Sem propostas, gravata laranja de candidato é destaque no debate da Band TV

Ogier Buchi, candidato do PRP, roubou a cena no debate da Band TV pela extravagância da gravata laranja; beligerância do primeiro confronto televisivo suplantou as propostas dos oito candidatos ao governo do Paraná; pancadaria tomou conta dos dois primeiros blocos; Richa, Gleisi e Requião, como esperado, trocaram socos e pontapés!; Tomazini e Pilotto, dentro do campo ideológico que representam, cumpriram seu papel no encontro; Geonísio e Túlio Bandeira também seguiram o script que lhes era reservado; enfim, segue o baile até 5 de outubro.

Ogier Buchi, candidato do PRP, roubou a cena no debate da Band TV pela extravagância da gravata laranja; beligerância do primeiro confronto televisivo suplantou as propostas dos oito candidatos ao governo do Paraná; pancadaria tomou conta dos dois primeiros blocos; Richa, Gleisi e Requião, como esperado, trocaram socos e pontapés!; Tomazini e Pilotto, dentro do campo ideológico que representam, cumpriram seu papel no encontro; Geonísio e Túlio Bandeira também seguiram o script que lhes era reservado; enfim, segue o baile até 5 de outubro.

A beligerância dominou o primeiro debate televisivo no Paraná, promovido pela Band TV. O confronto iniciado à s 22h avançou na madrugada. Sem propostas concretas, o destaque do encontro ficou por conta da gravata laranja do candidato Ogier Buchi (PRP).

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) abriu fogo contra Túlio Bandeira (PTC), a quem ela atribuiu 30 processos criminais e disse que ele esteve preso.

O governador Beto Richa (PSDB), desequilibrado, afirmou que Roberto Requião de “cabelos brancos” deveria parar de mentir.

“Ele [Richa] se preocupa com o penteado e bronzeado, não governa, e acorda tarde”, devolveu o peemedebista, que foi questionado da aposentadoria.

Gleisi questionou a aposentadoria de Requião.

“A mãe do Carlos Alberto [Richa] também recebe sem nunca ter sido governadora”, devolveu Requião, ao dizer que o dinheiro é para pagar multas de condenações por denunciar “ladrões”.

Na tréplica, Requião lembrou que Gleisi recebeu dinheiro “ilegal” quando deixou a Itaipu Binacional.

Rodrigo Tomazini (PSTU) e Bernardo Pilotto (PSol) acusaram Gleisi de ter assinado compromisso! de reduzi o salário mínimo regional na Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). A petista negou.

Enfim, não houve candidato vencedor. O destaque foi a gravata laranja de Ogier Buchi.

Comentários encerrados.