“Ganhar do Campana não tem preço”, diz a marqueteira Ruth Bolognese

Jornalista Ruth Bolognese comemora 1% de Ogier Buchi, candidato do PRP ao governo do Paraná, na pesquisa Ibope divulgada ontem pela RPC TV; marqueteira estreante vê ação do Palácio Iguaçu para "esmagar" candidaturas de pequenos partidos visando liquidar a eleição no primeiro turno; Ogier atribui pontuação na sondagem aos "Cu de Ganso" [Ricos] do Centro Cívico, bairro de Curitiba.

Jornalista Ruth Bolognese comemora 1% de Ogier Buchi, candidato do PRP ao governo do Paraná, na pesquisa Ibope divulgada ontem pela RPC TV; marqueteira estreante vê ação do Palácio Iguaçu para “esmagar” candidaturas de pequenos partidos visando liquidar a eleição no primeiro turno; Ogier atribui pontuação na sondagem aos “Cu de Ganso” [Ricos] do Centro Cívico, bairro de Curitiba.

A jornalista Ruth Bolognese, marqueteira do candidato Ogier Buchi (PRP), marcou seu primeiro ponto — 1% — em uma pesquisa de intenção de voto para o governo do Paraná. Ela pode até perder um amigo, mas jamais perde a piada:

“Ganhar do Campana não tem preço, para outras coisas tem o cartão de crédito do Requião”, diz feliz da vida a novata no marketing eleitoral, embora seja veterana no ofício do jornalismo.

Ruth se solidarizou com o também jornalista e blogueiro Fábio Campana, marqueteiro do candidato Túlio Bandeira (PTC), porque, segundo ela, o Palácio Iguaçu estaria esmagando! as candidaturas dos pequenos partidos para liquidar a eleição já no primeiro turno. O candidato de Campana tinha 1%, agora não pontuou na pesquisa do Ibope divulgada ontem pela RPC TV.

Ogier Buchi, a seu jeito, comemorou o 1% no Ibope. O candidato do PRP disse a correligionários que o primeiro ponto na pesquisa seria reflexo do apoio dos “Cu de Ganso” [ricos] do Centro Cívico à  sua campanha.

Comentários encerrados.