Richa perde a maioria na volta do recesso na Assembleia Legislativa

Governador Beto Richa experimentará os últimos quatro meses de mandato sem maioria na Assembleia Legislativa do Paraná; candidaturas de Gleisi e Requião, juntas, subtraíram 19 deputados da base de sustentação do tucano; Nova Assembleia! será um teste de governabilidade para o Palácio Iguaçu. Se prevalecer a fidelidade partidária, PMDB, PV, PDT, PT, PRP e juntos, somam 26 deputados na oposição; Casa tem 54 parlamentares, mas o presidente Valdir Rossoni só vota em caso de empate.

Governador Beto Richa experimentará os últimos quatro meses de mandato sem maioria na Assembleia Legislativa do Paraná; candidaturas de Gleisi e Requião, juntas, subtraíram 19 deputados da base de sustentação do tucano; Nova Assembleia! será um teste de governabilidade para o Palácio Iguaçu. Se prevalecer a fidelidade partidária, PMDB, PV, PDT, PT, PRP e juntos, somam 26 deputados na oposição; Casa tem 54 parlamentares, mas o presidente Valdir Rossoni só vota em caso de empate.

Após 15 dias de recesso, a Assembleia Legislativa do Paraná retorna aos trabalhos nesta segunda-feira (4) com nova configuração. à‰ esperado que a bancada do PMDB, a maior da Casa com 13 deputados, deixe a base de sustentação do governador Beto Richa (PSDB).

Além dos deputados peemedebistas que agora seguem a “Carta de Puebla”, devido o triunfo da candidatura própria do senador Roberto Requião ao Palácio Iguaçu, os dois parlamentares do PV também deverão sair da base governista.

O PDT com três representantes e o PRB com 1, igualmente, desembarcaram oficialmente da canoa do tucano no começo do mês quando decidiu pela coligação com a senadora Gleisi Hoffmann (PT).

Se prevalecer a fidelidade partidária, PMDB, PV, PDT, PT, PRP e juntos, somam 26 deputados na oposição a Beto Richa.

A Assembleia Legislativa do Paraná tem 54 cadeiras, portanto, o governo do PSDB perde a maioria que teve nos últimos três anos e meio. O presidente da Casa, Valdir Rossoni (PSDB), só vota na condição de minerva (empate).

Comentários encerrados.