paixao_app.jpg

| Comente agora

Em artigo especial para o Blog do Esmael, Professor Paixão, na véspera da marcha dos professores no Dia de luto e de luta da educação pública do Paraná; candidato à presidência da APP-Sindicato pela Chapa 2, Paixão defende o fim da “política do cafezinho” da entidade; “… a tal propalada política do cafezinho (negociação constante com os governantes nos marcos existentes que não levam às mudanças substantivas nas nossas condições de trabalho) precisa urgentemente ser superada”, escreve, ao apontar a necessidade de materialização da luta para que cada vez mais se diminua a distância entre o discurso da importância da educação e a realidade nas escolas; leia o texto e compartilhe.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.