2 de setembro de 2014
por Esmael Morais
56 Comentários

Richa admite pela 1!ª vez que aumentou em 24% a conta de luz

O governador Beto Richa, na noite desta terça-feira (2), supersincero, pela primeira vez assumiu a autoria do reajustão na tarifa de energia. "Eu tive coragem de aumentar [a conta de luz] em 24% para não quebrar a Copel", admitiu Richa no debate promovido pelo portal RIC Mais (TV Record) em parceria com a Universidade Positivo. O tucano vinha atribuindo o tarifaço ao governo federal. O Blog do Esmael, em rede, transmitiu a sabatina ao vivo.

O governador Beto Richa, na noite desta terça-feira (2), supersincero, pela primeira vez assumiu a autoria do reajustão na tarifa de energia. “Eu tive coragem de aumentar [a conta de luz] em 24% para não quebrar a Copel”, admitiu Richa no debate promovido pelo portal RIC Mais (TV Record) em parceria com a Universidade Positivo. O tucano vinha atribuindo o tarifaço ao governo federal. O Blog do Esmael, em rede, transmitiu a sabatina ao vivo.

O governador Beto Richa (PSDB), candidato à  reeleição, em sabatina de uma hora realizada na noite desta terça-feira (2), pela primeira vez, admitiu publicamente que é o autor do “aumentão” de 24% na tarifa da luz de 4,2 consumidores paranaenses. ... 

Leia mais

2 de setembro de 2014
por Esmael Morais
23 Comentários

Tese do Palácio Iguaçu: Quem não tem cão, caça com Ratinho Júnior

Com a promessa de herdar o espólio em 2018, Ratinho Júnior se transforma na tábua de salvação para a reeleição do governador Beto Richa; Palácio Iguaçu aposta todas as fichas no parlamentar do PSC para virar o jogo desfavorável na região metropolitana de Curitiba, onde prevalece a supremacia do senador Roberto Requião; esforço do tucanato é para vencer no primeiro turno, mas, estrategistas palacianos já observam cenários possíveis de 2016, em caso de derrota; ex-prefeito Luciano Ducci volta forte para o baralho eleitoral deste ano.

Com a promessa de herdar o espólio em 2018, Ratinho Júnior se transforma na tábua de salvação para a reeleição do governador Beto Richa; Palácio Iguaçu aposta todas as fichas no parlamentar do PSC para virar o jogo desfavorável na região metropolitana de Curitiba, onde prevalece a supremacia do senador Roberto Requião; esforço do tucanato é para vencer no primeiro turno, mas, estrategistas palacianos já observam cenários possíveis de 2016, em caso de derrota; ex-prefeito Luciano Ducci volta forte para o baralho eleitoral deste ano.

A escassez de votos na região metropolitana de Curitiba para a reeleição do governador Beto Richa (PSDB) fez o Palácio Iguaçu pagar um pedágio altíssimo para o deputado Ratinho Júnior (PSC). O tucanato teve de assumir, diante de testemunhas, que o filho do Ratão será herdeiro do trono em 2018, isto é, em caso de sucesso na empreitada de 5 de outubro. ... 

Leia mais

2 de setembro de 2014
por Esmael Morais
23 Comentários

Tarifaço da Copel: Genival indignado com panfletos falsos contra Dilma e Gleisi

Genival, o Fiscal do Requião, flagrou a distribuição de um panfleto apócrifo culpando a presidenta Dilma e a candidata a governadora Gleisi, ambas do PT, pelo aumento na conta de luz no Estado. Aí o Genival pensou, mas como pode, se a Copel é uma empresa do governo do Estado!¿ Foi olhar melhor o panfleto para ver quem estava dizendo tal asneira, e adivinhem: ninguém! O Panfleto é APà“CRIFO, ou seja, falso, ninguém assina. Taca-lhe pau, Genival!

Genival, o Fiscal do Requião, flagrou a distribuição de um panfleto apócrifo culpando a presidenta Dilma e a candidata a governadora Gleisi, ambas do PT, pelo aumento na conta de luz no Estado. Aí o Genival pensou, mas como pode, se a Copel é uma empresa do governo do Estado? Foi olhar melhor o panfleto para ver quem estava dizendo tal asneira, e adivinhem: ninguém! O Panfleto é APà“CRIFO, ou seja, falso, ninguém assina. Genival não gosto de mentiras. Taca-lhe pau, Genival!

O aumento absurdo nas contas de luz dos paranaenses à s vésperas da eleição pegou muito mal para o governador-candidato Beto Richa (PSDB). Mas Richa não estava disposto a assumir o desgaste pelos atos da Copel, empresa estatal sob seu comando, e construiu um raciocínio complicado para tentar jogar a culpa no Governo Federal. ... 

Leia mais

2 de setembro de 2014
por Esmael Morais
20 Comentários

Rumores rondam candidatura de Aécio, que nega desistência

via Brasil 247

Em meio aos rumores de que Aécio Neves (PSDB) poderia desistir da candidatura, tanto para que aumentasse as chances de que Marina Silva (PSB) vencesse no primeiro turno, tanto para “salvar” a campanha em Minas Gerais, o nome de confiança de Aécio no estado, Danilo de Castro, disse que a hipótese é completamente fora de cogitação, de acordo com informações do jornal Valor Econômico.

Nos últimos dias, surgiram alguns rumores de que Aécio poderia renunciar a sua candidatura à  presidência e se candidatasse ao governo de seu estado, uma vez que o candidato do PSDB ao governo, Pimenta da Veiga, estaria atrás nas pesquisas de intenção de voto em relação à  Fernando Pimental (PT). Algumas publicações chegaram a citar uma postagem de um coordenador de redes sociais do PSDB no Facebook que sugeria que, se Marina passar muito Aécio, ele sai, apoia ela (sic), ganha no primeiro turno, e vira Governador de Minas Gerais!.

Vale ressaltar que, ontem, o coordenador geral da campanha presidencial de Aécio, senador Agripino Maia, sinalizou aliança com Marina Silva, candidata do PSB, em possível segundo turno na eleição presidencial, informou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

A hipótese já é levantada pelo PSDB caso não passe para o segundo turno. “O sentimento que nos move – PSDB, DEM e Solidariedade – é garantir a ida de Aécio para segundo turno. Se não for possível, avalizar a transição para o segundo turno. Ou seja, com uma aliança com Marina Silva, por exemplo”, disse ao Broadcast.

Outro coordenador da campanha do tucano, Alberto Goldman, disse que a declaração de Agripino foi “infeliz e inoportuna”. A declaração também foi criticada pelo deputado José Aníbal, que disse que não falaria algo do tipo.

Leia mais

2 de setembro de 2014
por Esmael Morais
30 Comentários

Requião cria personagem “Galo Ezequias” em TV caseira na internet

Latidos de cachorro ao fundo, sussurros da assessoria, atendimentos à s ligações de telefones celulares. “Alô, Caito… Alô, Zacharow…”, atendeu Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, interrompendo ao vivo comentários que faz nas segundas, quartas e sextas-feiras após horário eleitoral na televisão.

à‰ neste cenário tumultuado que Requião apresentou ontem à  noite aos telespectadores/internautas um galo plástico que cacareja ao ser apertado. A confusão tem um quê do auditório do Chacrinha, o Velho Guerreiro, gênio da televisão brasileira.

“Conheça o ‘galo Ezequias’ que participa do meu programa de avaliação do horário eleitoral”, reapresentou na manhã desta terça-feira (2) pelo Twitter.

A ideia do peemedebista é acionar o brinquedinho toda vez que comentar uma “mentira” contada pelo governador Beto Richa (PSDB) no horário eleitoral. Quando apertado, Galo Ezequias! emite um sinal sonoro.

A opinião critica do Galo Ezequias esta abalando toda ridícula fantasia do marketing do Beto Richa. Cocoricó!!, explica o candidato do PMDB.

A TV caseira de Requião foi concebida para driblar a falta de tempo na propaganda partidária. Ele tem dois minutos e 36 segundos contra quase 9 minutos do candidato do PSDB.

Acerca de Ezequias

Ezequias Moreira é da cozinha particular do governador tucano. Era chefe de gabinete do então prefeito Beto Richa (PSDB) na prefeitura de Curitiba, até 2007, quando veio à  tona que sua sogra, Verônica Durau, era funcionária fantasma no gabinete do tucano na Assembleia Legislativa do Paraná !” entre 1996 e 2001. Depois dessa, ganhou a alcunha de Homem da Sogra Fantasma!.

Mesmo o tucano não sendo mais deputado, segundo o Ministério Público, a sogra de Ezequias continuou recebendo pelo gabinete fantasma de Richa.

O ex-diretor da Sanepar devolveu R$ 500 mil para ressarcir os cofres públicos, dinheiro que ele jura ter conseguido através de uma vaquinha! com amigos.

Em julho de 2013, Richa nomeou Ezequias Moreira como secretário Especial do Cerimonial. A promoção do ex-diretor da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) garantiu ao foro privilegiado ao “Homem da Sogra” no Tribunal de Justiça (TJPR). O governador temia que seu ex-chefe de gabinete fosse preso por conta dos desvios.

Leia mais

2 de setembro de 2014
por Esmael Morais
25 Comentários

Coluna do Enio Verri: Em 5 de outubro, Brasil decide se avança ou volta atrás

Enio Verri, em sua coluna desta terça-feira, afirma que os discursos do apolítico! e da nova política!, travestidos em velhas figurinhas, algumas até fichas sujas, trazem à  tona um projeto conhecido e reprovado pelos brasileiros. O que seria o novo, não é tão novo assim, e, muito menos representa grandes mudanças!, anota o colunista ao observar que os avanços no país não permitem radicalismos econômico nem religioso; à‰ nas urnas que vamos escolher se o Brasil continua se desenvolvendo ou irá regredir, se avançamos para o futuro ou se queremos voltar atrás nos tempos da inflação descontrolada, confisco da poupança, desemprego, fim das políticas sociais e de programas como Minha Casa Minha Vida, dependência do Fundo Monetário Nacional (FMI), o abandono do pré-sal, entre outras dificuldades!; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri, em sua coluna desta terça-feira, afirma que os discursos do apolítico! e da nova política!, travestidos em velhas figurinhas, algumas até fichas sujas, trazem à  tona um projeto conhecido e reprovado pelos brasileiros. O que seria o novo, não é tão novo assim, e, muito menos representa grandes mudanças!, anota o colunista ao observar que os avanços no país não permitem radicalismos econômico nem religioso; à‰ nas urnas que vamos escolher se o Brasil continua se desenvolvendo ou irá regredir, se avançamos para o futuro ou se queremos voltar atrás nos tempos da inflação descontrolada, confisco da poupança, desemprego, fim das políticas sociais e de programas como Minha Casa Minha Vida, dependência do Fundo Monetário Nacional (FMI), o abandono do pré-sal, entre outras dificuldades!; leia o texto e compartilhe.

Enio Verri* ... 

Leia mais