campos_velorio

| Comente agora

Ao receber o caixão do pai com camisas estampadas com a frase “Não vamos desistir do Brasil”, que também estava afixada ao caminhão do corpo de bombeiros que transportou o féretro, os filhos de Eduardo Campos contribuíram para que o velório se transformasse num ato político, o primeiro da campanha de Marina Silva à presidência da República; do lado de fora do Palácio das Princesas, militantes gritavam “Justiça”, como se Campos tivesse sido assassinado; a frase “Não vamos desistir do Brasil”, dita pelo ex-governador pernambucano no Jornal Nacional, vem sendo tratada como testamento de Campos e será usada exaustivamente na propaganda eleitoral do PSB para tentar reduzir o voto nulo.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.