Rachaduras de viaduto novo na PR-445 em Londrina estão aumentando

Já noticiamos semana passada as rachaduras encontradas na pilastra de um viaduto na Rodovia PR-445, no acesso a Londrina. O Departamento de Estradas de Rodagem garantiu que as fendas não colocam em risco a estrutura. Acontece que as fendas estão aumentando rapidamente e já têm mais de 6 cm conforme constatou hoje o vereador Roberto Fu (PDT) de Londrina.

Já noticiamos semana passada as rachaduras encontradas na pilastra de um viaduto novo na Rodovia PR-445, no acesso a Londrina. O Departamento de Estradas de Rodagem garantiu que as fendas não colocam em risco a estrutura. Acontece que as fendas estão aumentando rapidamente e já têm mais de 6 cm conforme constatou hoje o vereador Roberto Fu (PDT) de Londrina.

O Blog do Esmael já havia noticiado semana passada as rachaduras de um viaduto prestes a ser inaugurado junto com a duplicação da PR-445 em Londrina, repercutindo matéria do Portal Bonde. Na ocasião o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do governo do Estado garantiu que as fendas não colocam em risco a estrutura.

O vereador Roberto Fu (PDT) visitou as obras na manhã desta terça-feira (30) e constatou que as rachaduras do viaduto estão aumentando. ! De acordo com ele, a espessura aumentou de 2 cm para 6 cm nos últimos dias; “é assustador”, destacou.

Fu convocou representantes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e do Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) para dar explicações sobre as rachaduras, mas ninguém apareceu. “A comunidade está sem respostas”, observou. O engenheiro da obra também faltou ao encontro.

O problema deve voltar a ser discutido em reunião marcada para a tarde da próxima segunda-feira (6) na Câmara Municipal. “Espero que os responsáveis pela obra participem do encontro e prestem esclarecimentos”, afirmou.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) visitou o viaduto na última semana, constatou as rachaduras e enviou ofício ao DER pedindo providências. O departamento, por sua vez, garantiu que o problema será resolvido em 20 dias pela empresa responsável pelas obras. Conforme a assessoria de imprensa do DER, as fendas foram causadas pela falta de nivelamento do solo, que será readequado.

via Portal Bonde, editado.

Comentários encerrados.