serraglio_pmdb_richa.jpg

| Comente agora

Deputado Osmar Serraglio se agarra ao “cadáver” do presidenciável Eduardo Campos para se segurar na presidência do PMDB do Paraná; parlamentar decretou hoje “luto de três dias” com objetivo de manter fechada a sede da agremiação, em Curitiba, na tentativa de adiar reunião convocada amanhã (15), às 14 horas, para dissolver a executiva; tropa de Requião avisa que o encontro vai ocorrer de qualquer jeito, até na rua, pois já teria a maioria das assinaturas necessárias para fazer a troca do comando no partido; Serraglio e outros membros da executiva que ainda flertam com o tucano Beto Richa, mesmo depois de derrotados na convenção peemedebista.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.