Por Esmael Morais

De olho na Secretaria do Trabalho, UGT arma palanque para Richa

Publicado em 17/09/2014

Paulo Rossi, da União Geral dos Trabalhadores, realizou ontem encontro com mil pessoas para declarar voto à  reeleição de Beto Richa; sindicalista está de olho na Secretaria do Trabalho, caso haja sucesso na empreitada; curioso mesmo é que o Palácio Iguaçu anunciou "captura" até Maria Donizete Teixeira Alves, sogra do presidente da Força Sindical, Sérgio Butka, que está no barco de Requião; até agora Butka não confirmou se irá "resgatar" a sogra das hostes tucanas.

Paulo Rossi, da União Geral dos Trabalhadores, realizou ontem encontro com mil pessoas para declarar voto à  reeleição de Beto Richa; sindicalista está de olho na Secretaria do Trabalho, caso haja sucesso na empreitada; curioso mesmo é que o Palácio Iguaçu anunciou “captura” até Maria Donizete Teixeira Alves, sogra do presidente da Força Sindical, Sérgio Butka, que está no barco de Requião; até agora Butka não confirmou se irá “resgatar” a sogra das hostes tucanas.

“Com Beto Richa, a decência vai vencer a demência”. Esta era a palavra de ordem da União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, única central do estado em evento que declarou ontem (16) apoio à  reeleição do governador do PSDB.

A UGT, presidida por Paulo Rossi, está de olho da Secretaria de Estado de Trabalho (SETA), caso o projeto reeleitoral obtenha sucesso em 5 de outubro. Por isso fez encontro com mil pessoas para mostrar força política.

O curioso é que o Palácio Iguaçu anunciou “captura” da sindicalista Maria Donizete Teixeira Alves, sogra do presidente da Força Sindical, Sérgio Butka, que está no barco do senador Roberto Requião (PMDB).

Maria Donizete é presidenta do Siemaco (trabalhadores de manutenção e asseio) de Ponta Grossa e vice-presidente da Força no Paraná. Ela participou de maneira entusiástica do comício pró-Richa.

No entanto, até agora metalúrgico Butka não confirmou se irá ou não “resgatar” a sogra das hostes tucanas.

A maioria das lideranças nas centrais sindicais declarou apoio à  candidatura de Requião. São trabalhadores ligados à  Força Sindical, CTB e partes importantes da CUT e da Nova Central Sindical (clique aqui).