Bafômetro: Dilma deverá insistir na tese de que Aécio dirigia bêbado

Publicado em 17 outubro, 2014
Compartilhe agora!

Deputada federal eleita Christiane Yared (PTN-PR), cuja bandeira é o trânsito, teve encontro reservado hoje à  tarde com a presidenta Dilma; após rápida conferência no Aeroporto Pena, a futura parlamentar "zarpou" com a senadora Gleisi Hoffmann para lugar incerto; Requião, coordenador da campanha e do evento que reuniu dez mil pessoas na capital paranaense, ao Blog do Esmael, deu uma pista: "No momento da caminhada, Gleisi cumpria tarefa importante com Yared. Tem a ver com gravações"; possivelmente saberemos o motivo nos próximos programas no horário eleitoral gratuito; a conferir.
Deputada federal eleita Christiane Yared (PTN-PR), cuja bandeira é o trânsito, teve encontro reservado hoje à  tarde com a presidenta Dilma; após rápida conferência no Aeroporto Pena, a futura parlamentar “zarpou” com a senadora Gleisi Hoffmann para lugar incerto; Requião, coordenador da campanha e do evento que reuniu dez mil pessoas na capital paranaense, ao Blog do Esmael, deu uma pista: “No momento da caminhada, Gleisi cumpria tarefa importante com Yared. Tem a ver com gravações”; possivelmente saberemos o motivo nos próximos programas no horário eleitoral gratuito; a conferir.
A senadora Gleisi Hoffmann (PT) não compareceu à  manifestação de hoje à  tarde, em Curitiba, que reuniu 10 mil pessoas em apoio à  reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT).

A ex-candidata ao governo do Paraná esteve no Aeroporto Internacional Afonso Pena, mas aguardava outra mulher: a deputada federal eleita Christiane Yared, do PTN, partido que integrava a coligação petista no estado.

Roberto Requião (PMDB), que coordenou o evento de Dilma no centro da capital paranaense, deu uma pista sobre o sumiço da colega de Senado: “No momento da caminhada, Gleisi cumpria tarefa importante com Yared. Tem a ver com umas gravações de vídeo”, disse o peemedebista ao Blog do Esmael.

De fato Yared e Dilma se encontraram no aeroporto da região metropolitana. Até posaram para foto, mas não foram mais vistas juntas.

Christiane Yared, 53, mãe de Gilmar Yared, 26, um dos jovens mortos no acidente envolvendo o ex-deputado paranaense Luiz Fernando Ribas Carli Filho (sem partido), em 2009, foi eleita deputada federal com mais de 200 mil votos justamente com a bandeira do trânsito.

Nesta quinta-feira (16), no debate do SBT, Dilma acusou o adversário Aécio Neves (PSDB) de recusar-se a fazer tes te de bafômetro quando parado em uma blitz da Lei Seca no Rio de Janeiro. O tucano admitiu que dirigia sem habilitação (clique aqui).

Gleisi poderia ter seguido a comitiva de Dilma, mas preferiu a companhia de Yared. Possivelmente saberemos o motivo nos próximos programas no horário eleitoral gratuito. A conferir.

Compartilhe agora!

Comments are closed.