23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
31 Comentários

Vox Populi abre possibilidade de Dilma vencer no primeiro turno

do Brasil 247
A pesquisa Vox Populi, divulgada nesta terça-feira 23, atinge em cheio a candidata Marina Silva, do PSB. Numa semana, ela recuou de 27% a 22%. Enquanto isso, a presidente Dilma Rousseff, do PT, subiu de 36% a 40%, enquanto Aécio Neves, do PSDB, também oscilou positivamente, de 15% a 17%. Isso abre a possibilidade de vitória em primeiro turno, uma vez que Dilma teria 40% contra 39% dos seus principais adversários !“ com os nanicos, no entanto, a tendência ainda é de segundo turno.

Na simulação de segundo turno, o resultado também foi muito ruim para Marina. No dia 15 de setembro, ela estava em empate técnico com a presidente Dilma. Hoje, perde por seis pontos de diferença: 45% a 39%.

Num eventual segundo turno entre Dilma e Aécio, a presidente venceria por 49% a 34%.

A pesquisa seria divulgada ontem, mas por motivo desconhecido, engavetou a informação até hoje, quando foram divulgadas, antes, as pesquisas CNT/MDA e Ibope.

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
38 Comentários

Quem gosta de campanha de ‘alto nível’ é porque tem o rabo preso!, afirma Roberto Requião

Sem escrúpulos pequenos burgueses. Quem gosta de campanha de

Sem escrúpulos pequenos burgueses. Quem gosta de campanha de “alto nível” é porque tem o rabo preso!, disse Requião ao Blog do Esmael nesta terça-feira (23). Segundo ele, o que o senador àlvaro Dias (PSDB) afirma sobre o governador Beto Richa (PSDB) e o que o doleiro Alberto Youssef contará na deleção premiada será café pequeno! perto do que mostrará no horário eleitoral na próxima segunda-feira (29). Tirem os menores de 18 anos da sala!, recomenda. O governador Beto Richa, em Londrina, onde cumpriu agenda de campanha, acusou Requião e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) de baixarem o nível!.

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, nesta terça-feira (23), botou fogo na até então modorrenta eleição. O peemedebista prometeu levar ao ar na próxima segunda-feira, dia 29 de setembro, no horário eleitoral, revelações bombásticas sobre seu adversário Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
17 Comentários

Ibope: Dilma avança no 1!º turno e empata no 2!º com Marina

do Brasil 247
Novo levantamento Ibope divulgado nesta terça-feira 23 aponta crescimento da presidente Dilma Rosuseff (PT), queda de um ponto de Marina Silva (PSB) e estagnação de Aécio Neves (PSDB). A pesquisa foi feita a pedido do jornal O Estado de S. Paulo, que divulgou previamente os números, e da TV Globo.

Segundo a mostra, a candidata à  reeleição pelo PT registra 38% das intenções de voto (ante 36% da pesquisa anterior). Ela abre nove pontos de vantagem sobre a adversária do PSB, que registra 29% (ante 30% na semana passada). O tucano Aécio Neves se manteve nos 19%, mesmo percentual da última mostra.

Em simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, as duas candidatas aparecem empatadas com 41% da preferência do eleitorado. No levantamento anterior, Marina aparecia à  frente de Dilma, com 43%, contra 40% da petista. Entre Dilma e Aécio, a presidente seria reeleita com 46% dos votos, e Aécio teria 35%.

Entre os “nanicos”, Pastor Everaldo, do PSC, foi o único que obteve 1% das intenções de voto, enquanto os outros candidatos, juntos, registraram 2%. Indecisos representam 5% dos entrevistados e 7% afirmaram que votarão branco ou nulo.

A avaliação positiva do governo Dilma subiu de 37% para 39%, enquanto não houve alteração, com base na última pesquisa, entre os que consideram a gestão da petista regular (33%) e ruim ou péssima (28%).

O levantamento foi feita entre os dias 20 e 22 de setembro em 296 municípios, onde foram entrevistados 3.010 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
39 Comentários

Gleisi mostra vídeo em que àlvaro chama Richa de incompetente! e desonesto!; assista

"O Paraná vai mal. A impressão que fica é que quem se elegeu em 2010 [Beto Richa] não tomou posse até hoje. O Paraná não pode ser submetido à  incompetência e à  desonestidade, não pode. E não é porque eu sou do mesmo partido do governador que eu vou ficar calado", afirma o senador àlvaro Dias.

“O Paraná vai mal. A impressão que fica é que quem se elegeu em 2010 [Beto Richa] não tomou posse até hoje. O Paraná não pode ser submetido à  incompetência e à  desonestidade, não pode. E não é porque eu sou do mesmo partido do governador que eu vou ficar calado”, afirma o senador àlvaro Dias.

A senadora Gleisi Hoffmann, candidata do PT ao governo do Paraná, nesta terça-feira (23), publicou nas redes sociais um comercial em que o senador àlvaro Dias, do PSDB, esculhamba o governador Beto Richa, também do PSDB. ... 

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

Pesquisa CNT/MDA: Marina derrete. Dilma e Aécio avançam

via Brasil 247

A presidente Dilma Rousseff (PT) abriu 8,6 pontos de vantagem sobre Marina Silva no primeiro turno das eleições, revela pesquisa do instituto MDA. A candidata à  reeleição pelo PT tem 36% das intenções de voto, contra 27,4% da adversária do PSB. O candidato do PSDB, Aécio Neves, manteve a linha de crescimento, subindo mais 2,9 pontos, com 17,6% das intenções de voto. Luciana Genro (PSol) pontuou 0,7%, Pastor Everaldo (PSC) aparece com 0,4% e os outros candidatos com 0,7%.

A mostra foi divulgada na manhã desta terça-feira 23 em Brasília pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Em uma das simulações de segundo turno, Dilma teria 42% das intenções de voto, empatando tecnicamente com Marina, que teria 41%, mas diminuindo a distância entre as duas candidatas. Entre Dilma e Aécio, a candidata do PT seria reeleita com 45,5%, e Aécio registaria 36,5%, segundo a pesquisa. No cenário com Marina, ela aparece com 43,1% e Aécio com 32,9%.

No último levantamento CNT/MDA, divulgado há duas semanas, Dilma tinha 38,1% das intenções de voto (queda de 2,1 pontos), contra 33,5% de Marina (queda de 6,1 pontos) e 14,7% de Aécio Neves (que cresceu 2,9 pontos). Na simulação de segundo turno, Dilma e Marina estavam tecnicamente empatadas, mas com Marina quase três pontos à  frente: 45,5% contra 42,7%.

Na pesquisa espontânea – quando os entrevistadores não apresentam placas com os nomes dos candidatos – Dilma subiu de 30,9% para 31,4%, enquanto Marina caiu de 25,8% para 23%. Aécio Neves mostrou um forte crescimento de 4,3 pontos percentuais, chegando a 14,4%. A maioria dos entrevistados (51,2%) acredita que a atual presidente será reeleita. Para 29,2%, Marina Silva vencerá e 7,7% consideram que Aécio Neves será eleito.

Para 37,4% dos entrevistados, o governo da presidente Dilma é ‘ótimo’ ou ‘bom’. Para 25,1%, a avaliação é negativa. Os resultados variaram pouco se comparado com a pesquisa anterior, quando a avaliação era positiva para 37,5% e negativa para 23% dos eleitores.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira foi realizada entre os dias 20 e 21, com 2.002 entrevistados de 137 municípios brasileiros. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos.

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
18 Comentários

RPC/Globo confirma para terça debate com candidatos ao governo do Paraná

Não é certa a presença do governador Beto Richa (PSDB), candidato à  reeleição, no debate da RPC TV (Globo) na próxima terça-feira (30); semana passada, horas antes do confronto na TV Sudoeste, de Pato Branco, o tucano havia confirmado presença, mas "amarelou" na hora h. Os adversários Gleisi e Requião deitaram e rolaram no encontro sem o tucano, que foi exaustivamente chamado de fujão!.

Não é certa a presença do governador Beto Richa (PSDB), candidato à  reeleição, no debate da RPC TV (Globo) na próxima terça-feira (30); semana passada, horas antes do confronto na TV Sudoeste, de Pato Branco, o tucano havia confirmado presença, mas “amarelou” na hora h. Os adversários Gleisi e Requião deitaram e rolaram no encontro sem o tucano, que foi exaustivamente chamado de fujão!.

A jornalista Sandra Annemberg será a mediadora do debate na RPC TV (Globo) com os sete candidatos ao governo do Paraná na próxima terça-feira (30), por volta das 22 horas. O educador Rodrigo Tomazini foi defenestrado porque o partido dele, o PSTU, não tem representante no Congresso Nacional. ... 

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
112 Comentários

Requião promete “bomba” em Richa no horário eleitoral de 2!ª feira

Senador Roberto Requião, pelo Twitter, pediu para que os pais "tirem as crianças da sala" na próxima segunda-feira, dia 29, no horário da propaganda eleitoral; ao Blog do Esmael, peemedebista adiantou que levará ao ar questões pessoais e familiares do governador Beto Richa. "Tem potencial para desagregar famílias, será pouco ético, mas decisivo ao processo e de interesse dos paranaenses!, disse o candidato do PMDB.

Senador Roberto Requião, pelo Twitter, pediu para que os pais “tirem as crianças da sala” na próxima segunda-feira, dia 29, no horário da propaganda eleitoral; ao Blog do Esmael, peemedebista adiantou que levará ao ar questões pessoais e familiares do governador Beto Richa. “Tem potencial para desagregar famílias, será pouco ético, mas decisivo ao processo e de interesse dos paranaenses!, disse o candidato do PMDB.

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, afirmou que escolheu a próxima segunda-feira, dia 29 de setembro, para dar um “Ippon” na reeleição do governador Beto Richa (PSDB). Ao Blog do Esmael, na tarde desta terça (23), o peemedebista adiantou que levará ao horário eleitoral informações pouco “éticas”, mas “decisivas” nas eleições. ... 

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

Marina Silva colhe declínio depois de semear contradições

do Brasil 247
Mais que nas pesquisas, está na política o grande problema da candidata Marina Silva a 13 dias das urnas de 5 de outubro. Do Datafolha ao Ibope, confirmados nesta terça-feira 23 pelo levantamento do CDMA, a candidata do PSB é, na prática, a única que vai perdendo preferências e simpatias na fase central da eleição. E em doses alopáticas.

Com rejeição em alta, de acordo com todos os levantamentos, e quedas acentuadas nas intenções de voto, a cada divulgação, Marina agora está em busca da humildade perdida. Ontem, pediu “orações” ao público, evitando enfrentar os temas objetivos que têm surgido no curso da campanha.

O movimento de recorrer à  fé faz parte da tática definida por seu comando de campanha, que pretende preservar a candidata do confronto de ideias à  espera da chegada do segundo turno. Nesta segunda volta, de acordo com os estrategistas do PSB/Rede, Marina teria tempo igual ao do adversário, de 15 minutos por dia na televisão, e poderia, então, mostrar todo o seu potencial.

O problema dessa verdadeira tática do avestruz !“ a ave que enfia a cabeça num buraco como forma de se livrar dos problemas do entorno !“ é o ritmo de queda no prestígio eleitoral de Marina. Pelas tendências detectadas em todas as pesquisas, ela pode, simplesmente, não atingir o segundo turno. O que parecia justo e contratado a questão de duas semanas mudou radicalmente.

No novo quadro, desenhado pela queda de nada menos que 6 pontos percentuais da candidata do PSB na pesquisa CDMA divulgada hoje, Marina está muito mais próxima de uma briga na reta final com Aécio Neves, do PSDB, por uma vaga no segundo turno, do que acossar a presidente Dilma Rousseff em sua posição de liderança na corrida. Neste sentido, a fotografia revelada pelo levantamento apontou, pela primeira vez, a ultrapassagem de Dilma, em apenas um ponto, mas ultrapassagem, na simulação de segundo turno. à‰ de se lembrar que, pouco mais de vinte dias atrás, a ex-ministra aparecia no Datafolha com dez pontos de frente sobre a candidata à  reeleição na fase final da disputa.

MENOS RECURSOS PARA SE RECUPERAR – Para se recuperar, o problema, para Marina, é que ela conta, agora, com bem menos recursos do que antes. Assim que assumiu o lugar de Campos, na segunda metade do mês de agosto, a ex-senadora abriu uma forte dissidência no PSB. Dirigentes até então de confiança do ex-governador de Pernambuco deixaram reuniões aos berros, espalhando impropérios contra a postura da candidata. Além de perder boa parte da cúpula e da base partidária, Marina também já deixou de ser, a esta altura, a novidade da eleição. Despontando como favorita assim que subiu ao primeiro plano da cena eleitoral, ela não conseguiu manter-se acima da segunda metade da faixa dos 30% de intenções. Neste momento, já se debate para manter-se acima dos 25%. No entanto, o ritmo de sua descida, à  razão de 3 a 6 pontos semanais, a depender da pesquisa, mostra que está muito difícil barrar o movimento que já se assemelha a uma queda livre.

Com sua postura exclusivista, de recusa à s alianças que haviam sido costuradas, uma a uma, ao longo de um ano inteiro de conversas políticas por Eduardo Campos, Marina perdeu bases em Estados decisivos como São Paulo e Minas Gerais. Está praticamente sozinha no Rio de Janeiro e tem dificuldades para se movimentar no Nordeste. Sua região natal, o Norte, como se sabe, não tem peso eleitoral para decidir uma disputa nacional.

O choro é livre, mas quando, duas semanas atrás, Marina verteu lágrimas em razão de um refrega verbal com o ex-presidente Lula, a cena soou estranha. Afinal, pouco antes, nos debates promovidos pelas redes Bandeirantes e Globo, a mesma Marina fez questão de demonstrar uma postura firme e, para muito, triunfalista, como se já se sentisse como presidente eleita, tal o desprezo demonstrado aos adversários.

No programa de governo, por outro lado, Marina demonstrou ter seu c Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
34 Comentários

Maurício Requião: “Richa vai privatizar a educação pública do Paraná!; assista

O ex-secretário da Educação, Maurício Requião, nesta terça-feira (23), fez um contundente pronunciamento sobre o desmonte da educação pública pelo governo Beto Richa (PSDB). à‰ a primeira aparição de Maurício na campanha de seu irmão Roberto Requião (PMDB), que busca ocupar pela quarta vez o Palácio Iguaçu.

“A educação pública do Paraná está sendo desmontada, destruída. Já começam falar em terceirizações. Primeiro querem sucatear para depois privatizar. Já vimos esse filme com nossas estradas”, alertou, referindo-se à  implantação dos pedágios nas rodovias paranaenses. Ou seja, futuramente, os pais teriam de pagar mensalidades para que seus filhos estudassem.

Assista ao vídeo:

A distribuição dos vídeos nas redes sociais coincide com a tentativa da campanha do candidato do PSDB vender! a ideia de que concedera 60% de aumento aos educadores. Na verdade, o governo Richa apenas cumpriu a Lei do Piso, do governo federal, que obriga estados e municípios a pagarem valor mínimo e institui a hora-atividade nas escolas.

Maurício fez um apelo aos educadores para que discutam essa questão de futuro com a sociedade porque, segundo ele, a grande mídia se omite. “Não é digno calarmos diante do desmente da Educação!, convocou. “Por amor à  profissão, por amor à  educação”, disse ao divulgar um manifesto redigido pela categoria.

“Estou profundamente indignado com o que está acontecendo na educação do Paraná. A queda escandalosa do àndice de Desenvolvimento da Educação, o desmonte pedagógico, o sucateamento das escolas, da infraestrutura tecnológica, o abandono da EJA e da educação profissional, o abandono do ensino especial. O esvaziamento de disciplinas fundamentais como a sociologia e filosofia, até a educação física”, lamentou Requião.

De acordo com denúncia do ex-secretário, nem o Fundo Rotativo está sendo pago pelo governo à s escolas.

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
41 Comentários

Gleisi entra com ação para que Richa explique repasses a 13 jornais que enaltecem governo

A coligação Paraná Olhando pra Frente entrou na Justiça Eleitoral com uma ação contra o candidato à  reeleição, governador Beto Richa (PSDB), por abuso de poder político, econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

São citados 13 jornais que vêm recebendo recursos do governo do estado e sistematicamente dispensam tratamento privilegiado a Beto Richa em seu conteúdo editorial.

Os jornais são: Diário do Noroeste (Paranavaí); Diário do Norte (Maringá); O Presente (Marechal Cândido Rondon); O Paraná, Hoje e Tribuna do Povo (Cascavel); Folha de Londrina (Londrina); Diário dos Campos (Ponta Grossa); Diário de Guarapuava e Diário do Sudoeste (Guarapuava e Pato Branco); Gazeta do Paraná (Cascavel); Jornal de Beltrão (Francisco Beltrão); Gazeta Regional (Goioerê).

O Governo Beto Richa, conforme afirma o próprio Tribunal de Contas, aumentou em 668% os gastos com publicidade.!  Não surpreende, portanto, o tratamento dispensado por alguns jornais ao candidato à  reeleição. Esse jornais que indicamos na ação receberam mais de R$ 5 milhões da atual administração!, explica o coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando pra Frente, Luiz Fernando Pereira.

Caso seja condenado, o atual governador está sujeito inclusive a cassação do registro de candidatura. Na hipótese do julgamento ocorrer após a eleição e o governador for reeleito, estará sujeito a cassação do mandato.

Leia mais

23 de setembro de 2014
por Esmael Morais
13 Comentários

Coluna do Enio Verri: Brasil não é mais o país frágil e dependente de antigamente!

Enio Verri, em sua coluna desta terça-feira, exalta dados da Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio (PNAD) 2013, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que confirmam que o Brasil continua melhorando a cada dia mais; "Diferente do que alguns meios de comunicações e presidenciáveis que defendem a revisão dos direitos trabalhistas tentam vender, o Brasil não é mais o país frágil e dependente de antigamente", crava o colunista; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri, em sua coluna desta terça-feira, exalta dados da Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio (PNAD) 2013, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que confirmam que o Brasil continua melhorando a cada dia mais; “Diferente do que alguns meios de comunicações e presidenciáveis que defendem a revisão dos direitos trabalhistas tentam vender, o Brasil não é mais o país frágil e dependente de antigamente”, crava o colunista; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri* ... 

Leia mais