Cacete à  vista: Paulo Bernardo assume articulação política das campanhas de Dilma e Gleisi no Paraná

Compartilhe agora!

Entrada do ministro Paulo Bernardo nas campanhas de Gleisi e Dilma deverá ferver o K-suco no Paraná; marido da candidata do PT já adianta o tom que adotará, daqui em diante: Tem muita promessa não cumprida e incompetência administrativa [de Beto Richa] a serem exploradas. Este é, sem dúvida, o pior governo da história do Paraná!; Bernardo também atira em Marina, sem dó nem piedade: O programa de governo da Marina é retrocesso certo para a economia paranaense, que tem raízes fortes no agronegócio!.
Entrada do ministro Paulo Bernardo nas campanhas de Gleisi e Dilma deverá ferver o K-suco no Paraná; marido da candidata do PT já adianta o tom que adotará, daqui em diante: Tem muita promessa não cumprida e incompetência administrativa [de Beto Richa] a serem exploradas. Este é, sem dúvida, o pior governo da história do Paraná!; Bernardo também atira em Marina, sem dó nem piedade: O programa de governo da Marina é retrocesso certo para a economia paranaense, que tem raízes fortes no agronegócio!.
O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, anunciou nesta quinta-feira (21) vai coordenar pessoalmente a articulação política das campanhas petistas de Dilma Rousseff (presidente) e Gleisi Hoffmann (governadora) no Paraná. Portanto, é iminente o aumento do “cacete” no governador Beto Richa (PSDB), que luta pela reeleição.

Paulo Bernardo tirou férias e vai percorrer todas as regiões do estado nas próximas semanas.

Nos próximos dias, vou dialogar com lideranças políticas, empresariais e sindicais. Apresentar o plano de governo da Gleisi, que está alinhado com as políticas públicas dos Governos Lula/Dilma, que estão garantindo melhores condições de vida para os paranaenses!, explica.

O ministro adianta que apostará na incompetência do governo Beto Richa (PSDB) para fazer as campanhas de Dilma e Gleisi deslancharem no Paraná.

Tem muita promessa não cumprida e incompetência administrativa a serem exploradas. Este é, sem dúvida, o pior governo da história do Paraná!, dispara.

Paulo Bernardo também pretende alertar o setor do agronegócio sobre o inevitável prejuízo em eventual governo de Marina Silva.

O programa de governo da Marina é retrocesso certo para a economia paranaense, que tem raízes fortes no agronegócio. Nosso estado perderia muito. Vou conversar com os setores do agronegócio e mostrar as diferenças entre as políticas do Fernando Henrique Cardoso, dos governos Lula/Dilma e das propostas da Marina!, afirma.

O ministro lembra que no Governo FHC os empréstimos para agricultura eram 50% com altos juros de mercado e 50% com juros agrícolas.

Naquela época, o agricultor chegava a pagar juros superiores a 25% ao ano. No governo do Lula e da Dilma, o agricultor passou a pegar empréstimo com 100% de juro agrícola, com subsídio do governo federal!, completa.

Compartilhe agora!

Comments are closed.