Rumores rondam candidatura de Aécio, que nega desistência

Publicado em 2 setembro, 2014
Compartilhe agora!

via Brasil 247

Colunista Raymundo Costa, do Valor, diz que ideia de renúncia seguida do apoio a candidata do PSB, Marina Silva, ronda o presidenciável tucano Aécio Neves: Em áreas afins de sua campanha e do próprio PSDB, esta saída é vista como a melhor maneira de despachar o PT já no primeiro turno, sem correr o risco de uma eventual virada no segundo turno!; assessor direto de Aécio, Danilo de Castro disse que isso não teria o menor cabimento e que ideia nunca foi colocada em discussão.
Colunista Raymundo Costa, do Valor, diz que ideia de renúncia seguida do apoio a candidata do PSB, Marina Silva, ronda o presidenciável tucano Aécio Neves: Em áreas afins de sua campanha e do próprio PSDB, esta saída é vista como a melhor maneira de despachar o PT já no primeiro turno, sem correr o risco de uma eventual virada no segundo turno!; assessor direto de Aécio, Danilo de Castro disse que isso não teria o menor cabimento e que ideia nunca foi colocada em discussão.

Em meio aos rumores de que Aécio Neves (PSDB) poderia desistir da candidatura, tanto para que aumentasse as chances de que Marina Silva (PSB) vencesse no primeiro turno, tanto para “salvar” a campanha em Minas Gerais, o nome de confiança de Aécio no estado, Danilo de Castro, disse que a hipótese é completamente fora de cogitação, de acordo com informações do jornal Valor Econômico.

Nos últimos dias, surgiram alguns rumores de que Aécio poderia renunciar a sua candidatura à  presidência e se candidatasse ao governo de seu estado, uma vez que o candidato do PSDB ao governo, Pimenta da Veiga, estaria atrás nas pesquisas de intenção de voto em relação à  Fernando Pimental (PT). Algumas publicações chegaram a citar uma postagem de um coordenador de redes sociais do PSDB no Facebook que sugeria que, se Marina passar muito Aécio, ele sai, apoia ela (sic), ganha no primeiro turno, e vira Governador de Minas Gerais!.

Vale ressaltar que, ontem, o coordenador geral da campanha presidencial de Aécio, senador Agripino Maia, sinalizou aliança com Marina Silva, candidata do PSB, em possível segundo turno na eleição presidencial, informou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

A hipótese já é levantada pelo PSDB caso não passe para o segundo turno. “O sentimento que nos move – PSDB, DEM e Solidariedade – é garantir a ida de Aécio para segundo turno. Se não for possível, avalizar a transição para o segundo turno. Ou seja, com uma aliança com Marina Silva, por exemplo”, disse ao Broadcast.

Outro coordenador da campanha do tucano, Alberto Goldman, disse que a declaração de Agripino foi “infeliz e inoportuna”. A declaração também foi criticada pelo deputado José Aníbal, que disse que não falaria algo do tipo.

Compartilhe agora!

Comments are closed.