Justiça derruba ‘Lei Seca’ no segundo turno da eleição no Paraná

Publicado em 25 outubro, 2014
Compartilhe agora!

aguayo_lei_seca.jpg

O juiz Alexandre Gomes Gonçalves, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), concedeu liminar a um mandado de segurança impetrado pela Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) suspendendo a ‘Lei Seca’ em bares e restaurantes durante a votação do segundo turno neste domingo (26).

O presidente da entidade, Fábio Aguayo, ao Blog do Esmael, havia argumentado que a a Lei Seca não poderia valer só para o eleitor de Dilma Rousseff, haja vista que clubes grã-finos como Curitibano e Graciosa Country, cujos sócios são mais identificados com Aécio Neves, a manguaça não é proibida em dia de eleição.

O presidente da Abrabar considera a Lei Seca em dias de votações um entulho sem base legal que apenas beneficia o comércio clandestino de bebidas, aquele que não gera emprego nem impostos ao erário.

Portanto, com a decisão judicial, eleitores de Aécio e Dilma poderão tomar uma gelada na hora no almoço. Mas detalhe: não podem dirigir depois de umas e outras.

Compartilhe agora!

Comments are closed.