15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
14 Comentários

Jesus me abana: Gomyde posa abraçado a uma oncinha pintada

O debate eleitoral no Paraná foi parar no zoológico. Primeiro apareceu no horário político o senador àlvaro Dias (PSDB), que tenta a reeleição, abraçado a um Poodle batizado de Hugo Henrique!. Agora surge o desafiante Ricardo Gomyde (PCdoB) com uma oncinha pintada no colo. Para fazer contraponto ao cachorrinho do senador tucano, o comunista promete levar o felino para o horário eleitoral gratuito. ... 

Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

Panfletos da coligação de Beto Richa atacam Requião. Desespero?

O município de Campo Mourão amanheceu coalhado! de panfletos assinados pela coligação Todos pelo Paraná!, do governador-candidato Beto Richa (PSDB), atacando o candidato Roberto Requião (PMDB). Foram dois panfletos diferentes, um falando sobre a atuação de Requião no Senado, outro atacando a sua aposentadoria!. A tropa de choque de Requião promete revidar com chumbo grosso mostrando a dupla aposentadoria da mãe de Richa que recebe mais de R$ 37 mil sem nunca ter sido governadora ou senadora, dentre outras revelações bombásticas!.

O município de Campo Mourão amanheceu coalhado! de panfletos assinados pela coligação Todos pelo Paraná!, do governador-candidato Beto Richa (PSDB), atacando o candidato Roberto Requião (PMDB). Foram dois panfletos diferentes, um falando sobre a atuação de Requião no Senado, outro atacando a sua aposentadoria!. A tropa de choque de Requião promete revidar com chumbo grosso mostrando a dupla aposentadoria da mãe de Richa que recebe mais de R$ 37 mil sem nunca ter sido governadora ou senadora, dentre outras revelações bombásticas!.

A campanha do governador-candidato Beto Richa (PSDB) parece disposta a usar de todos os meios para garantir a sua reeleição. Isso vai desde o uso repetido da máquina pública, diversas vezes noticiado aqui no Blog do Esmael e também diversas vezes condenado pela Justiça Eleitoral. ... 

Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
13 Comentários

Vitimização de Marina interdita o debate político na campanha presidencial

do Brasil 247
A vitimização da candidata do PSB, Marina Silva, tem interditado o debate político durante a campanha presidencial. A avaliação é da jornalista Tereza Cruvinel, que aborda o tema em novo artigo no blog do 247. “Se toda divergência ou crítica for tomada como ofensa por um dos candidatos, as diferenças não se explicitam, o debate não flui e perde o eleitor a oportunidade de escolher com mais racionalidade”, diz ela.

Neste fim de semana, Marina chorou ao falar das críticas que teria recebido do ex-presidente, em entrevista à  Folha de S. Paulo, e tem se colocado como vítima de uma “frente” montada por seus adversários, que querem desconstruir sua imagem, conforme afirma. Dilma disse considerar “alto nível discutir proposta”, negando interpretações de que estaria atacando Marina Silva. “Uma eleição é onde se tem debate”, acrescentou a presidente.

As críticas direcionadas à  candidata, no entanto, são todas !“ ou quase todas !“ baseadas no que foi dito por ela ou escrito em seu programa de governo, diz Tereza Cruvinel. Marina “alimenta a aura de ‘coitadinha'”, opina a jornalista, que descreve seu discurso como de “auto-compadecimento”. Ela alerta, porém, para a “escorregada” de Dilma, que em sua opinião, passou “da crítica de conteúdo para o uso de um adjetivo pejorativo contra a adversária” quando falou que “coitadinho” não pode chegar à  Presidência.

Leia a íntegra em Vitimização interdita o debate

Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Lula manda recado para Marina: “Quem está contra o pré-sal é contra o futuro do Brasil”

do Brasil 247
Sem citar diretamente a candidata do PSB, Marina Silva, o ex-presidente Lula fez o principal discurso no ato de “abraço” à  Petrobras, realizado na tarde desta segunda-feira 15, diante da sede da estatal.

– Quem é contra o pré-sal é contra o futuro do Brasil, disse Lula, num recado indireto à  adversária do PSB, que tem apenas duas linhas sobre a exploração do pré-sal em seu programa de governo e afirmou considerar o petróleo “um mal necessário”.

– Quem é contra essa riqueza? Certamente não é o trabalhador brasileiro, nem o petroleiro nem o metalúrgico da indústria naval, acentou Lula.

No Rio de Janeiro, a presidente Dilma Rousseff, citada várias vezes por Lula, está na frente de Marina nas pesquisas de opinião. O candidata do PSB passou a enfrentar problemas no Estado após ter demonstrado frieza sobre “a maior descoberta de petróleo na história contemporânea no plante Terra”, conforme descrição de Lula sobre o palanque.

Com uma camisa de petroleiro da estatal brasileira, Lula disse diante de estimadas 5 mil pessoas que o gesto era para demonstrar “orgulho” pela companhia. Ele lembrou como se sentiu, em 2006, quando foi informado sobre a primeira confirmação da extensão do pré-sal:

– Cheguei em casa e disse para a Marisa: ‘Será que eu nasci mesmo com aquilo virado para a lua para ter no meu governo a descoberta dessa que é a maior riqueza do mundo? De lá para cá, em apenas oito anos, já retiramos mais petróleo para o Brasil dos que nos 31 primeiros anos da história da Petrobras.

Para Lula, o pré-sal vai produzir, nos próximos anos, quatro milhões de barris diários de petróleo.

Ao tratar do tema da CPI da Petrobras, em curso no Congresso e aquecida pela delação premiada do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, Lula foi fiel ao seu estilo:

– A gente sabe que muitas vezes uma CPI só serve para achacar empresários, disse ele, sem entrar em detalhes sobre as denúncias de Costa veiculadas na mídia.

Lula procurou associar as conquistas da Petrobras no campo da exploração do pré-sal, “a sete mil metros de profundidade”, também à  presidente Dilma.

– Nós fizemos a Petrobras apresentar números hoje que nunca teve na sua história.

Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

Reta final: A 20 dias das urnas, tensão sobe entre presidenciáveis

do Brasil 247
No cronômetro, o tempo da eleição está quase caindo. Já se dá conta, na virada do domingo para a segunda-feira 15, que faltam apenas 20 dias para a data do 1!º turno. Paradoxalmente, enquanto a corrida se acelera, os três principais candidatos passarão a viver, até lá, os dias mais intensos e longos de suas vidas políticas.

à‰ certo que, neste momento, está em curso uma reversão da tendência apresentada desde a morte do ex-governador Eduardo Campos, em 13 de agosto, e uma semana atrás. Mas igualmente se sabe que, nesta que é a eleição mais surpreendente dos últimos 25 anos, quando nova virada dos humores do eleitorado será vista como absolutamente normal. A eleição, afinal, já teve desde o início de 2014 seu momento de favoritismo da presidente Dilma Rousseff, em janeiro até maio, segundo as pesquisa.

Na fase que foi de junho a agosto, a oposição com Aécio Neves, pelo PSDB, e Eduardo Campos, do PSB, conseguiu construir uma tendência de alta paulatina, que já esbarrava na fronteira da realização de um segundo turno. Ao mesmo tempo em que eles ganhavam ponto a ponto nas pesquisa, Dilma gradualmente perdia alguns dos seus.

A disputa eleitoral experimentou um trauma em 13 de agosto, e ainda não se recuperou dele. Com o desaparecimento do ex-governo, o furacão Marina varreu da face da terra todas as certezas dos analistas e remexeu nos resultados das pesquisas. Na primeira semana de exposição como candidata, Marina largou diretamente no segundo lugar do Datafolha, um ponto a frente de Aécio, ampliou a distância e foi buscar a liderança que nunca, até então, havia sido tirada de Dilma nem no 1!º nem no 2!º turno.

MARINA PROTAGONIZOU A PRIMEIRA VIRADA – Na primeira grande virada da campanha, Marina abriu dez pontos sobre Dilma em segundo turno e, imediatamente, boa parte da mídia tradicional a alçou à  posição de imbatível. Principal atingido, Aécio voltou para o patamar de 15%, quando antes frequentara os de mais de 20%. A presidente resistiu quanto pode, mas desceu a 33% no Ibope, o menor índice de sua trajetória aqui.

A partir da divulgação do programa de governo de Marina, as coisas mudaram de novo. A ex-ministra passou a ser alvo de críticas em série da presidente e do ex-presidente Lula, despertou aversão entre intelectuais e, até agora, ainda não encontrou um remédio adequado para estancar a sangria. Certo de que, assim como foi o grande prejudicado, poderá ser, a partir de agora, o principal beneficiado por Marina estar esfarelando!, segundo expressão do próprio Aécio.

A eleição está se mostrando muito sensível aos fatos novos. Em comparação a todas as eleições desse Collor X Lula, em 1989, o debate entre os eleitores brasileiros está muito mais amplificado e com maior alcance, ainda que se possa Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Começou o “vira-vira” para o Senado?

Cavalete de ponta-cabeça com propaganda do candidato Marcelo Almeida, ao Senado, chama a atenção de motoristas que trafegam esta manhã pela na Linha Verde, em Curitiba; "Será que começou o 'vira-vira' para o Senado?", pergunta o orelha seca.

Cavalete de ponta-cabeça com propaganda do candidato Marcelo Almeida, ao Senado, chama a atenção de motoristas que trafegam esta manhã pela na Linha Verde, em Curitiba; “Será que começou o ‘vira-vira’ para o Senado?”, pergunta o orelha seca.

Orelha seca do Blog do Esmael, na manhã desta segunda-feira (15), flagrou na Linha Verde, altura da PUCPR, um cavalete gigante com propaganda do candidato ao Senado pelo PMDB, Marcelo Almeida. Detalhe: o material de campanha estava de ponta-cabeça. ... 

Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
35 Comentários

iBeto vai pesquisar cenário ‘sem’ tucano Beto Richa no 2!º turno

à‰ possível o governador Beto Richa (PSDB) não avançar para o segundo turno? Para o iBeto, ops, Ibope, essa possibilidade é muito crível, pois nova pesquisa registrada no TSE também prevê confronto entre os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB).

A título de comparação, o DatafAlha registrou terceira sondagem descartando Gleisi da segunda etapa eleitoral (clique aqui).

Desde ontem, o iBeto está entrevistando 1.204 eleitores paranaenses a soldo da RPC TV (Globo). O levantamento com margem de erro de três pontos custará R$ 72.240,00 à  emissora, que deverá divulgá-lo nesta sexta-feira (19).

O cenário sem Beto Richa é mais uma tentativa de o iBeto disfarçar sua preferência pelo patrão, no caso o próprio governador Beto Richa que o contrata ao custo de R$ 4,6 milhões no Paraná.

Mesmo antes de DatafAlha e iBeto divulgarem seus respectivos números, nos bastidores da política já circula os resultados. Ganha um doce quem acertar que o candidato tucano “subiu” novamente e ultrapassou em popularidade até Jesus Cristo.

Segundo um pedetista ouvido pelo Blog do Esmael, se pesquisa de intenção de votos ganhasse eleição Gustavo Fruet estaria hoje criando ovelhas na chácara da família em Quitandinha, região metropolitana de Curitiba.

Nas eleições de 2012, as pesquisas davam Fruet fora do segundo turno na disputa pela Prefeitura de Curitiba. Ele governa a capital paranaense desde 1!º de janeiro de 2013.

DatafAlha e iBeto subcontratam no Paraná empresas de pesquisas ligadas ao governo do estado.

Segundo prestação de contas no TSE, o candidato do PSDB, Beto Richa, foi quem mais gastou em pesquisas.

Pesquisa iBeto! sob suspeição

No final de agosto, as campanhas de Gleisi e Requião colocaram o instituto sob suspeição. O Ibope tem contrato de quase R$ 5 milhões com o governo Richa (clique aqui).

Requião pediu providências do Ministério Público do Paraná alegando fraude eleitoral (clique aqui).

Nas hostes peemedebistas e petistas, a sondagem é chamada de iBeto! por questões óbvias (clique aqui).

Leia mais

15 de setembro de 2014
por Esmael Morais
5 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: Velocidade média e as bananeiras de Fruet

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda-feira, critica fiscalização eletrônica da velocidade média em Curitiba; "a gestão do prefeito Gustavo Fruet vai plantar bananeira para demonstrar que dela nascerão bananas.", ironiza o colunista; dentre outras medidas simples para combater congestionamentos, especialista em trânsito e multas sugere que a Prefeitura se dedique ao sincronismo de semáforos!; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda-feira, critica fiscalização eletrônica da velocidade média em Curitiba; “a gestão do prefeito Gustavo Fruet vai plantar bananeira para demonstrar que dela nascerão bananas.”, ironiza o colunista; dentre outras medidas simples para combater congestionamentos, especialista em trânsito e multas sugere que a Prefeitura se dedique ao sincronismo de semáforos!; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo* ... 

Leia mais