Justiça manda DatafAlha/RPC TV explicar “resultado” de pesquisa antes mesmo das entrevistas

Publicado em 22 setembro, 2014
Após denúncia da coligação do senador Roberto Requião, o instituto Datafolha terá que se explicar sobre pesquisa eleitoral registrada com data de divulgação prevista para antes das entrevistas. Conforme site do TSE, o DatafAlha prometia entrevistar 1.344 eleitores nos dias 25 de 26 de setembro; mas, iria divulgar os resultados no dia 24. A pesquisa foi encomendada pela RPC TV (Globo).
Após denúncia da coligação do senador Roberto Requião, o instituto Datafolha terá que se explicar sobre pesquisa eleitoral registrada com data de divulgação prevista para antes das entrevistas. Conforme site do TSE, o Datafolha prometia entrevistar 1.344 eleitores nos dias 25 de 26 de setembro; mas, iria divulgar os resultados no dia 24. A pesquisa foi encomendada pela RPC TV (Globo).

O Instituto Datafolha terá que se explicar para a Justiça Eleitoral sobre uma pesquisa eleitoral programada para ser divulgada nos próximos dias no Paraná, sob pena de suspensão da mesma. A decisão é do juiz Leonardo Castanho Mendes.

Acontece que a data prevista para divulgação dos resultados (dia 24) era anterior aos dias previstos para as entrevistas (25 e 26/09). A irregularidade foi noticiada pelo Blog do Esmael na semana passada. A impugnação da “previsão” foi requerida pelo candidato a governador Roberto Requião (PMDB).

Confira abaixo a íntegra da liminar:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2014/09/Decisão-Liminar.pdf

Comments are closed.