Caso Ziraldo: Justiça absolve jornalista Rogério Bonato em denúncia contra Festival do Humor de Foz do Iguaçu

Publicado em 29 outubro, 2014

ziraldo_bonato.jpgDepois de dez anos, o Tribunal Regional Federal (TRF-4), de Porto Alegre, por unanimidade, extinguiu nesta quarta-feira (29) uma ação do Ministério Público Federal que pedia a punição do cartunista Ziraldo e do jornalista Rogério Bonato. As representações foram movidas contra o 3!º Festival Internacional de Humor Gráfico das Cataratas do Iguaçu (Festhumor), realizado em Foz do Iguaçu, reconhecidamente um dos maiores eventos do setor no Planeta.

Em 2003, Bonato criou o festival com o objetivo de esvaziar acusações da mídia nacional de que a tríplice fronteira servia como abrigo de terroristas. O Festhumor cumpriu a sua missão, livrou a cara da cidade contra as acusações de estar envolvida com o Terrorismo. Foi assim que nos agradeceram…!, lamenta o jornalista iguaçuense.

O processo por improbidade administrativa contra o jornalista levou mais de 10 anos, por isso a Justiça reconheceu a extinção da punibilidade porque prescreveu o suposto crime. Nesse tempo todo, quem perdeu foi Foz do Iguaçu.

Bonato, parceiro do Blog do Esmael em Foz, agradeceu o empenho do advogado Oswaldo Loureiro de Mello Júnior e disse que desde o início sabia que nada havia feito de errado. Ele só lamenta pela cidade e pela sacanagem que fizeram com o Ziraldo.

Comments are closed.