá apresentar ou Tadeu Veneri (PT) ou Requião Filho (PMDB) para marcar posição contra a maioria pró-Beto Richa (PSDB), reeleito governador domingo no primeiro turno. Eles querem tirar proveito da divisão na base governista.