Coluna do Rocha Loures: Votar, participar e cobrar os eleitos

Publicado em 5 outubro, 2014
Compartilhe agora!

Rocha Loures, em sua coluna deste domingo, dia de eleição, destaca a importância do voto para a cidadania e democracia brasileiras; "à‰ preciso votar em políticos com passado limpo e propostas que contribuam para a melhoria de vida da coletividade", afirma o colunista, alertando para que o eleitor não caia no senso comum segundo qual "todos os políticos são iguais"; "... existem muitos que são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem", sugere Rocha Loures; leia o texto e compartilhe.
Rocha Loures, em sua coluna deste domingo, dia de eleição, destaca a importância do voto para a cidadania e democracia brasileiras; “à‰ preciso votar em políticos com passado limpo e propostas que contribuam para a melhoria de vida da coletividade”, afirma o colunista, alertando para que o eleitor não caia no senso comum segundo qual “todos os políticos são iguais”; “… existem muitos que são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem”, sugere Rocha Loures; leia o texto e compartilhe.
Rodrigo da Rocha Loures*

Chegou a hora de irmos à s urnas para declarar o que queremos para o futuro da sociedade paranaense e brasileira. Um compromisso de suma importância que precisa ser levado muito a sério. Escolher com cuidado em quem vamos votar é de extrema relevância, pois estes cidadãos irão nos representar e executar os projetos que vão afetar as nossas vidas nos próximos anos.

Farão leis que deverão nos beneficiar e gerenciar os recursos que vêm dos impostos que pagamos. Serão responsáveis pela qualidade dos serviços de saúde que vamos receber. Pela educação das nossas crianças e jovens. Pela nossa segurança. Pelo desenvolvimento econômico e por uma distribuição de renda justa.

Cabe a nós avaliar a vida, as propostas e a capacidade de executar o que está prometendo cada candidato. Considerar o partido político a que ele pertence e se os valores e ideais são compatíveis com os nossos. Hoje não há desculpas para uma escolha mal feita. Além da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão temos muitas outras formas de averiguar o merecedor do nosso voto, principalmente com a ajuda da internet.

Sozinhos, na frente da urna, vivenciamos um momento único no qual todos os eleitores são iguais, não importa classe social ou econômica, a raça ou o sexo, pois cada cidadão tem direito a um voto. à‰ o grande momento do exercício da cidadania.

O voto consciente é uma obrigação. à‰ preciso votar em políticos com passado limpo e propostas que contribuam para a melhoria de vida da coletividade. Temos que entender os projetos e ideias propostos pelos candidatos, verificar se são factíveis e se há recursos disponíveis. Conferir, em caso de reeleição, se eles já cumpriram o que prometeram.

Não dá para se render à  ideia de que todos os políticos são iguais e corruptos. Existem políticos corruptos e incompetentes, porém existem muitos que são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem. E cada um de nós pode contribuir para melhorar a qualidade da nossa representação, questionando e fiscalizando o político que recebeu o nosso voto.

Portanto, sua participação nas eleições deste domingo é mais que uma obrigação. à‰ uma prova do seu compromisso como cidadão com a democracia brasileira.

*Rodrigo da Rocha Loures é empresário, ex-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP).

Compartilhe agora!

Comments are closed.